Sesi-SP leva o Programa Atleta do Futuro para Cosmópolis e Nova Odessa

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Americana

A partir desta terça-feira (26/08), as cidades de Cosmópolis e Nova Odessa passam a integrar o Programa Atleta do Futuro (PAF), criado pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) para estimular a prática esportiva e a cidadania.

Os convênios foram formalizados em cerimônia realizada na escola Mendel Steinbruch, em Americana. O evento teve a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Benjamin Steinbruch, filho do patrono da escola, e do presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Rafael Cervone.

Steinbruch mostrou estar emocionado por visitar a escola que leva o nome de seu pai, se considerando apenas “a continuação piorada do que ele foi”. “Casualmente, essa é a primeira visita que faço como presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP. Vim antes para inaugurar a escola e tenho muito orgulho de estar aqui novamente”, contou. “Além de ter esse nome, a escola fica na região em que eu me criei. Meu pai era empresário do setor têxtil e a base dele era em Americana, onde eu passei a maior parte da minha infância.”

Steinbruch (de terno, ao centro), Cervone (à esquerda) e autoridades de Nova Odessa: 305 alunos atendidos na cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Steinbruch (de terno, ao centro), Cervone (à esquerda) e autoridades de Nova Odessa: 305 alunos atendidos na cidade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


O presidente também afirmou estar feliz pelos convênios do Programa Atleta do Futuro. “Estamos hoje fazendo a assinatura de duas parcerias importantes. Acreditamos que a melhor forma de educar as crianças, além de oferecer a educação tradicional, é o esporte. Para que depois, como cidadãos, eles possam ter noções de responsabilidade e companheirismo, além de despertar o espírito de competição, do querer fazer bem feito, do aprimoramento.”

O impossível

Ele lembrou que pensou em seguir carreira profissional no futebol, quando tinha 16 anos. Acabou desistindo por causa de uma sequência de fraturas no pé, mas continuou sendo fã do esporte.

“Queria ter me tornado esportista, representado o Brasil, ter sido o melhor da categoria. Isso ajudou a criar dentro de mim essa vontade de querer atingir sempre o impossível. Porque o possível é obrigação da gente”, declarou Steinbruch, que ressaltou a importância do Programa para o futuro das crianças e jovens.

Assinaturas

Em Cosmópolis, o convênio vai atender 305 alunos nas modalidades futsal e futebol. A medida foi assinada pelo prefeito, Antônio Fernandes Neto.

Na cidade de Nova Odessa, participam 200 alunos, que vão praticar futsal. O prefeito Benjamin Vieira de Souza esteve no evento para firmar a parceria.

Também participaram da cerimônia atletas de rendimento da equipe de Atletismo de Piracicaba, que realizaram uma clínica da modalidade com os alunos presentes.

Alexandre Pflug, diretor de Esporte e Qualidade de Vida do Sesi-SP, explicou como funciona o PAF. “Hoje, o Programa Atleta do Futuro é dividido em três grandes pilares: o envolvimento da família, as aulas de esporte propriamente ditas e os temas transversais. Isso faz do PAF um programa completo”, afirmou.

Skaf assina escritura de doação de terreno para construção de nova escola do Senai-SP em Guaratinguetá

Djalma Lima, Agência Indusnet Fiesp


Imagem relacionada a matéria - Id: 1539633731

Da esq. p/ dir.: O superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni; o prefeito de Guaratinguetá, Junior Fillippo; e o presidente da Fiesp/Sesi-SP/Senai-SP, Paulo Skaf. Foto: Junior Ruiz

Em cerimônia na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), nesta quarta-feira (31/10), o presidente Paulo Skaf recebeu do prefeito de Guaratinguetá (SP), Junior Fillippo, a doação de uma área de 21.856 metros quadrados.

O terreno destina-se à construção de uma escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) naquele município, cujo já está sendo desenvolvido pela área técnica da entidade.

“A indústria de São Paulo vem investindo pesadamente em educação, cultura e esporte para que as pessoas tenham melhor condição de vida e oportunidades”, ressaltou Skaf no ato de assinatura, lembrando que o Vale do Paraíba, por exemplo, já conta com inúmeras escolas do Senai-SP e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP).

E completou: “Taubaté, pelo seu desenvolvimento industrial, também merecia receber uma obra deste porte para a formação e a qualificação profissional de seus trabalhadores”.

Na mesma solenidade, o presidente das entidades recebeu do prefeito de Nova Odessa (SP), Manoel Samartin, efetivou a doação do terreno de aproximadamente 15 mil metros quadrados onde foi construída e já funciona uma escola do Sesi-SP.

A este terreno será incorporada mais uma área de 45 mil metros quadrados que o prefeito entregará futuramente à entidade, para ampliação da escola.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539633731

Da esq. p/ dir.: O secretário de Educação de Nova Odessa, Assis das Neves Grillo; Walter Vicioni; Paulo Skaf; a vice-prefeita de Nova Odessa, Salime Abdo; o deputado estadual Chico Sardelli, e o prefeito de Nova Odessa, Manoel Samartin. Foto: Junior Ruiz

Nova Odessa ganha primeira escola do Sesi-SP

Nova Odessa recebeu nesta quinta-feira (11) mais um incentivo para elevar o padrão de sua educação básica. Classificada em 8º lugar entre os 645 municípios do estado com melhor qualidade de ensino, a cidade acaba de ganhar uma escola do Sesi-SP.

Resultado da parceria com a prefeitura municipal, a unidade oferecerá Ensino Fundamental em período em tempo integral, Ensino Médio e o ensino articulado com a unidade do Senai-SP de Americana.

Segundo Paulo Skaf, presidente da Fiesp, do Ciesp e do Sesi-SP, essa é a 7º escola de sua gestão a disseminar o novo padrão educacional da entidade. “O maior patrimônio de uma pessoa é a educação, pois somente ela garante a independência e a emancipação do cidadão”.

Para agregar ao município esse referencial de excelência foram destinados pelo Sesi-SP e a prefeitura mais de R$ 6 milhões, entre obras, mobiliário e equipamentos. E novos investimentos estão programados para ampliar conforto aos alunos.

“Nossa primeira iniciativa, já em licitação, será a cobertura da quadra de esportes”, anunciou o presidente do Sesi-SP durante a solenidade de inauguração, que reuniu cerca de mil pessoas entre alunos, pais, professores, empresários e autoridades do legislativo e executivo.

Qualificação

O superintende operacional do Sesi-SP, Walter Vicioni, destacou que a educação também é um instrumento para o desenvolvimento econômico e social de uma região.

“Esse conceito está contemplado no novo modelo de ensino do Sesi-SP porque os alunos, a partir do segundo ano do Ensino Médio, podem cursar, gratuitamente, o curso técnico do Senai-SP, o que eleva a qualificação dos futuros profissionais da indústria”, disse Vicioni.

O prefeito Manoel Samartin lembrou que o município também ocupa o 83º lugar no estado no ranking da ocupação da mão de obra. “Certamente esta escola contribuirá para ocuparmos posições ainda melhores nas estatísticas educacionais e de emprego.”

Para atender mais de 500 alunos no ensino regular e a demanda de jovens e adultos que necessitam complementar seus estudos por meio do Novo Telecurso, a escola foi projetada com:

  • 12 salas de aula,
  • Duas áreas de convivência,
  • Recreio coberto,
  • Biblioteca escolar com acervo atualizado,
  • Laboratório de informática educacional,
  • Laboratório de ciência e tecnologia e quadra esportiva, além de ambientes administrativos e pedagógicos amplos e modernos.