Robótica muda vidas nas escolas do Sesi-SP

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

Ele só queria saber de jogar futebol. E inclusive estava participando de testes para tentar ingressar num time profissional. Tudo mudou quando começou a estudar na escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), em Ourinhos, no interior paulista. Ao descobrir a robótica, Luiz Felipe Carvalho descobriu também a sua verdadeira vocação.

“Foi a robótica que definiu a minha carreira”, conta ele, hoje estudante de Engenharia Elétrica na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. “Valeu a pena gastar cada minuto do meu tempo com isso, uso o que aprendi na faculdade”, diz. “Tive facilidade com algumas disciplinas por já ter um raciocínio lógico mais desenvolvido, que consegui com os treinos e competições das quais participei na época do Sesi”.

E isso não foi tudo: “Acho que me tornei uma pessoa melhor”, diz Carvalho. “Aprendi a trabalhar em equipe e a falar em público, habilidades que vou levar para a vida”.

Assim como Luiz Felipe, muitas outras crianças e jovens têm e para sempre terão as melhores lembranças em relação à robótica nas escolas do Sesi-SP. Para começar, todas as 172 unidades da rede oferecem a prática para os seus alunos, estimulados a ingressar nas equipes e a participar de competições dentro e fora do Brasil.

Prova desse empenho, sete equipes da instituição ocuparam os sete primeiros lugares no Torneio Nacional da área em 2016, sendo o primeiro lugar do time da unidade de Americana. “Desde o primeiro ano do fundamental os nossos alunos têm vivências de ciência e tecnologia”, explica o assessor da Superintendência do Sesi-SP Mario Eugênio Simões Onofre. “O objetivo é estimular o conhecimento, aprender formas diferentes de estudar matemática e física, por exemplo”.

De acordo com Onofre, entre o primeiro e o quinto ano do ensino fundamental os estudantes já começam a montar blocos e ter acesso a conceitos de mecânica como o uso de alavancas e engrenagens. Uma espécie de ensaio para o ingresso nos times de robótica por quem tiver interesse na área, a partir do sexto ano. “Nossos alunos sabem que podem ir longe caso se empenhem”, afirma.

E eles vão longe sim. Com direito a passaporte carimbado. Somente em 2016, 56 jovens já viajaram para dois campeonatos internacionais: o World Festival, em Saint Louis, nos Estados Unidos, e o Open European Championship, em Tenerife, na Espanha. No país de Barack Obama, a equipe da escola de Americana ficou em primeiro lugar na categoria Trabalho em Equipe, com o grupo de Jundiaí em terceiro em Programação do Robô. Já na Espanha o primeiro lugar geral foi para a unidade do Sesi-SP de Ourinhos, com a equipe de Boituva em primeiro no quesito “Gracious Professionalism” (ou profissionalismo gracioso em tradução livre).

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, o investimento nas viagens internacionais é prova do empenho da indústria paulista no que se refere à educação. “Sabemos que o momento do país não é fácil, isso atingiu fortemente a indústria de São Paulo. Mas, devido ao resultado extraordinário alcançado por vocês, as sete equipes que conquistaram uma vaga terão a oportunidade de disputar as competições no exterior”, disse Skaf em encontro com os participantes da robótica realizado em São Paulo, em abril.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Skaf e representantes do Sesi-SP durante encontro com os competidores da robótica: apoio da indústria. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Na ocasião, Skaf ressaltou o esforço da indústria de São Paulo para continuar investindo em educação e pediu aos alunos que se dediquem aos estudos e que assumam o compromisso de ser bons cidadãos. “Sabemos que uma nação forte se faz com bons brasileiros, e isso é o que esperamos de cada um de vocês”, disse o presidente aos estudantes.

Para ajudar a equipe

Vencedor na Espanha, Gabriel de Oliveira Rodriguez, do time de Boituva, tem uma razão ainda mais especial para ter orgulho de seu primeiro lugar. Aos 15 anos, ele descobriu um câncer de testículo. Como já era integrante do time de robótica de sua escola, não quis abandonar os treinos e os planos de participar das competições.

“Eu só queria me cuidar logo, estar bem para ajudar a minha equipe”, diz Rodriguez. “A robótica mudou a minha vida”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Gabriel de Oliveira Rodriguez: “A robótica mudou a minha vida”. Foto: Arquivo Pessoal


Com planos de entrar na faculdade de Automação Industrial, ele já viajou para competir em Brasília, em Joanesburgo, na África do Sul, e em Tenerife, na Espanha. “Foram viagens das quais eu vou lembrar para sempre”, conta.

Testemunha desse entusiasmo, a mãe do adolescente, Paula Rodriguez, conta que o seu filho “não teve muito tempo de pensar na doença”. “Quando íamos fazer quimioterapia, em Sorocaba, ele já ficava ansioso querendo voltar para treinar”, lembra. “O foco dele estava na robótica, não no câncer. Sou muito grata ao Sesi-SP”.

Homenageados

Supervisor técnico educacional do Sesi-SP, Ivanei Nunes conta que a trajetória vitoriosa da instituição na área começou em 2007, com a primeira participação em um torneio estadual em 2009. “Em 2013 tivemos o nosso primeiro prêmio importante, com o time de Ourinhos em segundo lugar no World Festival, nos Estados Unidos”, lembra.

Após as disputas, segundo Nunes, todos os estudantes são recebidos e homenageados na sede do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). “A robótica é uma atividade enraizada na rede”, diz. “A vontade de participar e vencer atinge a todos”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Equipe de Ourinhos dá ao Sesi-SP terceiro título internacional de robótica

Alex de Souza, Agência Indusnet Fiesp

A equipe Sesi Robotics School, de Ourinhos, foi a grande campeã do Open European Championship, torneio internacional de robótica realizado em Tenerife, Espanha, de 4 a 7 de maio. Os alunos de Ourinhos obtiveram a pontuação máxima na classificação geral e subiram ao lugar mais alto do pódio, superando mais de 40 equipes do mundo inteiro.

Outros dois times da entidade participaram da competição: Sesi Thunderbóticos, de Rio Claro, e Sesi Mega Snakes, de Boituva. Os alunos de Boituva conquistaram o primeiro lugar no quesito Profissionalismo Gracioso.

Com o título de campeão geral do torneio, no último fim de semana, o Sesi-SP acumula três vitórias em competições internacionais – duas delas alcançadas no ano passado. A equipe do bairro do Ipiranga, na Capital, venceu o torneio da África do Sul, e o time de São José do Rio Preto levou o primeiro lugar na Austrália.

De 1º a 4 de junho, os estudantes de Bauru e de São José do Rio Preto disputarão o Philippine Islands Invitation, em Mactan Cebu, Filipinas.

No mês passado, alunos de Americana e de Jundiaí também foram premiados no FLL World Festival, disputado Em St. Louis, nos Estados Unidos.

O torneio

No circuito internacional de robótica, além das provas práticas, com os robôs, os estudantes também apresentam um projeto de pesquisa, que para esta temporada tem como tema Trash Trek.

Como parte do desafio, os alunos devem identificar problemas relacionados ao lixo e apontar soluções inovadoras para diminuir sua produção, indicar maneiras eficientes de realizar o reaproveitamento de resíduos, bem como o transporte e o armazenamento desses materiais descartados. Nas competições internacionais, o idioma oficial é o inglês.

Para saber mais sobre o Torneio de Robótica e as equipes participantes, visite a página facebook.com/roboticasesi

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Equipe Sesi Robotics School vence torneio internacional de Robótica na Espanha. Foto: Divulgação

Perfil Exportador Paulista

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

O Perfil Exportador Paulista (PEP) é um relatório anual que oferece uma perspectiva mais detalhada das exportações do Estado, por meio de uma abertura setorial e também regional.  O estudo classifica os produtos conforme seu nível de intensidade tecnológica e tem por objetivo contribuir para a elaboração de políticas públicas, que aumentem a competitividade do comércio exterior paulista. As informações foram cedidas pelo Departamento de Estatística e Apoio à Exportação (Deaex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic). A elaboração da análise é do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Sesi-SP de Ourinhos: escola e CAT recebem investimentos de R$ 10,6 milhões

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp, de Ourinhos

A área da escola e do Centro de Atividades (CAT) do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) de Ourinhos, município a aproximadamente 370 quilômetros da capital, possui 54 mil metros quadrados, e foi equipada com novas quadras para esportes, novos laboratórios, bibliotecas e salas de aula. A cozinha e o refeitório também foram reformados e ampliados. Para repaginar a área, foram investidos R$ 10,6 milhões ao todo.

Do volume total, R$ 9,1 milhões foram aplicados na escola do Sesi-SP, com a construção de nove salas novas, laboratórios de química, física e biologia, um segundo laboratório de informática e uma sala de ciência e tecnologia.

Outros R$ 1,5 milhão foram destinados para a reforma do CAT. Uma nova quadra poliesportiva foi construída, além de um campo de futebol com grama sintética.

Skaf em Ourinhos: mais estrutura e mais conforto para os alunos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf em Ourinhos: mais estrutura e mais conforto para os alunos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Segundo o diretor da Divisão de Educação e Qualidade de Vida do Sesi-SP, Fernando Carvalho, a reforma tem a finalidade de proporcionar mais conforto para os alunos”. Segundo ele, 485 alunos estudam nessa escola do Sesi-SP, entre ensino fundamental e médio.

PAF

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, visitou no fim da tarde desta terça-feira (06/05) as novas instalações. Durante sua passagem pela unidade, Skaf assinou convênio com três munícipios vizinhos a Ourinhos para implantar o Programa Sesi-SP Atleta do Futuro (PAF).

Em Tejupá, 155 crianças e adolescentes de seis a 17 anos vão praticar futebol. Em Salto Grande, outros 220 meninos e meninas terão a oportunidade de praticar futsal, mesma modalidade que será ensinada a 225 crianças e jovens em Canitar.

Segundo o diretor de Esportes e Qualidade de Vida do Sesi-SP, Alexandre Pflug, o PAF já contempla 226 municípios.

“São quase 100 mil jovens praticando esportes com metodologia do Sesi-SP”, informou Skaf.


Sesi-SP leva unidade móvel de nutrição a Cotia, Ourinhos e Sumaré

Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo  (Sesi-SP) promoverá cursos educativos do programa “Alimente-se Bem” em três cidades do interior paulista: Ourinhos (de 29 de outubro a 08 de novembro), Cotia e Sumaré (de 29/10 a 23/11). Em Ourinhos, a previsão de atender gratuitamente 180 pessoas, enquanto em Cotia e Sumaré serão mais de 400 pessoas atendidas em cada cidade.

As aulas serão ministradas nas unidades móveis do Sesi-SP – carretas totalmente adaptadas com eletrodomésticos e utensílios de cozinha. A grande novidade é o curso “Alimente-se Bem – Ceia de Natal”, que ensinará receitas especiais para as comemorações de dezembro.

Ao final do curso, o aluno poderá adquirir livro com as receitas desenvolvidas pela equipe de nutricionistas do Sesi-SP.

Unidades móveis

Construídas no Centro de Treinamento Senai-SP de Lençóis Paulista, as cinco unidades móveis do Sesi-SP têm capacidade de atendimento para 30 participantes por turma, comportando até quatro grupos por dia. Isso é viável graças a um sistema retrátil, que faz surgir uma sala integrada à estrutura do caminhão quando ele está estacionado.

Os cursos do “Alimente-se Bem” unem teoria e prática, com o objetivo de ensinar preceitos de uma alimentação saudável, econômica e sem desperdício, além de aumentar o consumo de vegetais e a utilização integral dos alimentos.

Todas as aulas são ministradas por nutricionistas do Sesi-SP, que preparam receitas balanceadas, nutritivas, econômicas e com ingredientes de fácil acesso. Os calendários são elaborados com o intuito de atender o maior número de alunos, respeitando o máximo permitido e o horário de trabalho da equipe técnica.

Serviços:

Cursos do programa Alimente-se Bem

Ourinhos
Endereço do curso: Rua Professora Maria José Ferreira, 100 – Bairro das Crianças – Ourinhos
Endereço para inscrições: Rua Professora Maria José Ferreira, 100 – Bairro das Crianças – Ourinhos
Informações: (14) 3302-3517

Cotia
Endereço do curso: Rua Mesopotâmia, 300 – Jardim Passargada – Moinho Velho – Cotia
Endereço para inscrições: Rua Mesopotâmia, 300 – Jardim Passargada – Moinho Velho – Cotia
Informações: (11) 4612-3323 Ramal 202 ou 203

Sumaré
Cursos do programa Alimente-se Bem
Endereço do curso: Rua: Amazonas, 99 – Jardim Nova Veneza – Sumaré.
Endereço para inscrições: Rua: Amazonas, 99 – Jardim Nova Veneza – Sumaré.
Informações: (19) 3854–5855.

Nova unidade do Senai em Ourinhos vai oferecer mais de 60 cursos profissionalizantes

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

O presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, participou nesta sexta-feira (19/04) da cerimônia de inauguração do novo centro de treinamento tecnológico do Senai-SP em Ourinhos, município a aproximadamente 370 km da capital paulista. O evento contou com a presença dos alunos, pais e autoridades locais e de cidades vizinhas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Paulo Skaf com alunos e professores, durante inauguração. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Com 2.500 metros quadrados, a nova escola do Senai Ourinhos é composta por oficinas e laboratórios equipados com alta tecnologia, onde são oferecidos mais de 60 cursos direcionados para as áreas de automação, eletroeletrônica, vestuário, segurança no trabalho e tecnologia de informação, entre outros. Além dos moradores de Ourinhos, a escola beneficiará estudantes de outros oito municípios: Canitar, Chavantes, Salto Grande, Ribeirão do Sul, Pirajú, Ibirarema, Campos Novos Paulistas e Palmital.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Vicioni: Senai estimula aluno a ampliar conhecimentos e superar limites. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Durante a visita, Skaf conheceu as novas instalações do centro de ensino e aproveitou a oportunidade para conversar com os estudantes, pais de alunos e docentes da instituição.

O presidente enfatizou a importância da educação no processo de formação do ser humano: “A grande preocupação da indústria paulista é que os estudantes adquiram conhecimento. Esta é a nossa riqueza, além de ser um importante capital que nós acreditamos que contribui para que o indivíduo se torne cada vez mais independente”.

Opinião compartilhada pelo diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni: “O Sistema Senai de formação profissional é um sistema único que estimula o aluno a ampliar os seus conhecimentos, superar os seus limites, descobrir novos talentos e aprender uma nova profissão”, enfatizou Vicioni.

Desenvolvimento social e econômico

A nova escola do Senai Ourinhos atende a cerca de 1.350 alunos e, segundo estimativa da instituição, aproximadamente 85% dos alunos egressos estão empregados. Números comemorados pela prefeita da cidade, Belkis Fernandes, que destacou a importância dos investimentos realizados na área da educação pelo Sesi-SP e pelo Senai-SP para o desenvolvimento social e econômico das cidades do interior: “Hoje é um momento de muita emoção. Esta escola é um ícone que representa o desenvolvimento de Ourinhos e de toda a região”, salientou.

Paulo Skaf reforçou que a indústria paulista apoia todas as iniciativas que estimulem o desenvolvimento social. “Milhares de alunos passam por estas escolas e têm mais oportunidade na vida, conseguem melhores empregos, melhores salários, têm mais autoestima. E isso tudo é altamente gratificante”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027299

Unidade oferece mais de 60 cursos. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Também presente na solenidade, o proprietário da fábrica de colchões Castor, Hélio Antônio Silva, tem no seu quadro de funcionários centenas de alunos formados pelo Senai-SP. Segundo ele, a construção do centro de ensino contribui para o desenvolvimento da indústria local: “É muito importante e muito gratificante a gente ter mão de obra qualificada. E o Senai-SP oferece uma oportunidade para que estes jovens estejam preparados para o mercado de trabalho. Apesar de muito jovens, eles [alunos do Senai-SP] são muito responsáveis e dedicados. E sabem respeitar o ambiente de trabalho.”

Educação que transforma

Atenta ao mercado de trabalho, a aluna do curso de eletromecânica, Nathália Ramos Marques, disse que o curso do Senai-SP será um diferencial no seu currículo na hora de buscar o seu primeiro emprego: “Essa área vai me abrir vários parâmetros para escolher o que eu vou fazer do meu futuro. É um conhecimento a mais. Aqui eu aprendi coisas que nunca imaginei. Hoje na minha casa, quando precisa instalar uma lâmpada, sou eu que instalo.”

Já para sua colega de curso, Ingrid Fernanda de Souza Bezerra, a principal lição que a estudante levará do Senai para sua vida é a importância do companheirismo e do trabalho em equipe: “A gente aprende aqui que você depende muito do seu parceiro para concluir o trabalho, não é uma coisa individual. Quando você aprende a trabalhar em equipe e ser companheira, você cresce muito mais”.

Leia mais

Agenda: Senai-SP inaugura nesta sexta (19/04) centro de treinamento em Ourinhos

Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) inaugura nesta sexta-feira (19/04), às 15h, o Centro de Treinamento Senai Ourinhos.

Criado para apoiar a competitividade das indústrias da região, o centro vai atender a cidade de Ourinhos – a aproximadamente 370kms da capital paulista – e outros oito municípios: Canitar, Chavantes, Salto Grande, Ribeirão do Sul, Pirajú, Ibirarema, Campos Novos Paulista e Palmital. Juntos, os municípios totalizam 350 mil habitantes.

Participam da solenidade o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Senai-SP, Paulo Skaf, o diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, empresários, representantes do poder publico e a comunidade em geral.

A unidade começou a operar no segundo semestre de 2010 e os investimentos em tecnologia foram concluídos no final do ano passado.

Com 2.500 metros quadrados, o centro é composto por oficinas e laboratórios equipados com alta tecnologia. São oferecidos mais de 60 cursos direcionados para as seguintes áreas tecnológicas: automação, automotiva, eletroeletrônica, gestão, logística, metalmecânica, metalurgia, segurança no trabalho, tecnologia da informação, transportes, vestuário e construção civil.

Os programas educacionais são voltados para jovens que buscam qualificação para o primeiro emprego e adultos interessados em obter capacitação básica, especialização técnica e atualização tecnológica. A escola também foi projetada para oferecer assessoria técnica e tecnológica para as empresas.

No ano passado, o Centro de Treinamento Senai Ourinhos contabilizou cerca de 3.000 matrículas. Atualmente, atende 1.350 estudantes. Segundo estimativas da escola, 85% dos alunos egressos estão empregados.

Serviço:
Evento: Inauguração do Centro de Treinamento Senai Ourinhos
Data: 19 de abril, às 15 horas.
Endereço: Rua Vitório Christoni, 1500 – Vila São Luis – Ourinhos