Setor de pneus cumpre meta de destinação adequada de inservíveis

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

O Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Fiesp acompanha as ações de descarte adequado, atento às Resoluções Conama e à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), lei federal 12.305/2010 que trouxe o conceito de logística reversa e dos acordos setoriais.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) divulgou, em julho, relatório com dados relativos à Resolução Conama nº 416/2009, que trata da destinação adequada de pneus inservíveis a fim de evitar a degradação ambiental.

O relatório reúne informações de 15 empresas fabricantes e 466 importadoras. O período monitorado vai de outubro de 2009 a dezembro de 2010.

A meta estabelecida, em toneladas, foi de 560.337,63 e o saldo obtido, 555.107,62. Segundo o levantamento, ela foi atingida pela totalidade dos fabricantes de pneus. Apenas 12,96% do estabelecido para os importadores não foi cumprido.

Pela PNRS, o setor de pneus faz parte das áreas obrigadas a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, ao lado dos agrotóxicos e óleos lubrificantes e seus resíduos e embalagens; pilhas e baterias; lâmpadas fluorescentes (de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista); e produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

A íntegra do relatório está disponível para consulta, clique aqui.