Sesi-SP inaugura escola e lança modalidade esportiva em Presidente Prudente; Skaf anuncia campo de futebol e pista de atletismo

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp, de Presidente Prudente

O dia começou agitado para os alunos João Vitor Corazza Santos e Isabella Cristina Marques. Ambos têm 15 anos e cursam o primeiro ano do ensino médio da escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Presidente Prudente, no interior paulista. Sem esconder a ansiedade, aguardavam pela cerimônia de inauguração da unidade, realizada na manhã desta sexta-feira (13/09), com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540267280

Escola tem capacidade para 843 estudantes. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


“Estudando aqui eu sei que tenho o futuro encaminhado”, disse João Vitor. “O Sesi-SP nos ajuda nos estudos e na nossa formação como pessoas”. Ao lado dele, Isabella tinha opinião parecida. “O clima é muito bom e os professores são nossos amigos.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540267280

Paulo Skaf: “O mais importante é que milhares de crianças vão passar por aqui, adquirir conhecimento por décadas". Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf lembrou que toda semana inaugura uma ou duas escolas nos mesmos moldes da unidade de Presidente Prudente. “A gente consegue fazer as coisas porque tem o apoio da indústria de São Paulo”, disse. “Há nove anos todas as nossas votações são unânimes. Existe união e a gente deixa de lado as coisas pequenas em nome de um objetivo maior”, afirmou.

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP lembrou de iniciativas da indústria paulista como a luta pelo fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), e as campanhas pela redução de impostos da cesta básica e da conta de luz. “É muito gratificante trabalhar para as pessoas”, disse.

Sobre a unidade de Presidente Prudente, ele elogiou o espaço e disse que o terreno ao lado, hoje sem uso, receberá um campo de futebol com grama sintética e uma pista de atletismo em volta. “Então, está resolvido, vamos fazer e inaugurar em março”, anunciou.

Hora de jogar badminton

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540267280

Badminton já está fazendo o maior sucesso na escola, disse aluno do 6º ano. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Skaf recebeu ainda o time de basquete juvenil do Sesi-SP de Franca. E lançou uma nova modalidade dentro do Programa Atleta do Futuro (PAF), o badminton – um  jogo de raquete com peteca, que tem alguma semelhança com tênis. A ideia é ampliar as oportunidades de formação esportiva e revelar novos talentos. Na ocasião, foi feita uma apresentação curta do esporte para o presidente da Fiesp e do Sesi-SP. “Nas próximas Olimpíadas vamos colocar 50 atletas formados pela indústria de São Paulo para representar o Brasil”, explicou.

Um dos participantes do PAF na nova modalidade na escola, o estudante Thiago Barros Torres, de 11 anos, do 6º ano, disse que o jogo é um “exercício de coordenação motora e reflexão”. “O badminton já está fazendo o maior sucesso na escola”, explicou.

As aulas de badminton são gratuitas e voltadas a crianças e adolescentes da rede e da comunidade em geral. Os participantes devem ter entre 6 e 17 anos. Especificamente para a modalidade, as aulas, oficinas e eventos serão realizados nas escolas do Sesi-SP de Presidente Prudente.

Atualmente, o PAF promove 27 modalidades esportivas, sendo 20 olímpicas. E envolve cerca de 70 mil alunos distribuídos em 106 municípios do estado. Em Presidente Prudente e região são atendidos 15 mil estudantes, em 28 municípios, com a parceria de 29 empresas.

Cuidado com a educação

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540267280

Walter Vicioni destacou o padrão de qualidade da rede de ensino do Sesi-SP. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Presente à cerimônia de inauguração, Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), disse que se emocionou na cerimônia de inauguração ao ouvir a música “Cuida de Mim”, de Angélica, cantada pelos estudantes para receber Skaf. “Isso é o que o Sesi-SP tem feito”, afirmou.  “O futuro não está escrito, é filho do sonho e motivado pela necessidade e pelo desejo. Acreditar no impossível e querer acima de tudo”, destacou.

Segundo ele, o padrão de qualidade encontrado na rede também está ligado ao estilo de liderança do presidente da instituição. “Paulo Skaf mantém acesa a chama e o desejo de construir um Brasil melhor”, disse. “Essa escola é mais um fruto da diligência e da perseverança dele”, explicou. “Vamos formar aqui novos construtores na nação brasileira”.

Já o prefeito da cidade, Milton Carlos de Mello, disse que as comemorações do aniversário do município, em 14 de setembro, “começaram da melhor maneira possível, com a inauguração de uma escola”. Ele lembrou que Presidente Prudente ocupa a 25ª posição no ranking nacional do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “Hoje, o Sesi-SP oferece mais salas e mais equipamentos para quem estuda”, afirmou. “Paulo Skaf acredita no desenvolvimento da nossa cidade.”

Ensino em tempo integral 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540267280

Alunos fazem apresentação na visita de Paulo Skaf. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Para a administradora da unidade, Rosimeire Vargas Lucheta, trabalhar na escola da rede em Presidente Prudente é motivo de orgulho e reconhecimento. “O que eu aprendi trabalhando no Sesi-SP eu não teria aprendido em lugar nenhum”, diz. “Todo dia é um aprendizado novo”, explicou.

A unidade do Sesi-SP em Presidente Prudente fica na rua Alfa Boscoli, s/nº, no bairro Jardim Vila Real. E é mais uma iniciativa no sentido de consolidar o modelo educacional da instituição, sempre com o objetivo de fazer do ensino um aliado do desenvolvimento econômico e social. Até 2014, a meta é construir 70 escolas no estado, das quais 50 do Sesi-SP e 20 do Senai-SP.

O local foi projetado com 16 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, dois laboratórios de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de artes cênicas, uma sala de música, uma sala de treinamento, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A unidade oferece ensino fundamental em tempo integral, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 843 estudantes, 515 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 417 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 128 alunos e Educação de Jovens e Adultos (EJA) para 200.

“O mais importante é que milhares de crianças vão passar por aqui, adquirir conhecimento por décadas”, disse Skaf. “Não adiantaria nada termos escolas bonitas e vontade de investir em educação se nós não tivéssemos os atores principais que são os educadores, para os quais peço aplausos.”

Novas escolas

Neste ano, já foram inauguradas 16 unidades do Sesi nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança Paulista, Pirassununga, Descalvado, Jacareí, Avaré, Sumaré, Porto Ferreira, Jardinópolis, Lençóis Paulista e duas do Senai-SP, respectivamente, em Ourinhos e Pompeia.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem. A escola foi construída em terreno com 32,4 mil m².