Panorama de Medidas Regulatórias

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540352425 A existência de restrições regulatórias de natureza técnica, sanitária e fitossanitária impostas no exterior pode exigir da indústria brasileira esforços visando sensibilizar os empresários quanto ao caráter das exigências e às ações necessárias para alterá-las ou suprimi-las. Nesse contexto, torna-se necessário o desenvolvimento de ações orientadas à disseminação de informações sobre o tema, bem como sobre os recursos disponíveis para a legítima defesa dos interesses exportadores brasileiros.

O Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (DEREX) publicou, em outubro de 2014, o Guia de Medidas Regulatórias, documento que tem contribuído para o fomento das discussões relativas ao tema e para a conscientização dos exportadores brasileiros sobre os canais de comunicação pelos quais eventuais restrições desta natureza podem ser superadas.

Em continuidade aos esforços orientados à difusão deste tópico, o DEREX tem a satisfação de apresentar o Panorama de Medidas Regulatórias, boletim periódico contendo informações a respeito das principais iniciativas de natureza regulatória empreendidas no âmbito do comércio internacional. O documento também dispõe sobre as discussões relevantes tratadas em fóruns multilaterais de comércio sobre o tema ou em negociações internacionais em curso.

Guia de Medidas Regulatórias – exigências técnicas, sanitárias e fitossanitárias no comércio internacional

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540352425O Guia de Medidas Regulatórias é uma publicação do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (DEREX) da FIESP, com o objetivo de apresentar ao exportador brasileiro os conceitos básicos a respeito de exigências técnicas, sanitárias e fitossanitárias enfrentadas em mercados externos, bem como as ferramentas disponíveis para a mitigação de possíveis entraves comerciais oriundos destas exigências.

Para visualizar ou baixar o arquivo, acesse o menu ao lado.

Organizações confirmam presença em congresso e exposição da ABNT

Agência Indusnet Fiesp (com informações de  Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT)

O Exponorma – Congresso e Exposição, evento que a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) realizará nos dias 18 a 20 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, terá como tema “Normas técnicas: construindo confiança global”, o mesmo do Dia Mundial da Normalização, celebrado em 14 de outubro.

Desde a primeira edição, em 2007, o Exponorma comemora no Brasil a data dedicada aos especialistas que oferecem seus conhecimentos para a elaboração de normas técnicas mundo afora. O objetivo este ano é mostrar que produtos ou serviços que atendem às especificações ou aos requisitos de uma norma técnica tornam-se mais confiáveis, porque incorporam características essenciais relacionadas à qualidade, segurança e eficiência, entre outras.

Já confirmaram a participação como expositores: Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati); British Standards Institution (BSI); Instituto Aço Brasil (IABr), Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP) e Sindicato da Indústria de Artefatos de Ferro, Metais e Ferramentas em Geral no Estado de São Paulo (Sinafer). O BSI, que estreia este ano, é um grupo com sede em Londres, na Inglaterra, e escritórios em várias partes do mundo. Atua na prestação de serviços de certificação, treinamentos e normalização.

O evento conta até agora com os seguintes patrocinadores: Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Petrobras, Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os interessados em participar do congresso podem fazer inscrições pelo site www.exponorma.com.br.

Foro Nacional

A ABNT é o Foro Nacional de Normalização, por reconhecimento da sociedade brasileira desde a sua fundação em 28 de setembro de 1940 e confirmado pelo governo federal por meio de diversos instrumentos legais. É responsável pela publicação das Normas Brasileiras (NBR), elaboradas por seus Comitês Brasileiros (ABNT/CB), Organismos de Normalização Setorial (ABNT/ONS) ou pelas Comissões de Estudo Especiais (ABNT/CEE) por ela credenciados.

Os comitês são organizados numa base setorial, por área de conhecimento, ou para tratar de temas de normalização que interessem a diversos setores, como é o caso da Qualidade, da Gestão Ambiental e da Responsabilidade Social. Atualmente, a ABNT reúne 160 comitês técnicos e mantém um acervo com cerca de 10 mil normas.