Em busca de medalha inédita, Thiago Pereira embarca nesta sexta-feira (19/07) para Barcelona

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

O nadador Thiago Pereira embarca nesta sexta-feira (19/07) para a disputa do Mundial de Natação de Barcelona, sua terceira competição internacional como atleta do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). Seu grande objetivo: conquistar a única medalha que falta em sua carreira.

“A medalha de ouro em mundiais de piscina longa é a única que ainda não tenho no currículo”, afirmou. “Tenho medalhas em Olimpíada, em Panamericano, em Mundial de piscina curta. Só falta essa”, disse.

Thiago Pereira: mais experiente e em busca da medalha que falta. Foto: Satiro Sodré/CDBA

Thiago Pereira: mais experiente e em busca da medalha que falta para o currículo. Foto: Satiro Sodré/CDBA


De olho no lugar mais alto do pódio, o medalhista olímpico classifica a competição na cidade espanhola como “a mais importante da temporada”.

De acordo com Pereira, a expectativa para o campeonato é bastante positiva. “Os 200 metros medley são meu grande foco, ganhei o ouro nessa modalidade nas últimas duas competições, nadando na casa do 1min58s”.

O nadador confirmou que não irá nadar os 400 metros medley, modalidade que lhe garantiu a medalha de ouro olímpica em Londres, em 2012.  Ele disputa as provas de 200 metros medley,100 metros borboleta e 4 x 100 metros medley.

Além disso, participar do campeonato deste ano será especial para o atleta carioca. Foi na cidade espanhola que, aos 17 anos, ele participou de seu primeiro campeonato mundial, uma década atrás.  “Chego com uma expectativa diferente, há dez anos eu era outro atleta. Agora estou muito mais preparado”.

O atleta falou também sobre recém-iniciada parceria com o Sesi-SP. “O clube me dá tranquilidade para que eu possa me dedicar a fazer o que tenho que fazer, que é treinar e buscar os melhores resultados em todas as competições”, concluiu.

Thiago Pereira fica sem o ouro, mas garante vaga em Barcelona nos 200 metros medley

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544701461

Thiago Pereira: vaga em duas provas no Mundial de Barcelona. Foto Sátiro Sodre/CBDA

No penúltimo dia de competições no Troféu Maria Lenk, nesta sexta-feira (26/04), no Rio, o nadador Thiago Pereira perdeu o ouro para Henrique Rodrigues (Pinheiros) nos 200m medley. Mas o atleta do Sesi-SP ficou satisfeito. Com o tempo de 1m57s48, 11 centésimos atrás do vencedor, o medalhista olímpico assegurou vaga em mais uma prova no Mundial de Natação de Barcelona, competição programada para julho deste ano.

“Gostei. Foi um dos meus melhores tempos. Tem 16 semanas até Barcelona e acho que vai dar para surpreender lá. A gente sempre quer ganhar. O esporte é isso, mas fiz sessenta centésimos do meu melhor e treinando dez vezes menos. Tem muita coisa para acontecer. É importante me manter entre os cinco primeiros do mundo nesta fase. O importante deste ano é o resultado em Barcelona. É isso que vai valer o ano”, disse o nadador ao site da Confederação Brasileira de Deportes Aquáticos (CBDA),

Thiago já havia garantido vaga em Barcelona nos 400m medley, ao conquistar o ouro na piscina do parque aquático Maria Lenk. Venceu ainda os 100m borboleta.

O Sesi-SP mantém o quarto lugar (767 pontos), atrás do Minas Tênis Clube (1816,50), Pinheiros (1251) e Corinthians (1147). O Unisanta , em quinto, tem 740,50.

Outras provas

Nos 50m borboleta feminino, Daynara de Paula, do Sesi-SP, ficou com o ouro, ao completar a prova em segundo lugar (26s34), atrás de Inge Dekker, do Minas Tênis. De acordo com o regulamento da competição, resultados de atletas estrangeiras não conferem medalhas.

Nos 400m livre, outra atleta do Sesi-SP ganhou a prata, a maratonista aquática Ana Marcela, com 4m15s60.

No revezamento 4x100m livre, a equipe do Sesi-SP (Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Giovanna Diamante e Jessica Cavalheiro) completou a prova em 3m45s02, ficando na segunda posição.

Etiene Medeiros, atleta do Sesi-SP, alcança índice para o Mundial de Barcelona

Guilherme Abati e Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544701461

Etiene Medeiros, do Sesi-SP, comemora vaga em Barcelona. Foto: CBDA

O primeiro dia (22/04) do Troféu Maria Lenk, que serve de seletiva para o Mundial de Natação de Barcelona que acontece em julho, e do Mundial Júnior em Dubai, em agosto, foi ótimo para Etiene Medeiros, atleta do Sesi-SP.

A nadadora pernambucana cravou 1m01s00, nos 100 metros costas, durante a eliminatória e superou o índice de 1m01s39 para a competição na Espanha. À tarde, Etiene venceu a final, com o tempo de 1m02s19, superando as nadadoras Natalia de Luccas e Isabela Silva (1m02s95), do Corinthians.

“Eu estava buscando esse resultado há muito tempo. Finalmente aconteceu, e só tenho que agradecer ao Sesi-SP e à equipe toda. Hoje é dia de descanso, pois amanhã tem mais uma prova. O objetivo foi alcançado, mas temos que fazer alguns ajustes. Na final, algumas coisas deram errado e podem ser melhoradas”, disse Etiene.

Apesar da conquista, a nadadora mantém a concentração no Maria Lenk. “A ficha só vai cair mesmo quando eu chegar ao Sesi-SP e treinar para Barcelona, estudar as rivais, observar parâmetros, enfim, quando começar a trabalhar mesmo para aquela competição. Quero melhorar, vou melhorar, e tenho certeza de que posso conseguir um tempo melhor ainda no Mundial”.

Para o treinador do Sesi-SP, Fernando Vanzella, o resultado de Etiene é uma prova do sucesso do trabalho que está sendo realizado no parque aquático da Vila Leopoldina. ““Ela fez o 21º tempo do ranking mundial. Isso é muito importante. A natação feminina precisa de resultados como esse. Teremos Olimpíadas no Brasil e com tempo e estrutura para trabalhar, podemos melhorar ainda mais”, declarou o técnico.

Jéssica Cavalheiro

Nos 200m livre feminino, Jéssica Cavalheiro, também atleta do Sesi-SP, mostrou ser a melhor nadadora brasileira nos 200m livre, ao terminar a prova com 2m00s69, atrás apenas da campeã olímpica em Pequim, a holandesa Frederike “Femke” Heemskerk (1m58s14). Com o resultado, Jéssica conquistou o título brasileiro da prova pela quarta vez – pelo regulamento da competição, o título é dado às atletas brasileiras – e ainda baixou em 30 centésimos o seu próprio tempo anterior (2m00s99).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544701461

Etiene também competiu no revezamento 4x50. Sesi-SP ficou em segundo lugar. Foto: CBDA

Além das provas individuais, o Sesi-SP mostrou sua força como equipe. No revezamento feminino 4x50m, a equipe formada por Daynara de Paula, Jessica Cavalheiro, Etiene Medeiros e Sabrina Todão completou a prova em 1m42s92 e ficou na segunda colocação, atrás do Minas (Inge Dekker, Carolina Bergamaschi, Roberta Albino e Lorrane Ferreira), com 1m41s18.

Ao final do primeiro dia de competição, o Sesi-SP ocupa a quarta colocação na classificação geral, com 154 pontos. O Minas lidera com 447,50 pontos. Em segundo está o Corinthians (329,50) e em terceiro, o Pinheiros (253,00).

A quinta colocação é do Unisanta/SP (141,50), seguido por Fluminense (114,00), Grêmio Náutico União (91,50) Botafogo (79,00), Curitibano (52,00) e Flamengo (34,00).

O Troféu Maria Lenk, disputado no Rio de Janeiro, acontece até sábado (27/04). Este ano, a CBDA dará diplomas especiais aos ‘Top 10’.