Nobel de Física fará palestra sobre o futuro das energias nesta segunda-feira (15)

Em missão para a Organização das Nações Unidas (ONU) na América Latina e Caribe, o Prêmio Nobel de Física em 1984, Carlo Rubbia, vai ministrar nesta segunda-feira (15), às 15h, na Fiesp, a palestra “O futuro das energias”. Nela, o italiano vai abordar os novos reatores nucleares de alta eficiência e pouca geração de resíduos.

Físico que liderou um grupo responsável pela descoberta das partículas W e Z da matéria, Rubbia defende que não basta apenas reduzir as agressões ao meio ambiente. Para ele, é necessário desenvolver um modelo energético novo, com fontes de energia abundantes e baratas, como a solar e a nuclear.

Atualmente, o italiano é assessor de alto nível da Comissão Econômica das Nações Unidas para América Latina (Cepal). Ele estuda questões de desenvolvimento da região e analisa o desenho das perspectivas energéticas da América Latina e do Caribe.


Debate



Ao término da palestra de Rubbia será realizado um debate com os seguintes participantes: Fernando Xavier Ferreira, presidente do Conselho Superior de Infraestrutura (Coinfra) da Fiesp; Luiz Augusto Horta Nogueira, consultor das Nações Unidas para temas energéticos e professor titular do Instituto de Recursos Naturais da Universidade Federal de Itajubá; e Jean Cesari Negri, superintendente da Coordenadoria de Energia da Secretaria de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo.

“Será uma oportunidade para conhecer experiências de um especialista de alto nível, com visão de futuro, sobre as energias que o planeta poderá desenvolver”, avalia Carlos Cavalcanti, diretor de Energia da Fiesp, que fará a abertura do evento.


Serviço:

Palestra “O Futuro das Energias”


Data: 15 de junho (segunda-feira), às 15h

Local: Sede da Fiesp (Avenida Paulista, 1313, 4º andar)