Senai-SP capacitou 318 jovens, em 2008, através do Programa Pedalando e Aprendendo

Agência Indusnet Fiesp,

Desde a sua implantação, há cerca de um ano, o programa Pedalando e Aprendendo permitiu com que 318 estudantes da rede estadual de ensino aprendessem o ofício de consertar e montar bicicletas. Com isso, os jovens tiveram a chance de ganhar uma profissional para que pudessem aumentar a renda familiar.

Parceiro do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp) nesta empreitada, coube ao Senai-SP capacitar tais jovens.

Cada grupo de alunos, indicado pelo Fussesp através de parcerias com as prefeituras municipais ou entidades assistenciais, tiveram 100 horas de aula durante um mês.

As primeiras turmas, capacitadas no início de 2008, em um projeto piloto, foram formadas por 129 jovens dos municípios de São Vicente, Rio Claro e Caçapava.

No segundo semestre, mais 189 alunos da capital, Santos, Sorocaba, Lorena e Ubatuba freqüentaram o curso do Senai-SP. As aulas aconteceram nas próprias cidades, em locais cedidos pela parceria local do Fussesp.

Pedalando e Aprendendo reúne oito mil pessoas no domingo, em SP

Agência Indusnet Fiesp,

A Avenida Jornalista Roberto Marinho, na zona sul da cidade, vestiu-se de azul na manhã de domingo (22). Cerca de oito mil pessoas, uniformizadas com a camiseta do evento, atenderam ao apelo do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultural do Estado de São Paulo (Fussesp) e participaram do Primeiro Passeio Ciclístico Pedalando e Aprendendo, organizado pela entidade.

A idéia é diminuir a evasão escolar, já que estes alunos têm dificuldade em se locomover até a escola. Segundo o Fussesp, foram arrecadadas 2 500 bicicletas no domingo.O objetivo do passeio de 8 quilômetros pela Marginal Pinheiros, nas proximidades da ponte Estaiada, foi divulgar o projeto de mesmo nome. Ele prevê a arrecadação de bicicletas a serem doadas a alunos entre 11 e 14 anos da rede estadual de ensino, que moram em zonas rurais de municípios paulistas de até cinco mil habitantes, com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

O Pedalando e Aprendendo prevê, ainda, a capacitação de alunos de famílias de baixa renda para que eles consertem e montem bicicletas, ajudando os pais no sustento da casa. Cabe ao Senai-SP capacitar estes jovens.

Adesão de peso
Às 9h30 em ponto, teve início o passeio ciclístico do Fussesp, com o apoio da Fiesp, Sesi-SP, Senai-SP, Secretaria Municipal de Esportes Lazer e Recreação e da Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo. Paulo Skaf, presidente da Fiesp, pedalou todo o percurso ao lado da esposa, Luzia Skaf, misturado aos demais ciclistas.

Ao sinal da largada, o pelotão formado por pessoas de todas as idades, inclusive crianças, atravessou a Estaiada, contornando para a via expressa da Marginal Pinheiros (especialmente interditada para o evento), até a Ponte Transamérica. De lá, retornaram ao ponto de partida

Monica Serra, primeira-dama do Estado e presidente do Fussesp, foi à frente do pelotão, em cima do caminhão com sistema de som que guiava a multidão. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e o secretário municipal de Esportes e Lazer, Walter Feldman, também estiveram presentes ao evento, apoiando os ciclistas antes da largada.