Fiesp, Ciesp e entidades da sociedade civil lançam no dia 11/11 o ‘Pacto pela Mediação’

Agência Indusnet Fiesp

A Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), entidades representativas, empresas e escritórios de advocacia assinam nesta terça-feira (11/11) a adesão ao “Pacto de Mediação”.

O ato é um dos momentos da programação de evento organizado pela Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Ciesp/Fiesp. O objetivo é abrir caminho para estimular a cultura da mediação na solução de conflitos entre empresas e substituir a cultura do litígio, predominante hoje no Brasil.

Ao assinarem o documento, entidades e empresas vão assumir o compromisso de adotar e fomentar práticas de métodos consensuais de solução de conflitos, tais como a mediação e a conciliação, antes de ingressar no Judiciário.

Para o professor Kazuo Watanabe, presidente do Conselho Superior da Câmara CIiesp/Fiesp, a mediação é um processo célere e confidencial, que, muitas vezes, é mais adequada que sentenças judiciais para a solução de vários tipos de conflitos de interesses. 

Watanabe, um dos líderes do Pacto, considera que a política de utilização de meios consensuais de resolução de disputas no setor empresarial gera redução de custos.

Ele cita como exemplo o programa de Early Dispute Resolution (EDR) – o programa de solução antecipada de disputas desenvolvido pela General Electric (GE) na década de 1990) que resultou em economia de R$ 40 milhões em 2000 para toda a companhia. 

Participantes
Nos Estados Unidos, a mediação vem sendo a escolha mais frequente nos últimos anos. Mais de 4 mil empresas e 1,2 mil escritórios de advocacia já aderiram ao pacto, que foi lançado em 1998 pelo International Institute for Conflict Prevention & Resolution (CPR), cujo representante estará no lançamento do Pacto em São Paulo.

As empresas americanas que tiverem franquias no Brasil também devem assinar o “Pacto de Mediação”. No evento, já estão confirmados o Itaú Unibanco, Walmart, Shell, a seguradora IRB, Febraban, Caixa, Itaú, Federação do Comércio, OAB, IASP, AASP, Universidades (USP/Direito, PUC, FMU, FGV/Direito, FAAP, Mackenzie, entre outras) e CESA (Centro de Estudos dos Escritórios de Advocacia). 

Seminário
No período da tarde, a programação prossegue com o Seminário “Assinei o Pacto, e agora?”.

O primeiro painel vai expor experiências de empresas que utilizaram a mediação na solução de conflitos.

No segundo painel, representantes de escritórios de advocacia vão debater as estratégias consensuais. Entre os participantes estão Celso Mori, do Pinheiro Neto Advogados; Eduardo Damião Gonçalves, do Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados; Fernando Serec, do Tozzini Freire Advogados; e Eliane Carvalho, do Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados.

Os ex-ministros Sydney Sanches e Ellen Gracie, respectivamente, presidente e vice-presidente da Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem Ciesp/Fiesp também participam da programação.

Serviço

Lançamento do “Pacto de Mediação”
Data: 11 de novembro (terça-feira)
Horário: das 9h às 18h
Local: Edifício-sede Ciesp/Fiesp
Endereço: Avenida Paulista, 1313, 15º andar