Skaf fala em paralisação se governo não der atenção ao emprego

Agência Indusnet Fiesp

Depois de se reunir com empresários nesta sexta-feira (28/8) em Rio Claro, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, disse que se o Governo continuar a negligenciar a manutenção dos empregos, a indústria vai parar em outubro. Para preservar o nível de emprego, explicou, é preciso corrigir o rumo da política econômica, com diminuição da taxa de juros, redução dos impostos e aumento da oferta de crédito. “Se continuar esta falta de atenção com o emprego, vamos, sim, organizar uma paralisação no final de outubro. Eu espero que não precise disto.”

CPMF

Ao comentar possível recuo do Governo em relação à volta da CPMF, Skaf disse que isso seria “muito bom”, mas ressalvou que nenhum aumento da carga tributária será aceito pela sociedade. “Caso se tente a volta da CPMF, vamos fazer movimento muito forte no Congresso Nacional para derrubar, não permitir que seja aprovada. E se for necessário, vamos fazer movimento de rua.”

O presidente da Fiesp e do Ciesp, durante reunião com empresários em Rio Claro. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp