Sesi-SP leva o Programa Atleta do Futuro para Cosmópolis e Nova Odessa

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Americana

A partir desta terça-feira (26/08), as cidades de Cosmópolis e Nova Odessa passam a integrar o Programa Atleta do Futuro (PAF), criado pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) para estimular a prática esportiva e a cidadania.

Os convênios foram formalizados em cerimônia realizada na escola Mendel Steinbruch, em Americana. O evento teve a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Benjamin Steinbruch, filho do patrono da escola, e do presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Rafael Cervone.

Steinbruch mostrou estar emocionado por visitar a escola que leva o nome de seu pai, se considerando apenas “a continuação piorada do que ele foi”. “Casualmente, essa é a primeira visita que faço como presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP. Vim antes para inaugurar a escola e tenho muito orgulho de estar aqui novamente”, contou. “Além de ter esse nome, a escola fica na região em que eu me criei. Meu pai era empresário do setor têxtil e a base dele era em Americana, onde eu passei a maior parte da minha infância.”

Steinbruch (de terno, ao centro), Cervone (à esquerda) e autoridades de Nova Odessa: 305 alunos atendidos na cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Steinbruch (de terno, ao centro), Cervone (à esquerda) e autoridades de Nova Odessa: 305 alunos atendidos na cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

 

O presidente também afirmou estar feliz pelos convênios do Programa Atleta do Futuro. “Estamos hoje fazendo a assinatura de duas parcerias importantes. Acreditamos que a melhor forma de educar as crianças, além de oferecer a educação tradicional, é o esporte. Para que depois, como cidadãos, eles possam ter noções de responsabilidade e companheirismo, além de despertar o espírito de competição, do querer fazer bem feito, do aprimoramento.”

O impossível

Ele lembrou que pensou em seguir carreira profissional no futebol, quando tinha 16 anos. Acabou desistindo por causa de uma sequência de fraturas no pé, mas continuou sendo fã do esporte.

“Queria ter me tornado esportista, representado o Brasil, ter sido o melhor da categoria. Isso ajudou a criar dentro de mim essa vontade de querer atingir sempre o impossível. Porque o possível é obrigação da gente”, declarou Steinbruch, que ressaltou a importância do Programa para o futuro das crianças e jovens.

Assinaturas

Em Cosmópolis, o convênio vai atender 305 alunos nas modalidades futsal e futebol. A medida foi assinada pelo prefeito, Antônio Fernandes Neto.

Na cidade de Nova Odessa, participam 200 alunos, que vão praticar futsal. O prefeito Benjamin Vieira de Souza esteve no evento para firmar a parceria.

Também participaram da cerimônia atletas de rendimento da equipe de Atletismo de Piracicaba, que realizaram uma clínica da modalidade com os alunos presentes.

Alexandre Pflug, diretor de Esporte e Qualidade de Vida do Sesi-SP, explicou como funciona o PAF. “Hoje, o Programa Atleta do Futuro é dividido em três grandes pilares: o envolvimento da família, as aulas de esporte propriamente ditas e os temas transversais. Isso faz do PAF um programa completo”, afirmou.

Escola Sesi-SP em Avaré homenageia Israel Dias Novaes por sua contribuição à cultura

Dulce Moraes, Agência Indusnet Fiesp, de Avaré

O escritor, jornalista e político Israel Dias Novaes (in memorian) tornou-se patrono da Escola Sesi em Avaré. Foto: Divulgação

Para os moradores do município de Avaré, a 250 quilômetros de São Paulo, ele era carinhosamente conhecido como Lalá. Mas o ex-deputado Israel Dias Novaes foi responsável por grandes realizações, como a construção da Ponte Carvalho Pinto, a criação da Comissão Estadual de Literatura e do Conselho Estadual de Cultura. Isso além do posto de presidente vitalício da Academia Paulista de Letras.

Contudo, uma de suas maiores contribuições à sua terra natal foi a doação de seu extenso acervo particular de livros às bibliotecas públicas da cidade, pouco antes de morrer, no ano de 2009.

Agora, seu nome e sua contribuição à educação e à cultura serão eternizados como patrono da escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Avaré.

A homenagem foi celebrada na tarde desta quarta-feira (09/07), em cerimônia com presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf,  e do prefeito do município, Paulo Dias Novaes Filho, além de representantes da Câmara Municipal de Avaré e do vice-prefeito da cidade de Manduri, entre outras autoridades.

A filha de Israel Dias Novaes, Marina Novaes, agradeceu em nome de toda família. “É uma grande homenagem. Meu pai adorava essa cidade. E a escola é maravilhosa. Eu fiquei surpresa. Com certeza ela dará grandes frutos. E quem sabe não saia daqui grandes escritores?”, comentou.

Motivo de orgulho

O prefeito Paulo Dias Novaes Filho também  enalteceu a trajetória do patrono da escola, que por sinal era seu tio, e que teve contribuição marcante na política, na literatura e na cultura do país. “O fato de Avaré ter uma escola do Sesi é um motivo de orgulho. A homenagem ao patrono é motivo de orgulho também”, afirmou.

Paulo Skaf e prefeito Paulo Dias Novaes Filho (direita), de Avaré, assinam formação esportiva na cidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

O prefeito de Avaré também classificou o Sesi-SP como dono de um sistema de ensino avançado. “Nós temos que aprender com o Sesi.  E agora firmamos a parceria com o Projeto Atleta do Futuro, que estamos iniciando de forma tímida, para ampliar depois”.

O convênio do Programa Atleta do Futuro (PAF) foi assinado, durante a solenidade, pelo presidente do Sesi-SP, Paulo Skaf, pelo prefeito de Avaré e por representante da indústria Arts Fibra.

A parceria garantirá a formação esportiva em natação e judô para 100 crianças e jovens da cidade.

Radialista Salomão Ésper é homenageado pelo Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp, de Santa Rita do Passa Quatro

A escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Santa Rita do Passa Quatro, no interior do estado, ganhou, nesta quarta-feira (19/02), um patrono: o jornalista e radialista Salomão Ésper.

“Salomão, você tem o respeito e admiração de todos nós. Você já dedicou 66 anos de sua vida à comunicação. O que você falar, eu acredito”, afirmou Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP.

“Em nome do Sesi-SP, em nome da indústria, temos muita gratidão por você ter aceitado ser patrono desta escola”, completou Skaf.

Ésper, à esquerda, e Skaf: uma vida dedicada à comunicação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Ésper (à esquerda ao lado de Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP): uma vida dedicada à comunicação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Também participaram da homenagem o prefeito em exercício de Santa Rita do Passa Quatro, Leandro Luciano dos Santos, e o triatleta Reinaldo Colucci, que veio acompanhado da equipe de triatlo de alto rendimento do Sesi-SP de São Carlos.

Nascido em Descalvado, e ex-aluno do Sesi-SP da cidade, Colucci afirmou que se identifica com pessoas como Salomão Ésper, que “mesmo tendo de deixar sua cidade, não esqueceram suas raízes”.

Amigos de longa data

O jornalista santa–ritense é um dos apresentadores do “Jornal Gente”, ao lado de José Paulo de Andrade e Rafael Colombo, na rádio Bandeirantes de São Paulo.  Ele começou como locutor em 1948, na rádio Cruzeiro do Sul.

Homenageado do dia, Ésper tirou foto com os alunos do Sesi-SP, reviu amigos de longa data e distribuiu autógrafos. “Eu sou um filho que não esqueceu sua terra e fico contente quando há essas manifestações, muitas vezes imerecidas e exageradas pelo carinho”, disse o radialista.

Ele acrescentou que a instalação de uma escola do Sesi-SP em Santa Rita ajuda a suprir em parte a demanda de alunos que costumavam deixar o município para estudar em cidades vizinhas. “Eu, por exemplo, terminei o ginásio aqui e que tive de fazer o colegial em Pirassununga. Essa escola poderia atender aquela demanda”, afirmou.

O Sesi-SP de Santa Rita, que funcionava em um prédio da prefeitura, ganhou nova sede em agosto de 2012, com 12 salas de aula, uma biblioteca escolar, laboratórios de informática com 37 computadores e outros ambientes. Ao todo, 572 alunos estão matriculados na unidade.

Até o final deste ano, 100 escolas do Sesi-SP devem ser inauguradas. “Falar da importância desta escola, pelo número de matriculas e inaugurações é até desnecessário”, completou Ésper.

Capoeira

Na mesma solenidade, em Santa Rita do Passa Quatro, o Sesi-SP oficializou a prática da capoeira como modalidade esportiva em suas escolas.

Amplamente disseminada no país, a capoeira contribuirá para uma reflexão crítica da história nacional e da valorização da cultura brasileira, bem como o debate político, socializador e promotor da igualdade racial.

Para o Sesi-SP, a prática terá como objetivos valorizar a cultura afro-brasileira, desenvolver habilidades e capacidades motoras e ampliar a prática de diferentes modalidades esportivas.

Roda de capoeira durante a solenidade em Santa Rita do Passa Quatro: novidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Roda de capoeira durante a solenidade em Santa Rita do Passa Quatro: novidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Nessa fase inicial, serão contempladas as escolas de Americana, Assis, Boituva, Brotas, Ferraz de Vasconcelos, Guararapes, Hortolândia, Itapeva, Itapetininga, Jaboticabal, Jardinópolis, Leme, Lençóis Paulista, Limeira, Mococa, Nova Odessa, Pirassununga, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Salto, Santa Rita do Passa Quatro, Santana de Parnaíba, São Roque, Sumaré, Tambaú, Vinhedo, Votuporanga, e E.E. Carvalho (na capital). A meta é atingir 3.360 estudantes.

Em uma segunda etapa, também serão incorporadas as unidades de Catanduva, Cerquilho, Descalvado, São Carlos, Santo Anastácio, Monte Alto, Mirandópolis e Jundiaí, somando mais 960 praticantes.

 

 

 

Sesi-SP homenageia o radialista Salomão Ésper em Santa Rita do Passa Quatro

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, homenageará, nesta quarta-feira (19/2), em Santa Rita do Passa Quatro, no interior paulista, o jornalista e radialista Salomão Ésper, que comanda o Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, há 36 anos.

A escola do Sesi-SP na cidade, que funcionava em um prédio da prefeitura, ganhou nova sede, no Jardim Itália, em agosto de 2012. E terá Salomão Ésper como patrono. Com a transferência de local, os alunos foram beneficiados não apenas com as modernas instalações, mas passaram a estudar tempo integral, dando continuidade ao projeto do Sesi-SP de oferecer ensino de qualidade o dia todo em todas as suas unidades do estado até 2015. Com essa proposta, os alunos realizam vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia e recebem alimentação saudável e balanceada supervisionada por nutricionistas.

A escola do Jardim Itália tem 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multidisciplinar, quadra esportiva coberta com vestiários e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

Ésper e os alunos do Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro: homenagem. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Ésper e os alunos do Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro: homenagem. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

O Sesi-SP começou a implantar seu novo modelo educacional em 2007 com o objetivo de oferecer, além do ensino fundamental em tempo integral, ensino médio e a possibilidade de estudar, simultaneamente, em um curso profissionalizante do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP).

 O  patrono

Salomão Ésper nasceu em Santa Rita do Passa Quatro, em 26 de outubro de 1929. Jornalista e radialista, formado em Direito pela Faculdade de Direito da USP, é um dos nomes mais representativos do radiojornalismo no Brasil.

Uma de suas maiores características é seu português impecável e sua voz grave, com tom sempre firme.

Tendo começado como locutor em 1948, na Rádio Cruzeiro do Sul, ele foi para a Rádio América, que pertencia ao Grupo Bandeirantes, quatro anos depois. Lá, ocupou o cargo de superintendente por vários anos.

Hoje, apresenta o Jornal da Gente ao lado de José Paulo de Andrade e Rafael Colombo, na Rádio Bandeirantes de São Paulo (AM 840-FM 90,09). O programa é sucessor de uma atração famosa, o Trabuco, de Vicente Leporace.

Uma curiosidade: quando menino, Ésper gostava de ficar em uma padaria ouvindo rádio. Não pensava que essa seria sua profissão e nem tão pouco que teria uma carreira de sucesso e tão duradoura. Só na Rádio Bandeirantes, ele está há cinco décadas.

Ésper é viúvo e tem três filhos.

Roda de capoeira

Na mesma solenidade, em Santa Rita do Passa Quatro, o Sesi-SP vai oficializar a prática da capoeira como modalidade esportiva em suas escolas.

Amplamente disseminada no país, a capoeira contribuirá para uma reflexão crítica da história nacional e da valorização da cultura brasileira, bem como o debate político, socializador e promotor da igualdade racial.

Alunos do Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro em roda de capoeira: cultura brasileira. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Alunos do Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro jogam capoeira: cultura brasileira. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Para o Sesi-SP, a prática terá como objetivos valorizar a cultura afro-brasileira, desenvolver habilidades e capacidades motoras e ampliar a prática de diferentes modalidades esportivas.

Nessa fase inicial, serão contempladas as escolas de Americana, Assis, Boituva, Brotas, Ferraz de Vasconcelos, Guararapes, Hortolândia, Itapeva, Itapetininga, Jaboticabal, Jardinópolis, Leme, Lençóis Paulista, Limeira, Mococa, Nova Odessa, Pirassununga, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Salto, Santa Rita do Passa Quatro, Santana de Parnaíba, São Roque, Sumaré, Tambaú, Vinhedo, Votuporanga, e E.E. Carvalho (na capital). A meta é atingir 3.360 estudantes.

Em uma segunda etapa, também serão incorporadas as unidades de Catanduva, Cerquilho, Descalvado, São Carlos, Santo Anastácio, Monte Alto, Mirandópolis e Jundiaí, somando mais 960 praticantes.

 

 

Sesi-SP homenageia ex-jogador de futebol Paraná e anuncia investimentos em Sorocaba

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) homenageou, na tarde desta sexta-feira (23/08), o ex-ponta-esquerda do São Paulo Futebol Clube Ademir de Barros, mais conhecido como Paraná. Atualmente com 71 anos, Paraná foi escolhido como patrono de uma das quadras esportivas do Centro de Atividades Senador José Ermírio de Moraes, do Sesi-SP, em Sorocaba. Na ocasião, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, anunciou a ampliação da unidade. Além de, claro, destacar o talento do ex-jogador.

“Parabéns por esse grande brasileiro que você foi, Paraná”, disse Skaf. “Nessa quadra, milhares de crianças vão treinar aqui e ganhar qualidade de vida, disciplina e saúde”, afirmou. “Fico muito feliz por essa homenagem a alguém que honrou o esporte”.

Skaf durante a homenagem ao ex-jogador Paraná: talento reconhecido e quadra para alunos do Sesi-SP. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf durante a homenagem ao ex-jogador Paraná: talento reconhecido. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

O ex-jogador Barros nasceu em Cambará (PR), mas acabou fixando-se em Sorocaba, onde reside até hoje. Ingressou profissionalmente no futebol em 1961 pelo São Bento, passando a jogar no São Paulo quatro anos mais tarde, onde atuou até 1972. No tricolor, Paraná foi vice-campeão paulista em 1967 e bi-campeão paulista em 70 e 71. Pela Seleção Brasileira, jogou 11 vezes.

Paraná: emoção diante do reconhecimento do Sesi-SP. "Só tenho a agradecer". Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Paraná: emoção diante do reconhecimento do Sesi-SP. "Só tenho a agradecer". Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP anunciou que todas as três escolas do Sesi-SP em Sorocaba vão ocupar um terreno anexo ao Centro de Atividades Senador José Ermírio de Moraes,  por meio da doação da área. “Teremos ainda um teatro com foyer e um centro cultural para exposições”, afirmou Skaf.

 

A importância do trabalho dos professores foi destacada. “É sagrada essa missão de ensinar”, disse. “E mais ainda de aprender. Peço uma salva de palmas a educadores do Sesi e  do Senai”, afirmou.

O apoio dos “companheiros” da Fiesp também foi lembrado. “Agradeço pela ajuda nesses nove anos de mandato”, disse. “Esse apoio fortíssimo nos dá força para realizar as coisas”.

‘Ser patrono é inspirar’

Presente à cerimônia, o superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Walter Vicioni Gonçalves, elogiou o trabalho de Paraná. “É uma justa homenagem a esse personagem que se destacou entre as figuras do esporte”, explicou. “O Sesi-SP se orgulha de ter feito parte da trajetória do ex-jogador, vai ser referência para as novas gerações. Ser patrono do Sesi é inspirar”. Emocionado, o craque registrou a sua satisfação. “Só tenho a agradecer por essa homenagem”, afirmou.

Treinamento forte 

No evento, foram realizadas atividades como uma clínica de vôlei para os alunos do Sesi-SP e um treino intensivo da equipe de rendimento, que jogará com o São Bernardo neste sábado (24/08), na Vila Leopoldina, em São Paulo, pelo Campeonato Paulista 2013. O Sesi-SP ocupa a vice-liderança na competição, com quatro vitórias em quatro jogos. Assim, sob a supervisão do treinador Marcos Pacheco, Murilo Endres, Serginho, Sidão, Lucão, Sandro e os demais atletas do time de vôlei da instituição deram dicas e conselhos para os alunos, passando um pouco das suas experiências vitoriosas.

A equipe de vôlei do Sesi-SP também foi destacada na cerimônia. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A equipe de vôlei do Sesi-SP também foi destacada na cerimônia. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Diante de tantos talentos do esporte, Skaf convidou todos os jogadores para o tablado e brincou com a altura do jogador Lucão, de 2,10m, muito solicitado para tirar fotos com as crianças presentes ao evento.

O gestor do vôlei do Sesi-SP, José Montanaro, destacou que o time está “invicto” no Campeonato Paulista 2013.

Diretor de Esportes e Lazer do Sesi-SP, Alexandre Pflug lembrou  que o Sesi-SP está hoje com 16 modalidades esportivas. E citou o Projeto Try Rugby SP, resultado de uma parceria do Sesi-SP com o British Council e a Premiership Rugby, a liga do esporte na Inglaterra, para atender 10 mil crianças até 2016.

O levantador Sandro confirmou que o time de vôlei da instituição está “treinando forte”, também com vistas à Superliga, que começa em setembro.