Em Pindamonhangaba, Skaf destaca renovação do Sesi-SP e do Senai-SP no Vale do Paraíba

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, inaugurou neste sábado (2 de junho) a nova Escola Sesi de Pindamonhangaba. O novo prédio recebeu investimentos de R$ 34,1 milhões e terá capacidade de atendimento para quase 900 alunos nos ensinos Fundamental e Médio. Skaf listou as unidades do Sesi-SP e do Senai-SP já inauguradas e as em construção na região do Vale do Paraíba. “É uma rede nova, com equipamentos modernos, para dar oportunidade às pessoas. É educação completa.”

A estrutura composta por térreo e mais dois pavimentos tem 18 salas de aula, dois laboratórios de informática, um de química e biologia e laboratório de ciência e tecnologia. Também há biblioteca escolar com acervo atualizado, sala de vivências, teatrais, sala de música, sala multidisciplinar e uma área de convivência e espaços poliesportivos. A unidade oferecerá Ensino Fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Na ocasião também foram assinados convênios do programa Atleta do Futuro, que beneficiarão um total de 940 alunos em quatro municípios da região: São José do Barreiro (190 vagas para a prática de futebol e vôlei), Arapeí (110 vagas para futebol), Canas (360 vagas para futebol, futsal e judô) e Bananal (280 vagas para futsal).

Em todo o Estado de São Paulo são mais de 100.000 alunos beneficiados pelo programa, que envolve 187 prefeituras conveniadas. Desde 2008, o Atleta do Futuro tem estimulado a prática esportiva e a cidadania de crianças e adolescentes.

Paulo Skaf na inauguração do Sesi de Pindamonhangaba. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Investimento na região

As novas escolas que têm sido construídas na região do Vale do Paraíba reforçam o compromisso do Sesi-SP e do Senai-SP, que trabalham fortemente pela qualidade da educação básica e de ensino profissionalizante.

Desde 2007, as entidades investem na modernização de suas escolas e a região já recebeu investimento de R$ 265,6 milhões, o que inclui a construção de novas escolas.

Em Caçapava, o Sesi-SP está construindo nova escola que tem investimento estimado em R$ 20,6 milhões. A a previsão de entrega do prédio é para o primeiro semestre de 2019. Ao término da obra, haverá a etapa de instalação de equipamentos e mobiliários, quando então poderá receber os atuais 384 alunos do Sesi-SP no município.

A nova escola de Lorena deverá ser entregue no primeiro semestre de 2019. O investimento previsto para essa unidade é de R$ 16,1 milhões e tão logo esteja pronta para as aulas serão transferidos para o novo prédio 384 alunos.

Em Jacareí está em andamento a construção de nova unidade do Senai-SP, que tem previsão de término para outubro deste ano e tem investimento estimado de R$ 60,6 milhões. No ano passado, o Senai-SP realizou em Jacareí 6.242 matrículas em todas as modalidades de ensino profissionalizante disponíveis.

Além das escolas citadas, recentemente foram inauguradas as unidades do Sesi-SP e do Senai-SP no município de Cruzeiro e a Escola Sesi de Taubaté. As novas escolas são mais um passo para a consolidação do modelo educacional criado pelas instituições mantidas pela indústria de São Paulo.

Sesi-SP põe em prática ideal da indústria de investir nas pessoas, afirma Skaf

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, assinou neste sábado (17 de março)  em Guaratinguetá convênios do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro (PAF) com os municípios de Guaratinguetá, Aparecida, Roseira, São Luiz do Paraitinga, Potim. Também renovou o convênio do Sistema Sesi de Ensino com a prefeitura de Cunha. Em Pindamonhangaba, Skaf assinou convênios do PAF com o próprio município e com Natividade da Serra, São Bento do Sapucaí e Caçapava.

A parceria com as prefeituras locais prevê o atendimento de 958 alunos em Guaratinguetá, em diversas modalidades esportivas. Em Aparecida são 200 vagas para a prática de futebol. O convênio atenderá 380 alunos de Roseira com as modalidades futsal e natação. São Luiz do Paraitinga tem 360 vagas para futebol e voleibol, e em Potim são 200 vagas nas modalidades futebol e futsal.

Para Pindamonhangaba, a parceria com o Lar São Judas prevê atendimento de 96 crianças e adolescentes com a prática de futebol e natação. O convênio de Natividade da Serra, que tem a Prefeitura Municipal e a Fibria Celulose como parceiros, tem 100 vagas para a modalidade futsal. A Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí atenderá 200 alunos nas modalidades futsal e futebol. E em Caçapava são 320 vagas para futsal, sendo a prefeitura e a Viapol os parceiros do programa.

“É nas pessoas o melhor investimento que se pode fazer. Significa dar oportunidade, pela educação de qualidade, pelo esporte, que também educa e dá saúde, pelo lazer e pela cultura. Essa é a proposta da indústria, que o Sesi-SP põe em prática”, disse Skaf durante entrevista coletiva em Pindamonhangaba. “A gente não tem discurso – tem realizações para valer.”

Criado para estimular a prática esportiva e a cidadania, o programa vai além da prática esportiva. Os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, para ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

A renovação do Sistema Sesi-SP de Ensino com o município de Cunha prevê atendimento para 51 escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, com a capacitação de 161 docentes, 19 gestores e beneficiará 1.841 alunos da rede municipal.

Com o Sistema Sesi-SP de Ensino, os municípios recebem know-how pedagógico e educacional do Sesi-SP, o que permite a transferência tecnológica do modelo educacional desenvolvido pela entidade. Diferentemente de outros programas existentes, o Sistema Sesi-SP de Ensino não se limita à entrega do material didático e à capacitação de docentes. O modelo contempla a formação da equipe gestora e a realização de reuniões periódicas com o secretário de Educação de cada cidade, além do acompanhamento de todo o processo de implantação do Sistema nas escolas dos municípios.

Sesi-SP anuncia investimento de R$ 20 milhões em nova unidade em Pindamonhangaba

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Pindamonhangaba

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) anunciou, na manhã desta quarta-feira (26/02), um investimento de R$ 20 milhões para a construção de uma escola na cidade de Pindamonhangaba, a 157 quilômetros da capital paulista.  A novidade foi divulgada pelo presidente da instituição e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, durante solenidade realizada na prefeitura do município.

A unidade atenderá cerca de 1.500 alunos. E terá ensino fundamental integral. “A indústria investe muito em educação porque entende que essa é a melhor maneira de transformar a sociedade”, disse Skaf durante o encontro.

Na solenidade, foi também assinada a doação do terreno para a construção da unidade.

Skaf, à direita, autoridades e crianças participantes do Programa Atleta do Futuro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf, à direita, autoridades e crianças participantes do Programa Atleta do Futuro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

O prefeito de Pindamonhangaba, Vito Ardito Lerário, agradeceu a iniciativa e a atenção que o Sesi-SP dá para a educação dos jovens da região.

Atletas do Futuro

Além disso, o Sesi-SP também firmou convênio com o município para o desenvolvimento de formação esportiva do Programa Sesi Atleta do Futuro (PAF).

Serão atendidos 200 estudantes na cidade, que terão como modalidade esportiva o futebol de salão.

Para Skaf, o programa é uma grande oportunidade para que crianças e jovens pratiquem esportes gratuitamente e desenvolvam valores que carregarão para a vida toda.

Além da prática esportiva, os alunos do programa recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho e consumo, meio ambiente e pluralidade cultural, entre outros. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, com o intuito de ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

Skaf inaugura Indústria do Conhecimento e anuncia escola do Sesi em Pindamonhangaba

Agência Indusnet Fiesp,

Ao som da Banda Marcial da Escola Senai Felix Guisard (Taubaté), o presidente da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp), Paulo Skaf, inaugurou na manhã da última segunda-feira (26) a Indústria do Conhecimento de Pindamonhangaba.

Skaf não escondeu a satisfação em descerrar a placa no local, uma vez que o espaço multimídia visa apoiar a educação, promover a inclusão digital e facilitar o acesso da comunidade à leitura. “Não poderíamos começar melhor a semana. A inauguração de um centro cultural sempre me entusiasma”, afirmou.

A equipe de ciclismo da cidade, criada há três anos, prestou homenagem às autoridades. No entanto, os atuais líderes do ranking nacional, foram surpreendidos pela disposição de Skaf, praticante da modalidade esportiva.

Na oportunidade, Skaf aproveitou para anunciar a construção de uma escola do Sesi-SP no município, projeto que está em negociação com a prefeitura local. “Nada é mais importante do que proporcionar oportunidades iguais às pessoas,” reiterou o presidente da Fiesp/Ciesp, declarando seu carinho pela cidade, que visita regularmente há 25 anos.

Também estavam presentes à solenidade: João Ribeiro, prefeito de Pindamonhangaba; Walter Vicioni Gonçalves, diretor regional do Senai-SP e superintendente operacional do Sesi-SP; e Joaquim Albertino de Abreu, diretor-titular da regional da Fiesp e do Ciesp em Taubaté; além de prefeitos da região, vereadores e autoridades locais.


Indústria do Conhecimento
A Indústria do Conhecimento é equipada com nove computadores com acesso à Internet. Seu acervo contém 4,3 mil volumes, dos quais mil quadrinhos e 3,3 mil livros, incluindo romances, obras infantis e juvenis e obras para pesquisas.

O local é aberto ao público em geral e oferece o sistema de empréstimo, com possibilidade de retirada de até dois exemplares por leitor no período de 14 dias, podendo o pedido ser renovado. A estimativa é atender cerca 5 mil pessoas por mês, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.