No jornal Folha de S.Paulo, vice-presidente da Fiesp critica falta de incentivos aos resíduos

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544860334

Nelson Pereira dos Reis, vice-presidente da Fiesp e diretor-titular do DMA da entidade. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A coluna Mercado Aberto do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira (28/03) destaca que, mesmo após mais de dois anos da aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), os fabricantes e comerciantes encontram dificuldade em articular acordos setoriais de cooperação. Uma das principais queixas é a falta de incentivos para recolher e reciclar.

Ouvido pela reportagem, Nelson Pereira dos Reis, vice-presidente e diretor titular do Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), esclareceu que a política PNRS não favoreceu as indústrias.  “A ideia da política é muito boa, mas os incentivos fiscais ficaram de fora dela. A indústria foi onerada com a medida e o custo do descarte está embutido no preço do produto”.

A íntegra da matéria está disponível no portal da Folha de S. Paulo.