Mostra inédita sobre os Jogos Olímpicos fica em cartaz no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso até domingo, 30/06

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Termina no próximo domingo (30/06) a exposição interativa “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte”, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542094763

Exposição Jogos Olimpicos. Foto: Divulgacao/COB


A mostra, realizada no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, reúne cerca de 300 peças do acervo do Museu Olímpico do Comitê Internacional (COI) em Lausanne, na Suíça, que representam a trajetória dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

De acordo com a curadora do Museu Olímpico, Frederique Jamolli, a iniciativa apresenta pela primeira vez no Brasil parte dos objetos da exposição permanente do museu de Lausanne.

“É a primeira vez que nosso acervo viaja para o Brasil e nós temos uma grande oportunidade de divulgar o movimento olímpico no país. O público terá a chance de ver coisas que normalmente são expostas apenas em Lausanne.”

A diretora cultural do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Christiane Paquelet, explicou por que São Paulo foi escolhida para abrigar a mostra: “É uma cidade muito especial, com uma população esportiva muito grande. Eu acho que a gente conseguiu fazer uma exposição em que o povo brasileiro conseguisse ter uma ideia do que é o museu olímpico e também facilitar o acesso as peças e imagens que contam esta história.”

Interatividade

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542094763

Visitantes poderão ver objetos históricos (como as Piras Olímpicas) do acervo do Museu Olímpico do COI. Foto: Ayrton Vignola/FIESP

Para aproximar o público dos Jogos Olímpicos, a exposição foi dividida em oito módulos: Jogos da Antiguidade, O Sonho de Coubertin, Acendendo a Tocha, Cerimônias; Esportes e Medalhas; Mascotes; Memorabília e Time Brasil.

Durante a exposição, os visitantes poderão apreciar peças raras como a cópia do discurso proferido pelo Barão de Coubertin, em 1982 – com a proposta da criação dos Jogos Olímpicos-; a sapatilha e a medalha do brasileiro Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico nos jogos de Helsinque, em 1952, e Melbourne, em 1973; o uniforme do tenista suíço Roger Federer, nas Olímpiadas de Pequim (2008); e a tocha olímpica dos Jogos Olímpicos de Helsinque (1952).

Além disso, o público poderá interagir com algumas peças, como, por exemplo, empunhar a tocha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – com a Tower Bridge ao fundo -, tirar foto ao lado da famosa mascote Micha, das Olímpiadas de Moscou (1981) e participar de uma simulação de salto em distância. Além de jogos educativos, sala de cinema e visitas monitoradas.

Serviço:
Exposição Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte

Período expositivo: de 16 de abril a 30 de junho – às segundas, das 11h às 20h; de terça a sábado, das 10 às 20h; e domingo, das 10h às 19h.
Classificação indicativa: livre
Informações: (11) 3146-7405 e 7406
Agendamentos escolares e de grupos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h, pelo telefone (11) 3146-7396

Exposição de fotos artísticas de esportes olímpicos e paralímpicos no Centro Cultural Fiesp termina no dia 30 de junho

Por Danusa Etcheverria

Até o dia 30 de junho, o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) apresenta a exposição fotográfica “Olhar a toda prova”, que retrata de forma artística os esportes olímpicos e paralímpicos.

Com curadoria de João Kulcsár, um dos mais importantes nomes da fotografia brasileira, a mostra reúne 48 imagens de atletas incentivados pelo Sesi-SP em diversas modalidades.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542094763

Uma das fotos da exposição "Olhar a toda prova", em cartaz no Centro Cultural Fiesp. Foto: Jonne Roriz


A exposição é composta por retratos em diferentes formatos (1,20 m x 2,40 m; 2 m x 2 m; 45 cm x 60 cm), um painel interativo, projeções em vídeo e uma coletânea de entrevistas inéditas de atletas brasileiros de destaque. Há ainda um espaço dedicado à acessibilidade.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542094763

Uma das fotos da exposição "Olhar a toda prova", em cartaz no Centro Cultural Fiesp. Foto: Marlene Bergamo

Fotógrafos de publicidade, fotojornalismo e conceituais integram a mostra, como Claudio Edinger, Jonne Roriz, Marlene Bergamo e Renan Cepeda, que percorreram os centros de atividades do Sesi-SP em mais de dez municípios para fotografar os atletas da instituição.

Entre os fotografados estão Serginho e Dani Lins (vôlei); Thiago Pereira (natação); Reinaldo Colucci (triathlon); Aline Ferreira (luta olímpica); Ana Marcela (maratonas aquáticas); Gustavo “Grummy” Guimarães (polo aquático); Hugo Praxedes (judô); Marco Aurélio Borges (atletismo paralímpico); Luisa Lisboa (bocha paralímpica) e Janaina Petit (vôlei sentado).

Segundo o curador, a ideia foi ir além do registro documental das competições e propor um novo olhar sobre os esportes olímpicos e paralímpicos. “Os fotógrafos transcenderam a estética do fotojornalismo esportivo e expressaram-se com a intenção de voltar seus olhares aos diversos desafios técnicos para discutir as implicações culturais, ideológicas, sociais e psicológicas que as imagens representam”, destaca Kulcsár.

Outro destaque são as nove fotos perceptíveis pelo tato, com legendas em braile e audiodescrição. “Tanto deficientes visuais como todos que tiverem interesse poderão explorar diferentes sentidos nas visitas guiadas. Os visitantes serão convidados a perceber a exposição pelo tato e audição, e quem quiser poderá vendar os olhos”, conta Kulcsár, referindo-se às imagens produzidas por seis fotógrafos deficientes visuais que são seus alunos. Há cinco anos, Kulcsár ensina a deficientes visuais a arte de fotografar.

Atividades como palestras, encontros e oficinas também fazem parte do projeto, que entre o segundo semestre de 2013 e junho de 2016 passará por 53 unidades do Sesi-SP.

Incentivador do esporte e da cultura como meio de inclusão social e melhoria da qualidade de vida, o Sesi-SP atende cerca de três milhões de pessoas anualmente. Em 2012, a entidade realizou mais de 8.000 atividades esportivas e culturais em todo o Estado.


Exposição Olhar a toda prova

Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita
Local: Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso ( Espaço Fiesp II)
Avenida Paulista, 1.313 (em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Os espaços têm acessibilidade

Período expositivo: de 16 de abril a 30 de junho – segundas, das 11h às 20h; de terça a sábado, das 10h às 20h; e domingos, das 10h às 19h (entrada até 20 minutos antes do fechamento)

Agendamentos escolares e de grupos: de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h, pelo telefone (11) 3146-7396

Mostra fotográfica retrata a trajetória de Ozires Silva

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp 

Em comemoração ao aniversário de 80 anos do engenheiro Ozires Silva, o Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso recebe a mostra fotográfica “Ozires Silva 80 anos – Sonho e Ousadia”, idealizada pela Embraer.

A exposição, composta por 22 painéis e recursos audiovisuais, retrata a história de vida e trajetória profissional de Ozires Silva, com imagens da sua infância, na cidade de Bauru até suas passagens pela presidência da Petrobrás e governo federal, além da criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo.

Membro do Conselho Superior de Infraestrutura (Coinfra) da Fiesp, Ozires Silva também dá nome a um Centro de Atividades (CAT) do Sesi de São José dos Campos (SP).

A exposição é aberta ao público e ficará em cartaz até sexta-feira (14), e depois segue para outras capitais do País.

Histórico

Natural de Bauru, interior de São Paulo, Ozires Silva nasceu no dia 08 de janeiro de 1931. Engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e oficial da Aeronáutica, Ozires contribui significativamente para o desenvolvimento da indústria nacional, liderando a equipe que em 1969 promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo.

Serviço
Ozires Silva 80 anos – Sonho e Ousadia
Local: Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso
Endereço: Avenida Paulista, 1313 – (em frente ao metrô Trianon)
Temporada: de 10 a 14 de outubro, das 10h às 20h
Entrada gratuita

Confira a programação do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso