Foto: presidente da Fiesp participa de simpósio sobre candidatura paulistana à Expo 2020

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, participou na manhã desta sexta-feira (20/09) do simpósio “São Paulo: Força da Diversidade”.

Michel Temer discursa; sentados: Fernando Haddad, Nádia Campeão, Paulo Skaf e Rodrigo Tavares. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

O evento, dedicado a apresentar e promover a candidatura paulistana à Exposição Universal (Expo) 2020, reuniu delegados do Bureau Internacional de Exposições (BIE), que têm direito a voto para a escolha da cidade sede.

A cerimônia de abertura contou com pronunciamento do vice-presidente da República, Michel Temer, e da vice-prefeita de São Paulo e presidente do comitê de candidatura, ádia Campeão, além do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e do assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo de São Paulo, Rodrigo Tavares, entre outras autoridades.

Apoio da Fiesp

A Fiesp apoia a candidatura paulista à Expo 2020. Já em maio de 2012, o presidente da entidade, Paulo Skaf, recebeu o secretário-geral do BIE, e o acompanhou em visita à Brasília para um encontro com o vice-presidente da República, Michel Temer.

No início de outubro do ano passado, a Fiesp assinou um acordo de cooperação técnica com a prefeitura de São Paulo para a Expo 2020.

Em março deste ano, a entidade recebeu, em sua sede, a missão do comitê do Bureau Internacional de Exposições (BIE) que veio para inspecionar a candidatura de São Paulo em uma série de encontros que tiveram representantes do poder público municipal, estadual e federal.

Em junho, Skaf acompanhou, em Paris, na França, a apresentação da candidatura feita por Haddad.

Mostra inédita sobre os Jogos Olímpicos fica em cartaz no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso até domingo, 30/06

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Termina no próximo domingo (30/06) a exposição interativa “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP).

Exposição Jogos Olimpicos. Foto: Divulgacao/COB

 

A mostra, realizada no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, reúne cerca de 300 peças do acervo do Museu Olímpico do Comitê Internacional (COI) em Lausanne, na Suíça, que representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

De acordo com a curadora do Museu Olímpico, Frederique Jamolli, a iniciativa apresenta pela primeira vez no Brasil parte dos objetos da exposição permanente do museu de Lausanne.

“É a primeira vez que nosso acervo viaja para o Brasil e nós temos uma grande oportunidade de divulgar o movimento olímpico no país. O público terá a chance de ver coisas que normalmente são expostas apenas em Lausanne.”

A diretora cultural do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Christiane Paquelet, explicou por que São Paulo foi escolhida para abrigar a mostra: “É uma cidade muito especial, com uma população esportiva muito grande. Eu acho que a gente conseguiu fazer uma exposição em que o povo brasileiro conseguisse ter uma ideia do que é o museu olímpico e também facilitar o acesso as peças e imagens que contam esta história.”

Interatividade

Visitantes poderão ver objetos históricos (como as Piras Olímpicas) do acervo do Museu Olímpico do COI. Foto: Ayrton Vignola/FIESP

Para aproximar o público dos Jogos Olímpicos, a exposição foi dividida em oito módulos: Jogos da Antiguidade, O Sonho de Coubertin, Acendendo a Tocha, Cerimônias; Esportes e Medalhas; Mascotes; Memorabília e Time Brasil.

Durante a exposição, os visitantes poderão apreciar peças raras como a cópia do discurso proferido pelo Barão de Coubertin, em 1982 – com a proposta da criação dos Jogos Olímpicos-; a sapatilha e a medalha do brasileiro Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico nos jogos de Helsinque, em 1952, e Melbourne, em 1973; o uniforme do tenista suíço Roger Federer, nas Olímpiadas de Pequim (2008); e a tocha olímpica dos Jogos Olímpicos de Helsinque (1952).

Além disso, o público poderá interagir com algumas peças, como, por exemplo, empunhar a tocha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – com a Tower Bridge ao fundo -, tirar foto ao lado da famosa mascote Micha, das Olímpiadas de Moscou (1981) e participar de uma simulação de salto em distância. Além de jogos educativos, sala de cinema e visitas monitoradas.

Serviço:
Exposição Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte

Período expositivo: de 16 de abril a 30 de junho – às segundas, das 11h às 20h; de terça a sábado, das 10 às 20h; e domingo, das 10h às 19h.
Classificação indicativa: livre
Informações: (11) 3146-7405 e 7406
Agendamentos escolares e de grupos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h, pelo telefone (11) 3146-7396