DMA da Fiesp participa de encontro sobre Rotulagem Ambiental

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

O Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Fiesp participou na semana passada de Oficina Regional de Rotulagem Ambiental. O workshop, especialmente voltado para países-membros do Mercosul, teve foco em conscientização e capacitação.

O diretor do DMA, Nelson Pereira dos Reis, esteve presente e lembrou que esse é o terceiro evento para os setores industriais, motivado pelo selo ambiental europeu, o Eco-Label, aplicável a alguns produtos futuramente. O primeiro deles ocorreu na Fiesp, em 2008.

“É um evento que atende à indústria no sentido de melhor prepará-la para mostrar atributos ambientais de seus produtos e ter acesso ao mercado europeu”, avaliou. Reis ressaltou, ainda, a importância da qualificação para a adoção do selo para que este não seja barreira técnica ao comércio de produtos brasileiros na Europa.

“A indústria brasileira está caminhando para a adequação e a conformidade das normas ambientais. Esta tendência é muito clara”, resumiu. Reis considerou, porém, que não se encontra capacitação ou qualificacão, nem recursos financeiros para este ajuste. Em especial, determinados esquemas de rotulagem.

Experiências

Durante o encontro, foram apresentadas as experiências em rotulagem ambiental, dentro ou fora dos moldes do Eco-Label, do México, da Índia, Argentina, Chile e Brasil. E, ainda, a participação do professor Armando Caldeira-Pires da Universidade de Brasília (UnB), além de informações sobre o Programa Brasileiro de Ciclo de Vida, criado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), para promover a continuidade da realização de inventários de ciclo de vida dos produtos brasileiros.

No Brasil, o primeiro setor capacitado foi o de papel e celulose, que obterá, neste ano, o Eco-Label para papel de impressão e escrita. A Oficina, realizada nos dias 19 e 20 de agosto, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), é parte do Programa Brasileiro de Rotulagem Ambiental.

Entre as entidades que patrocinaram a iniciativa, estão:

  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC);
  • Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) no Brasil;
  • Ministério das Relações Exteriores, Inmetro, Bracelpa/Associação Brasileira
  • Técnica de Celulose e Papel (ABTCP);
  • Comissão Europeia e Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).