Fiesp e Firjan promovem debate sobre segurança alimentar no Humanidade 2012

Katya Manira, Agência Indusnet Fiesp

Produzir alimentos para uma população mundial que já supera sete bilhões de pessoas levando em conta a sustentabilidade não é um desafio trivial. Para ampliar o debate, as Federações das Indústrias do Estado de São Paulo e do Rio de Janeiro (Fiesp e Firjan) promovem nesta terça-feira (19/06), das 9h às 16h, no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, o seminário Segurança alimentar e Sustentabilidade no Agronegócio.

Lideranças empresariais, pesquisadores e sociedade civil discutirão temas como tecnologia e segurança alimentar e o perfil do consumo de alimentos no mundo. O seminário faz parte da agenda do Humanidade 2012 – uma realização da Fiesp, do Sistema Firjan, da Fundação Roberto Marinho, do Sesi-SP, Senai-SP, Sesi Rio e Senai Rio, com patrocínio da Prefeitura do Rio, do Sebrae e da Caixa Econômica Federal –, evento oficial paralelo à Rio+20.

A proposta é reunir em um único dia os cases de sucesso do agronegócio brasileiro, mostrando as tecnologias empregadas para ampliar a produção de maneira sustentável. Dados levantados pela Fiesp mostram que, nos últimos 20 anos, o Brasil apresentou ganhos de produtividade cerca de quatro vezes superiores à média mundial e, com isso, conseguiu poupar mais de 50 milhões de hectares. Fato louvável para uma época em que a área global utilizada para produção de alimentos não acompanha o ritmo de consumo das famílias.

Somando o que o mundo consumiu e o que produziu de alimentos (grãos) nos últimos dez anos, o saldo é de apenas sete milhões de toneladas, ou 0,3% da safra mundial. Como o aumento da renda das famílias dos países em desenvolvimento e a acelerada urbanização em nações como Índia e China tendem a contribuir para o crescimento expressivo do consumo de alimentos, será necessário um novo salto tecnológico para suprir a demanda mundial.

O Humanidade 2012 acontece no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, entre os dias 11 e 22 de junho, e foi concebido para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável. O espaço de exposições é aberto ao público e a agenda completa de eventos pode ser consultada no site http://www.humanidade2012.net. A reunião será transmitida ao vivo pelo site.