Etiene Medeiros ganha uma de ouro e uma de prata e bate recorde pan-americano

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Ouro, recorde, primeira mulher brasileira no lugar mais alto do pódio em Jogos Pan-Americanos e o sexto melhor tempo do mundo. Etiene Medeiros, nadadora do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e da seleção brasileira, não só chegou em primeiro lugar na prova dos 100 metros costas, na noite desta sexta-feira (17/7), como dominou as conquistas do dia. Na sequência nadou os 50 metros livre e garantiu a prata com o tempo de 24s55 e o recorde sul-americano.

Com o tempo de 59s61, a brasileira superou o recorde pan-americano, antes defendido pela americana Olivia Smoliga (1m00s35), levou a medalha de ouro chegando na frente das norte-americanas Olivia (1m00s06) e Clara Smiddy (1m00s49) e agora aparece no ranking com o sexto melhor tempo do mundo nos 100m costas. Além disso, é a primeira mulher brasileira a conquistar o ouro Pan-Americano.

Etiene começou o dia nadando a prova na fase eliminatória e se classificou para a final com o terceiro melhor tempo (1m00s74). Poucos minutos depois, a atleta caiu na piscina para as eliminatórias dos 50m livre e não só se classificou para a final com o segundo melhor tempo como bateu o recorde pan-americano, com 24s75. Na sequência a nadadora das Bahamas diminuiu ainda mais o tempo e estabeleceu um novo recorde (24s31).

Na final, a nadadora brasileira baixou o seu tempo da manhã, nadou com 24s55 e garantiu a medalha de prata, atrás apenas da nadadora das Bahamas, Arianna Vanderpool (24s38). E mais uma vez Etiene quebrou um recorde: nesta prova superou o recorde sul-americano, que ela própria defendia.

Etiene Medeiros com a medalha de ouro dos 100m costas. Foto: Satiro Sodré/SSPress - CBDA Divulgação

Etiene Medeiros com a medalha de ouro dos 100m costas. Foto: Satiro Sodré/SSPress - CBDA Divulgação

Sesi-SP tem 22 atletas convocados para representar o Brasil no Pan-Americano de Toronto

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Os Jogos Pan-Americanos de Toronto deve contar com 22 atletas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) disputando medalhas em seis modalidades. Durante os 16 dias de competições, cerca de 6 mil competidores de 41 nacionalidades vão perseguir o pódio em 36 modalidades.

As equipes brasileiras contam com três atletas do Sesi-SP de polo aquático, quatro da natação, dois do triathlon, três da luta olímpica, quatro do judô e cinco do vôlei. O jogador de polo aquático, Tony Azevedo, convocado para a seleção dos Estados Unidos.

Já em clima de concentração, as equipes seguem embarcando para o Canadá. No polo aquático, primeira modalidade a competir, antes mesmo da abertura oficial, os atletas Gustavo Grummy, Paulo Salemi e Bernardo Reis foram para Toronto desde o dia 2 de julho e já estrearam na competição com vitória sobre os canadenses por 11 a 9.

Na terça-feira foi a vez da dupla do triathlon Reinaldo Colucci e Luísa Baptista viajarem para Toronto. A equipe de natação, composta por Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Jéssica Cavalheiro e Bruna Primati, embarca na noite desta quarta-feira (08/7).

Atletas convocados
Reinaldo Colucci (Triathlon)
Luisa de Baptista Bastos Duarte (Triathlon)
Gustavo de Freitas Guimarães/Grummy (Polo Aquático)
Bernardo Reis Lopes Rocha/Braga (Polo Aquático)
Paulo Salemi (Polo Aquático)
Anthony Lawrence da Rocha Azevedo/Tony Azevedo (Polo Aquático)
Bruna Veronez Primati (Natação)
Daynara de Paula (Natação)
Etiene Pires de Medeiros (Natação)
Jessica Cavalheiro (Natação)
Aline da Silva Ferreira (Luta Olímpica)
Gilda Maria de Oliveira (Luta Olímpica)
Kamila Barbosa de Vito da Silva (Luta Olímpica)
Douglas Correia de Souza (Vôlei)
Rafael Araújo (Vôlei)
Thiago Pontes Veloso/Thiaguinho (Vôlei)
Angelica Malinverno (Vôlei)
Jaqueline M. P. de Carvalho Endres (Vôlei)
Matheus Storti Monteiro Rocha (Judô)
Euler Igor Gonçalves Pereira (Judô)
Ellen de Oliveira Furtado (Judô)
Karol Priscila Bueno Salvador Gimenes (Judô)

Com gol de Gustavo Grummy, equipe de polo aquático do Brasil estreia com vitória no Pan-Americano

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Contando com três jogadores do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), a seleção brasileira masculina de polo aquático venceu na noite desta terça-feira (07/7) o Canadá, por 11 a 9 (BRA 4-2 CAN, 3-4, 4-1 e 0-2), na estreia dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Gustavo “Grummy” Guimarães foi um dos autores dos gols da conquista.

A partida, disputada no Atos Markham Pan Am / Parapan Am Centre, Canadá, começou com o Brasil abrindo três gols de vantagem. A equipe da casa chegou a encostar no placar (3 a 2), mas, faltando 25 segundos para o final do primeiro quarto, a seleção brasileira ampliou e encerrou com 4 a 2. No segundo período foi a vez dos canadenses entrarem com força e passar à frente no marcador (5 a 4). O Brasil respondeu, passou no marcador, sofreu o empate e ao final estava mais uma vez na frente com 7 a 6.

Atleta do Sesi-SP, Grummy representa o Brasil no Pan de Toronto. Foto: Satiro Sodré/CBDA

Atleta do Sesi-SP, Grummy representa o Brasil no Pan de Toronto. Foto: Satiro Sodré/CBDA

 

O terceiro quarto começou com um pênalti para cada lado. Perrone marcou pelo Brasil, e depois, John Conway marcou para o Canadá. Os períodos finais seguiram dominados pelos brasileiros, que chegaram a abrir a maior vantagem da partida ao fazer 11 a 7. Mesmo com os dois gols do Canadá no último quarto, o jogo acabou com o placar favorável para o Brasil (11 a 9).

No grupo B com a Venezuela, México e Canadá, a seleção brasileira saiu na frente com dois pontos após a vitória sobre os canadenses e o empate entre venezuelanos e mexicanos (9 a 9). O Brasil volta a jogar nesta quarta-feira (8/07), contra a Venezuela, a partir das 21h08, horário de Brasília.

Próximos confrontos
Dia 8/07 – quarta-feira
20h08 (21h08) – Venezuela x Brasil – grupo B

Dia 9/07 – quinta-feira
16h08 (17h08) – Brasil x México – grupo B

Dia 13/07 – segunda-feira
18h08 (19h08) – Semifinal
20h08 (21h08) – Semifinal

Dia 15/07 – quarta-feira
18h08 (19h08) – Disputa do bronze
20h08 (21h08) – Disputa do ouro