Nadadores do Sesi-SP embarcam rumo a Sierra Nevada para treinamento em altitude

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Atletas da equipe de natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) embarcam nesta semana para Sierra Nevada, na Espanha, onde permanecem por 21 dias para o treinamento em altitude. Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Jéssica Cavalheiro e o técnico Fernando Vanzella foram convocados pela seleção e embarcam no sábado (24/01).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Sabrina Todão, Bruna Primati, Priscila Souza, Carolina Diamante, Renato Balan (treinador), Giovanny Lima e Isabel Fagundes. Foto: Arquivo pessoal

Além das nadadoras convocadas pela seleção, mais seis nomes foram relacionados para compor uma equipe do Sesi-SP, que embarcou na segunda-feira (19/01). Giovanny Lima, Bruna Primati, Carolina Diamante, Sabrina Todão, Priscila Souza e Isabel Fagundes realizarão uma série de treinos comandados pelo treinador Renato Balan, visando elevar o nível de cada competidor nas provas e aumentar as chances de convocação para a equipe brasileira.

Para Fernando Vanzella, é muito importante levar os atletas para a altitude no começo do ano e trabalhar todos os fundamentos aeróbicos e anaeróbios, mesmo com a distância de dois meses entre os treinamentos e a primeira competição do ano, o Troféu Maria Lenk.

“O treinamento em altitude é fundamental para a melhora na potência aeróbica e o trabalho anaeróbio. Por ser um lugar onde a oferta de oxigênio é menor, a pressão atmosférica também é baixa e existe uma necessidade do organismo se adaptar a esse ambiente, dificultando a execução dos exercícios”, diz Vanzella.

“O organismo busca uma adaptação e com isso ele se torna mais capaz para realizar atividades e competir com mais força quando retorna para o nível do mar. A distância de tempo entre os treinos e o Maria Lenk não prejudica os atletas. Tudo depende do que você trabalha na altitude. O que nós vamos fazer é um trabalho de melhorar a capacidade geral do nadador. Depois, quando retornar, nós vamos trabalhar as qualidades para ele se tornar mais potente dentro da água”, completa o treinador.

Além dos nadadores convocados, o biomecânico Fabiano Teixeira junta-se ao grupo para fornecer os dados mais detalhados de cada atleta durante o treinamento. Ele também vai realizar um intercâmbio com a área de biomecânica de Serra Nevada.

Na maratona aquática, Ana Marcela Cunha e seu técnico, Fernando Possenti, integram o grupo de treinamento. Com uma rotina puxada de treinos, realizando atividades em período integral, a atleta se prepara para uma temporada pré-olímpica e seu primeiro compromisso será em março, na etapa de abertura do Campeonato Brasileiro em Porto Belo, Santa Catarina.

Giovanna Diamante mira participação nos Jogos Olímpicos

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

Os últimos dias foram de conquistas importantes para a jovem nadadora Giovanna Diamante. Semana passada, na China, a atleta do Sesi-SP, de apenas 17 anos, conquistou a medalha de prata no revezamento 4x100m livre dos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Giovanna Diamante: “Meu objetivo é competir na Olimpíada de 2016. Independente de medalha, acho possível fazer uma boa participação”. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Na última quinta-feira (04/09), alcançou seu primeiro título absoluto na natação, ao cravar 2m11s11 nos 200 metros borboleta, no Troféu José Finkel, campeonato brasileiro disputado em piscina curta (25m) na cidade de Guaratinguetá, em São Paulo.

No Brasil ou na China, o talento de Giovanna passa a ser cada vez mais reconhecido, e os resultados vêm aparecendo, mesmo com uma rotina puxada de treinos e competições. “Cheguei da China no sábado (30/08) à noite e domingo de manhã já estava em Guaratinguetá”, conta a nadadora, que revelou estar um pouco cansada nos primeiros dias do Finkel.

Com a ascensão técnica e novas medalhas na coleção, Giovanna já pensa na grande competição que se avizinha, os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

“Meu objetivo é competir na Olimpíada de 2016. Independente de medalha, acho possível fazer uma boa participação”, conta.

Giovanna não se pressiona por um resultado expressivo no Rio porque sabe que a competição de 2016 não será sua única chance de conquistar uma medalha olímpica. “Também penso em 2020, estarei mais experiente e mais treinada”.

A atleta, que se dedica à natação desde os nove anos, elogia a estrutura do Sesi-SP, clube que defende desde 2013. “Gosto muito do Sesi-SP. Nunca vi uma estrutura assim em clube. Não pretendo sair”, conta.

Além da estrutura disponibilizada aos atletas, Giovanna valoriza a possibilidade de estimular meninas ainda mais jovens a praticarem a natação.

Ela conta que se sente fazendo parte da formação de uma nova geração de novos talentos. “Treino com outras nadadoras muito jovens, que também são da nossa equipe. É legal ver que eu estimulo elas a nadar”, conta.

O próximo desafio de Giovanna é em Doha, no Campeonato Mundial, em dezembro. “Espero honrar essa vaga que consegui no Finkel e ajudar as outras meninas com quem vou nadar o revezamento 4x100m”.

Ana Marcela quer a vitória no Canadá para aumentar a liderança e se aproximar do tri

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp 

Faltando apenas quatro provas para o final da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas de 10km, a nadadora do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Ana Marcela Cunha, nada em liderança folgada, com 74 pontos, 18 à frente da segunda colocada, Poliana Okimoto.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Ana Marcela: "Estar 18 pontos na frente traz um conforto, com certeza. Mas queremos fazer história e ganhar todas as etapas." Foto: Arquivo Pessoal.

Como sua rival brasileira não disputará a próxima etapa em Lac Magog (Canadá), nesta sexta-feira (01/08), a chance de Ana Marcela aumentar sua vantagem para as demais e se aproximar do título fica consideravelmente maior. A terceira colocada no ranking atual é a italiana Martina Grimaldi (34 pontos).

Mesmo com uma vantagem tão boa, a nadadora não quer saber de relaxar ou mudar a estratégia. Ela garante que entrará na água fria de Magog para vencer e ampliar ainda mais a distância no ranking.

“Estar 18 pontos na frente traz um conforto, com certeza. Mas queremos fazer história e ganhar todas as etapas. O primeiro lugar é o mais importante e não importa contra quem estamos nadando, o que importa é vencer”, disse Ana Marcela, apoiada pelo treinador Fernando Possenti, que destaca a possibilidade de um feito histórico pela atleta.

“Nunca uma nadadora que venceu a Copa esteve em todos os pódios da temporada. Nem mesmo a Ana, que ganhou em 2010 e 2012, conseguiu. Então queremos esse diferencial”, completou Possenti.

Entre as principais rivais na prova, Ana Marcela já elegeu sua maior concorrente. Para a bicampeã mundial, a chilena Kristel Kobrich, campeã sul-americana de 2014, tem algumas vantagens em Magog, mas nada que a experiência não possa superar.

“Aqui não venta muito e a água é mais parada, como ela gosta. Mas ainda não sabemos como será a prova. Já ouvi boatos sobre 10 voltas de 1km cada, mas só vamos saber mais pra frente. Acho que pela temperatura prevista, vai ser um pouco mais frio, o que para mim é melhor. E se tiver muita bóia, melhor também, pois exige mais técnica e experiência para fazer os contornos”, disse a líder do ranking.

Após nadar em Magog, Ana Marcela terá mais uma etapa no Canadá, no tradicional Lac Megantic, dia 09/08, antes de voltar ao Brasil para se preparar para o Troféu José Finkel, em setembro.

Natação do Sesi-SP disputa Copa na Holanda em preparação para o Maria Lenk

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp 

O principal objetivo para o mês de abril é o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – o Maria Lenk – disputado de 21 a 26 na piscina do Parque Ibirapuera, em São Paulo. Mas, antes, oito nadadoras do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) representarão o Brasil em 29 provas individuais na 10ª Copa de Eindhoven, na Holanda, de 10 a 13 de abril.

Quatro seniores e quatro juniores formarão a equipe: Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Jéssica Cavalheiro e Priscila Souza compõem a ala mais experiente, acompanhadas de Sabrina Todão, Bruna Primati, Giovanna Diamante e Patricia Neumann, as mais jovens do time. Com elas, viajarão os técnicos Fernando Vanzella e Thiago Budicin. Para Vanzella, a competição servirá para preparar as atletas e dar experiência internacional para o time.

“Temos uma série de competições importantes no Brasil que são seletivas para campeonatos brasileiros e torneios internacionais. No intuito de preparar bem as meninas do Sesi-SP para esses campeonatos brasileiros, a gente procura torneios aqui e lá fora que ajudem no processo”, disse o técnico. “A competição na Holanda sempre teve boas nadadoras no histórico, como holandesa Ranomi Kromowidjojo (medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim e Londres) e a sueca Sarah Sjöström (medalha de ouro no mundial em Roma, 2009). O nível é alto e é onde a gente sabe que elas precisam competir para se aproximar das rivais.”

Vanzella ressaltou a necessidade de colocar as atletas do Sesi-SP frente a frente com as adversárias internacionais. “A Etiene está indo com o melhor tempo nos 50m costas e o terceiro nos 100m costas. A Daynara vai com o terceiro melhor nos 100m borboleta. No Brasil, elas são absolutas, ganharam as provas nos últimos anos. Uma competição como essa é importante para elas serem testadas contra adversárias mais fortes e também para que o cenário internacional passe a conhecê-las melhor”.

Para Daynara de Paula, uma das mais experientes nadadoras do Sesi-SP, a Copa na Holanda serve tanto para as seniores como para as juniores tirarem lições, pelo nível que encontrarão em Eindhoven.

“É mais um importante treinamento fora do Brasil, principalmente porque aqui falta competitividade. O nível lá fora é muito maior. Para a equipe vai servir para fortalecer as meninas mais novas, que vão se acostumar com um ritmo diferente e mais pegado de treinos e competição. Já para mim é um ótimo aprendizado, pois a cobrança pelo resultado é diferente também. Eu me cobro bem mais”, disse a recordista sul-americana dos 50m borboleta.

Outro ponto importante para a nadadora do Sesi-SP é a possibilidade de realizar observações para o Maria Lenk, que será disputado logo em seguida, em São Paulo. “Serve como um treinamento para o Maria Lenk, pois ajuda a pegar ritmo de competição e funciona para nos prepararmos melhor. Não estaremos 100% ainda, mas ajuda muito para saber como nadaremos no Brasileiro”.

Relação Nadadoras Sesi-SP x Prova na 10ª Copa de Eindhoven:

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Natação: Sesi-SP fica em quarto lugar no Troféu José Finkel

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Giovanna Diamante, do Sesi-SP, ganhou quatro medalhas de prata - uma em prova individual e três em revezamento. Foto: CBDA

Com 877,50 pontos, a equipe de natação do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) ficou em quarto lugar no Troféu José Finkel, competição encerrada no sábado (17/08) no parque aquático do Sport Club Corinthians.

O primeiro lugar foi do Fiat/Minas, com 2.593,50. O Corinthians/Abdem ficou em segundo, com 1.919,50. O Pinheiros terminou em terceiro, com 1.631,50.

No quadro geral de medalhas, o Sesi-SP conseguiu quatro de ouro, seis de prata e três de bronze, 13 no total, ficando em quinto lugar, atrás de Fiat/Minas, Corinthians/Abdem, Pinheiros e Unisanta.

Na pontuação individual, Etiene Medeiros, do Sesi-SP, ganhou o troféu de índice técnico feminino, com 950 pontos.

No último dia (17/08) de competição, Daynara de Paula, do Sesi-SP, ficou em segundo lugar na prova dos 100m livre, com o tempo de 55s52. “Fiquei muito feliz com esse tempo. Eu não esperava. Pensava em fazer 56s, que já seria um bom tempo, mas nadei o tempo inteiro atrás da Frank [Heemskerk, do Fiat/Minas, vencedora da prova] e me surpreendi com o resultado. Ajudei bastante o Sesi-SP e saio muito feliz da competição”, disse Daynara ao site da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos.

As 13 medalhas do Sesi-SP no Troféu José Finkel 2013
Ouro

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Daynara de Paula. Duas medalhas de ouro e duas de prata. Foto: CBDA

. Daynara de Paula (50m borboleta)
. Daynara de Paula (100m borboleta)
. Etiene Medeiros (50m costas)
. Thiago Pereira (400m medley)

Prata

. Daynara de Paula (100m livre)
. Giovanna Diamante (200m borboleta)
. Jessica Cavalheiro (200m livre)
. Equipe feminina de revezamento 4x50m livre [Daynara de Paula, Giovanna Diamante, Sabrina Todão e Jessica Cavalheiro]
. Equipe feminina de revezamento 4x200m livre [Jessica Cavalheiro, Bruna Primati, Ana Marcela Cunha e Giovanna Diamante]
. Equipe feminina de revezamento 4×100m livre [Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Giovanna Diamante e Jessica Cavalheiro]

Bronze

. Ana Marcela Cunha (800m livre)
. Thiago Pereira (50m borboleta)
. Thiago Pereira (100m borboleta)


Etiene conquista marca histórica para a natação brasileira feminina

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

A natação feminina conquistou seu melhor resultado em Mundiais com a atleta do Sesi-SP, Etiene Medeiros, que conquistou o 4º lugar na prova dos 50m costas, no Mundial de Barcelona, nesta quinta-feira (01/08). Etiene terminou com o tempo de 27s83, apenas três décimos de segundo atrás da terceira colocada e do pódio.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Etiene, atleta do Sesi-SP , ajudou a natação feminina ter melhor resultado em Barcelna. Foto: CBDA

“Não estou acreditando ainda, estou muito feliz. Entrei na água para ganhar, mas estou pensando em 2016, quando quero estar entre as melhores do mundo”, disse a nadadora, em entrevista para a SporTV.

Etiene também agradeceu a força da sua família, do técnico Fernando Vanzella e do gestor da Natação do Sesi-SP, Nilson Garbaz.

A prova dos 50m costas foi vencida pela chinesa Jing Zhao com o tempo de 27s29, seguida pela também chinesa Yuanhul Fu, com 27s39. Em terceiro, ficou a japonesa Aya Terakawa, com 27s53.

Sesi-SP encerra Troféu Maria Lenk na quinta colocação geral e tem um dos destaques técnicos

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Etiene Medeiros. Foto: Satiro Sodré/CBDA

No encerramento da edição 2013 do Troféu Maria Lenk, no sábado (27/04), no Rio, o Sesi-SP somou 825 pontos e ficou com a quinta colocação geral, atrás do campeão Minas Tênis Clube (2245,50) e dos clubes Esporte Pinheiros (1757,50), Corinthians (1462,50) e  Unisanta (880).

Com o resultado, o Sesi-SP ganhou diploma especial por integrar o grupo dos 10 mais bem colocados do país. É o melhor desempenho do Sesi-SP em competições do esporte.

Na divisão por gênero, o Sesi-SP ficou em terceiro lugar no feminino, com 702 pontos – atrás do Minas (1301,50) e Corinthians (736,50).

Uma atleta do Sesi-SP, Etiene Medeiros, recebeu o troféu de melhor índice técnico da competição no feminino.

O último dia de competição

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Daynara de Paula. Foto: Sátiro Sodre/CBDA

No sábado (27/04), Sesi-SP subiu ao pódio mais duas vezes. Destaque para Daynara de Paula, que ficou com o ouro nos 100m livre. Com 55s27, a nadadora do Sesi-SP chegou em segundo lugar, atrás da holandesa Frederike Heemskerk, do Minas Tênis (54s52) – pelo regulamento do campeonato brasileiro absoluto  de natação, as medalhas são concedidas apenas aos atletas brasileiros.

Na prova dos 4x100m medley feminino, a equipe do Sesi-SP formada por Etiene Medeiros, Bruna Primati, Daynara de Paula e Jessica Cavalheiro chegou em terceiro lugar, com o tempo de 4m14s16. A prova foi vencida pelo Pinheiros.

Índices

Etiene Medeiros assegurou vaga no Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos de Barcelona, de 24 de julho a 4 de agosto, com o tempo de 1m01s00 na prova dos 100m costas. No masculino, Thiago Pereira assegurou sua presença em duas provas: 200m medley (1m57s48) e 400m medley (4m15s87).

Giovanna Diamante carimbou passaporte para o Mundial Junior de Dubai 2013 em duas provas: 100m borboleta –(1m01s78) e 200m borboleta (2m18s76).

No Chile, atletas do Sesi-SP conquistam quatro medalhas no Sul-Americano Juvenil de Natação

Agência Indusnet Fiesp 

Quatro atletas da equipe de natação do Sesi-SP – Bruna Primatti, Carolina Diamante, Mariana Serrano e Patrícia Newma –  fizeram bonito no Campeonato Sul-Americano Juvenil de Esporte Aquáticos.

Da equipe, três  receberam medalha de Ouro em suas provas e uma levou medalha de Prata.

Com o resultado, as atletas da indústria paulista ajudaram a seleção brasileira a conquistar o título de melhor equipe do continente, na categoria natação juvenil.

O Campeonato Sul-Americano Juvenil de Esporte Aquáticos, que acontece no Chile, teve início no último dia 12 de março e terá outras provas até o dia 24 de março.

Veja a classificação das atletas do Sesi-SP

  • Bruna Primatti – medalha de Ouro nos 400 metros medley  e  no revezamento 4×100 livre
  • Mariana Serrano – medalha de Ouro nos 200 metros borboleta
  • Patrícia Newma – medalha de Ouro nos 4×100 livre e Prata nos 200 costas

Leia mais:

Troféu José Finkel: atleta do Sesi-SP garante vaga na final dos 50m costas feminino

Talita Camargo e Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

No terceiro dia de competição do Troféu Jose Finkel de Natação, a atleta do Sesi-SP Gabriele Lima da Silva garantiu vaga na final dos 50 metros costas.

A nadadora de 17 anos competiu nesta quarta-feira (22/08) com o tempo de 29s14, abaixo da marca nas eliminatórias (29s09), mas o suficiente para ficar com o sétimo tempo geral e sair na raia 1 na final desta quinta-feira (23/08), no Sesi Vila Leopoldina, na zona oeste de São Paulo.

O melhor tempo das semifinais foi de uma atleta do Flamengo, Etiene Pires Medeiros, com 26s99, novo recorde da competição. A segunda foi Kelly Marie Subbins, também do clube carioca, com 28s36. Isabela Vicente Silva, do Corinthians, ficou em terceiro, com 28s92.

Ainda nessa prova, competiram nas eliminatórias outras atletas da entidade da indústria: Raine Rodrigues Almeida (30s91) e Olívia Blaya Frutuoso Salome (30s40). Também do Sesi-SP, Tayna Aparecida Santos disputou os 100 metros medley (01m10s94).

No masculino, brilha o medalhista olímpico

Nas provas masculinas, as atenções ficaram com Thiago Pereira. O medalhista olímpico (prata nos 400 metros medley em Londres-2012) bateu recorde sul americano no 100m medley, com 52s25. O recorde antigo de Thiago Pereira era de 52s35, em 2010.

Na mesma prova dos 100 metros medley, pela manhã, o atleta do Sesi-SP Jhonathan Mendes Silva fez o tempo de 1m01s45, competindo na raia ao lado do medalhista olímpico Thiago Pereira, que ganhara a bateria com facilidade, no tempo de 54s38.

Ainda nos 100 metros medley, o atleta do Sesi-SP Alan Galacini ficou em quarto lugar de sua bateria, com 1m00s53. Participaram dessa mesma disputa mais dois atletas do Sesi-SP: Vitor de Paula Lima Mafisolli (1m00s94) e Felipe Dias de Oliveira (58s82).

Pela manhã, o destaque foi para o nadador Guilherme Guido, do Esporte Clube Pinheiros. Ele superou seu recorde sul-americano do 50 metros costas, nadando em 23s31. Com o tempo atingido, Guido conseguiu o índice para o mundial de curta (23s74). Daniel Orzechowski, outro atleta do Pinheiros, também garantiu vaga para o mundial com o tempo de 23s71.

Clique aqui para ver a programação completa do campeonato.

Leia mais 

Paulo Skaf e Walter Vicioni participam da cerimônia de abertura do Troféu José Finkel

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), Paulo Skaf, e o presidente da Confederação Brasileira de Desportes Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes Filho, participaram nesta segunda-feira (20/08) da cerimônia oficial de abertura do 41º Troféu José Finkel de Natação (Brasileiro Absoluto de Inverno), realizado na piscina do Sesi Vila Leopoldina.

Também estiveram presentes ao evento o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni, o diretor da divisão do esporte do Sesi-SP, Alexandre Pflug, o diretor de obras do Sesi-SP e Senai-SP, Carlos Eduardo Cabanas, e as jogadoras do time de vôlei feminino do Sesi-SP.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Paulo Skaf (Fiesp) e Coaracy Nunes Filho (CBDA) entregam medalhas no Troféu José Finkel


Paulo Skaf agradeceu ao presidente da CBDA pela confiança no Sesi-SP para sediar o campeonato mais importante da natação nacional: “É uma satisfação muito grande receber tantos atletas de tantos clubes aqui no Sesi-SP. Quero dar as boas vindas e que vocês sejam bem-vindos a São Paulo e ao nosso Sesi-SP”.

Durante a solenidade, Skaf destacou que o esporte ocupa um papel de destaque na formação dos alunos a instituição. “Tudo isso está acontecendo no campus de uma escola. Nós acreditamos que através da educação é que se transforma o país”, afirmou o presidente das entidades da indústria.

O presidente da CDBA, Coaracy Nunes Filho, agradeceu os esforços promovidos pelo Sesi-SP durante a organização do campeonato nacional. “É com muita alegria e orgulho que a Confederação Brasileira de Desportes aquáticos realiza o seu mais importante evento do calendário de 2012, com a presença dos nossos atletas que estiveram recentemente nos Jogos Olímpicos de Londres. Essa é a melhor forma de homenagear os atletas da natação brasileira. Isto aqui é uma maravilha”, declarou Nunes Filho.

Na ocasião, o presidente da CDBA anunciou que o Sesi Vila Leopoldina será sede do Campeonato Brasileiro de Polo Aquático. “Vamos realizar nesta piscina a liga nacional de polo aquático. O polo aquático é um esporte muito popular aqui no Sesi-SP e vamos realizar outros eventos com a mesma categoria deste torneio. Aqui foi feito tudo de um modo para que os nossos atletas se sintam em casa, com a melhor forma de esporte possível e imaginável”, completou.

Eliminatórias

Na disputa da semifinal dos 50 metros livres, Bruno Fratus foi o primeiro colocado da sua bateria, com o tempo de 21seg73. Seguido por Gabriel Vasconcelos e Marcelo Chierighini, que empataram no segundo lugar com o tempo de 22seg13.

Já o campeão olímpico Cesar Cielo conseguiu baixar seu índice e fechou a bateria com o tempo de 21seg19, seguido por Nicholas dos Santos (21seg40) e Daniel Orzechowski (22seg00).

A final da prova dos 50 metros livres acontecerá nesta terça-feira (21/08).
Nos 200 metros costas, a atleta Joana Maranhão bateu o recorde sul-americano, com o tempo de 2min8seg34.

Clique aqui para ver a programação completa do campeonato.

Leia mais

Com estrelas e promessas da natação, José Finkel abre agenda de competições no Sesi Vila Leopoldina

Agência Indusnet Fiesp, com informações de Flávia Dias e Lucas Dantas

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

O medalhista olímpico Cesar Cielo compete no Sesi Vila Leopoldina

Pela primeira vez, o Sesi-SP é sede do Troféu José Finkel – o Campeonato Brasileiro de Natação. E o primeiro dia de competições na piscina do Sesi Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, nesta segunda-feira (20/08), mostrou suas credenciais.

Com o tempo de 21seg29, o nadador Cesar Cielo – recordista mundial dos 50m, ouro em Pequim e bronze em Londres – garantiu o índice para disputa dos 50 metros livres no campeonato mundial em piscina curta de Istambul, que acontecerá entre os dias 12 e 16 dezembro, na Turquia.

Cielo é uma das estrelas de um torneio que coloca nomes consagrados do esporte lado a lado como novatos como Sabrina Todão, do Sesi-SP. Em sua estreia na competição, a atleta ficou com a sétima colocação nas eliminatórias dos 50 metros livres, com o tempo de 27seg10. A prova contou com a presença da nadadora Flávia Delaroli, recordista brasileira da modalidade.

Na prova dos 200 metros costas, a atleta do Sesi-SP, Raine Rodrigues Almeida garantiu a 5ª colocação, com o tempo de 2min23seg59. Já a atleta Gabriela Lima da Silva ficou na 8ª posição, com o tempo de 2min33seg04. Fabíola Molina, nadadora que esteve em Sidney-2000, Pequim-2008 e Londres-2012, participou da competição.

O técnico da equipe de natação do Sesi-SP, Nilson Garbaz mostrou confiança com o desempenho dos atletas que comanda. “A gente tem uma equipe bastante nova, praticamente uma equipe de base, e conseguimos classificar 11 atletas para participar do José Finkel, que é um campeonato absoluto, bastante forte e que serve de seletiva para o campeonato mundial. Nossa expectativa é classificar quatro ou cinco atletas para as etapas finais.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Atleta Sabrina Tostão na prova do Troféu José Finkel

O Troféu José Finkel prossegue até o dia 25 de agosto, no CAT da Vila Leopoldina com eliminatórias sempre na parte da manhã, a partir das 9h, e semifinais e finais, na parte da tarde, a partir das 17h30. A competição é a única disputa nacional que classifica para o Mundial de Istambul.

A piscina do Centro de Atividade da Vila Leopoldina foi escolhida para sediar o evento por atender completamente às determinações da Federação Internacional de Natação (Fina): tem o tamanho adequado (33m x 25m, com 2,2m de profundidade), é aquecida, possui excelente iluminação e abriga, aproximadamente, dois milhões de litros de água.

Equipe do Sesi-SP tem estreantes no Troféu José Finkel de Natação

Flavia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Jovens talentos da natação brasileira e atletas renomados da modalidade esportiva participam, nesta segunda-feira (20/08) do primeiro dia de provas do Troféu José Finkel de Natação, realizado na piscina do Sesi Vila Leopoldina. O torneio é seletiva para o Mundial em Piscina Curta de Istambul, na Turquia, que acontecerá entre os dias 12 a 16 de dezembro.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542063944

Atleta Sabrina Tostão na prova do Troféu José Finkel

Em sua estreia na competição, a atleta Sabrina Todão ficou com a sétima colocação nas eliminatórias dos 50 metros livres, com o tempo de 27seg10. A prova contou com a presença da nadadora Flávia Delaroli, recordista brasileira da modalidade.

Na prova dos 200 metros costas, a atleta do Sesi-SP, Raine Rodrigues Almeida garantiu a 5ª colocação, com o tempo de 2min23seg59. Já a atleta Gabriela Lima da Silva ficou na 8ª posição, com o tempo de 2min33seg04. Um dos grandes nomes desta modalidade, a nadadora Fabíola Molina participou da competição.

O técnico da equipe de natação do Sesi-SP, Nilson Garbaz se mostrou bastante confiante com o desempenho dos atletas da indústria paulista na competição: “A gente tem uma equipe bastante nova, praticamente uma equipe de base e conseguimos classificar 11 atletas para participar do José Finkel, que é um campeonato absoluto, bastante forte e que serve de seletiva para o Campeonato Mundial. Nossa expectativa é classificar quatro ou cinco atletas para as etapas finais”