Exposição “Nelson Leirner 2011-1961 = 50 anos” vence 8º Prêmio Bravo! de Cultura

Agência Indusnet Fiesp

A exposição Nelson Leirner 2011-1961 = 50 anos, promovida pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) de 6 de setembro a 6 de novembro de 2011, foi a vencedora do 8º Prêmio Bravo! de Cultura na categoria Melhor Exposição.

A premiação, que contempla as áreas artísticas acompanhadas pela revista entre agosto de 2011 a julho de 2012, aconteceu na noite desta terça-feira (30/10), no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Com Lázaro Ramos como mestre de cerimônias, o evento reuniu várias personalidades, entre elas o cineasta Abbas Kiarostami e o ator Juca de Oliveira.


Serviço

Ao completar 80 anos, Nelson Leirner ganhou uma retrospectiva de seus 50 anos de carreira, na Galeria de Arte do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso.

A mostra dividiu a trajetória do artista em três fases, desde a mais convencional, com pinturas e desenhos, até a mais experimental, com intervenções e o uso de objetos em suas obras – passando pelo período do ensino da arte e da compreensão do espaço pedagógico como extensão de seu trabalho artístico.

Reconhecimento

O Prêmio Bravo! de Cultura reconhece e homenageia os melhores artistas da produção cultural do país nas áreas de artes visuais, cinema, teatro, dança, literatura, música popular e erudita.

Para chegar aos finalistas, a redação da Bravo! forma comissões julgadoras compostas por artistas, críticos, jornalistas e estudiosos que elegem os vencedores em 11 categorias. Nesta edição, os jurados convidados para a escolha da Melhor Exposição foram Bruno Moreschi, Mario Gioia e Rodolpho Parigi.

Leia mais

Arte de Nelson Leirner ganha Prêmio Governador do Estado para a Cultura

Danusa Etcheverria, Agência Indusnet Fiesp

A retrospectiva da brilhante e controvertida obra de Nelson Leirner, apresentada na Galeria de Arte do Sesi-SP, durante o segundo semestre de 2011, recebeu a distinção Governador do Estado para a Cultura, na categoria voto popular para Artes Visuais.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540212527

A produção do Sesi-SP foi escolhida pelo público com 1.483 votos. A cerimônia de premiação foi realizada na última terça-feira (24), no Palácio dos Bandeirantes.

A mostra Nelson Leirner -2011-1961 = 50 anos apresentou, gratuitamente, um apanhado dos anos em que o artista reinou absoluto no meio da arte e teve curadoria de Agnaldo Farias.

APCA, Shell, Femsa e Contigo de Teatro
As produções do Sesi-SP HellPíramo e TisbeO Silêncio depois da chuva Menecma foram indicadas às mais conceituadas premiações da quinta arte do país. Os espetáculos e a exposição estão na lista dos indicados de 2011 da APCA, Shell, Femsa e Contigo de Teatro.

As indicações incluem melhor espetáculo jovem, espetáculo drama, ator, atriz, autor, diretor, cenografia, e produção. As produções têm em sua essência o incentivo a montagens teatrais e plásticas como meios para descoberta de talentos e valorização da cultura.

VEJA OUTRAS PREMIAÇÕES

PRÊMIO FEMSA DE TEATRO INFANTIL E JOVEM

Melhor Espetáculo Jovem Píramo e Tisbe
Melhor Produção Píramo e Tisbe / Sesi-SP
Melhor Ator Júlio Oliveira (Píramo e Tisbe)
Melhor Atriz Greta Antonie (Píramo e Tisbe)
Melhor Atriz Coadjuvante Magali Biff (Píramo e Tisbe)
Melhor Iluminação Davi de Brito e Vânia Jaconis (Píramo e Tisbe)

PRÊMIO SHELL – Segundo Semestre

Melhor Autor Gustavo Colombini (O Silêncio depois da Chuva)
Melhor Cenografia Marisa Bentivegna (O Silêncio depois da Chuva)
Especial Grupo Teatro Popular de Ilhéus pela sátira em cordel
em “O inspetor geral”
Melhor Ator Roney Facchini por “Menecma”

PRÊMIO APCA

Melhor Diretor  Sérgio Ferrara (O Casamento Suspeitoso)
Melhor Atriz Nani Oliveira (O Casamento Suspeitoso)

PRÊMIO CONTIGO

Melhor Espetáculo Drama – Hell
Melhor Atriz Bárbara Paz

Prorrogada a exposição Nelson Leirner 2011-1961=50 anos

Agência Indusnet Fiesp

A mostra Nelson Leirner 2011-1961=50 anos, que reúne mais de 40 obras do irreverente artista Nelson Leirner, foi prorrogada até o dia 11 de dezembro de 2011. O público pode conferir a brilhante e controvertida trajetória de Leirner, gratuitamente, na Galeria de Arte do Sesi-SP.

A exposição é uma retrospectiva dos anos em que o artista reinou absoluto no meio da arte. Uma série que reúne as obras que o colocaram em posição de destaque na história cultural. A mostra inclui, ainda, monumental e inédita instalação “Um, nenhum e cem mil”, realizada ao longo dos últimos 15 anos.

Serviço
Exposição Nelson Leirner 2011-1961=50 anos
Local: Galeria de Arte do Sesi-SP – Av. Paulista, 1313, metrô Trianon-Masp
Datas e horários: até 11 de dezembro de 2011 – segunda-feira, das 11h às 20h; terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 19h
Informações: (11) 3146-7405 / 3146-7406 / http://www.sesisp.org.br/cultura/
Entrada: franca
Recomendação etária: Livre
Agendamento de grupos: (11) 3146-7396 – de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h

Leia mais:

Acompanhe a programação cultural do Sesi-SP

Nelson Leirner: “Sou um colecionador no sentido pleno”

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

“Sempre que leio uma crítica sobre o meu trabalho, a primeira palavra que aparece é irreverência. Como você vai fazer uma coisa sem humor?”, questionou o artista Nelson Leirner na noite desta segunda-feira (5), durante a abertura da exposição Nelson Leirner 2011-1961=50 anos, que reúne mais de 40 obras de sua autoria na Galeria de Arte do Sesi.

Cerca de 300 pessoas prestigiaram a abertura da mostra, entre elas a consultora de moda Costanza Pascolato e o rabino Henry Sobel, que teceu inúmeros elogios ao artista: “Tudo isto é uma revolução da arte. Ele está de parabéns”.

Admiradora do trabalho de Leirner, Carolina Marques ficou impressionada com as brincadeiras promovidas pelo artista na instalação Hobby, e disse que pretende trazer o filho para ver a exposição. “Tenho certeza que ele terá um olhar diferente do meu sobre cada obra”.

Colecionador compulsivo

Considerado um dos artistas mais controversos da história da arte brasileira, Nelson Leirner é um colecionador compulsivo, que recolhe objetos raros ou prosaicos com a propriedade de quem se interessa por fragmentos do espaço e do tempo. Em suas obras, usa objetos e imagens relacionadas à devoção religiosa e ao universo infantil com uma linguagem ideológica. Um exemplo é a obra Paulista Interativa (1984-2011).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540212527

Exposição Nelson Leirner 2011-1961=50 anos reúne mais de 40 obras do artista

“Leirner junta no mesmo espaço tanques de guerra, bichinhos, bonecos de guerra e obras religiosas. Tudo pertence ao mesmo lugar. Tudo isso é forjado e feito por homens que carregam consigo os interesses, preconceitos e rancores. Ideias construídas de forma arbitrária pela nossa cultura e que entram nas nossas casas como se fossem objetos pacíficos e dóceis. Ele mostra que o nosso mundo não se pauta por um padrão só. O que existe é uma confusão, uma mescla destas diversas temporalidades, destes diversos interesses”, ressaltou Agnaldo Farias, curador da mostra.

Durante a escolha das obras, o artista presenteou o público com a exibição inédita da instalação Um, nenhum e cem mil, realizada ao longo dos últimos 15 anos. Conhecido como Hobby, o espaço reúne cerca de três mil ilustrações e cartões postais, sobrepostos com adesivos de personagens infantis.

A instalação conta com ilustrações de obras famosas de artistas renascentistas e os quadros Monalisa e a Última Ceia, de Leonardo da Vinci. “Gosto de colecionar. Sou um colecionador nato, e aqui reúno várias das minhas coleções”, confidenciou o Leirner.

“Nesta exposição o público verá uma trajetória de 50 anos que não se encerram, que continua em efervescente produção. Os visitantes vão se surpreender com o inusitado e o sórdido por trás daquilo que é familiar”, completou o curador. A mostra ficará em cartaz na Galeria de Arte do Sesi até o dia 6 de novembro, com entrada franca.

Serviço:
Exposição: Nelson Leirner 2011-1961=50 anos
Local: Galeria de Arte do Sesi – Av. Paulista, 1.313, metrô Trianon-Masp
Datas e horários: 6 de setembro a 6 de novembro de 2011 – segunda-feira, das 11h às 20h; terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 19h
Informações: (11) 3146-7405 / 3146-7406 / www.sesisp.org.br/centrocultural
Entrada: franca
Recomendação etária: Livre
Agendamento de grupos: (11) 3146-7396 – de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h