32% dos alunos matriculados no Programa Atleta do Futuro do Sesi-SP praticam vôlei, diz Montanaro

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

José Montanaro, gestor de voleibol do Sesi-SP

Exemplo dentro e fora das quadras, os atletas dos times masculino e feminino de vôlei adulto do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) não só contribuem para a formação de futuras promessas da modalidade esportiva, como ajudam a disseminar valores esportivos entre os alunos, acredita o gestor de voleibol da instituição, José Montanaro.

E os números comprovam o interesse dos estudantes pela prática desse esporte, conforme Montanaro demonstrou ao presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, na semana passada, durante evento de apresentação dos reforços para a temporada 2012-2013: “32% dos alunos que participam do PAF [Programa Atleta do Futuro] praticam voleibol”, sublinhou o gestor.

“O que a gente quer é que eles absorvam os valores do esporte”, acrescentou Montanaro, lembrando os quatro títulos conquistados pelos atletas no primeiro semestre de 2012, com destaque para o tricampeonato da Copa Minas Tênis Clube e o bicampeonato da Copa Itajaí de vôlei. “No próximo ciclo olímpico, esta garotada formada pelo Sesi-SP é forte candidata a participar das Olímpiadas do Rio, em 2016. Isso é um motivo de orgulho e mostra o crescimento do nosso trabalho”, avaliou.

Giovane Gávio, técnico do time de vôlei masculino da entidade, emendou que seis atletas da categoria de base foram incluídos na lista dos atletas da equipe adulta: “Neste ano, vamos colher a primeira safra de jogadores que começaram o projeto aqui no Sesi-SP e serão utilizados no time adulto. Um dos pilares e objetivos estabelecidos no início deste projeto está sendo atingido. Nós estamos fornecendo novos talentos para seleções”, enfatizou.

Saiba mais sobre o Programa Atleta do Futuro

Sesi-SP pretende ter 15 mil praticantes de vôlei

Agência Indusnet Fiesp

José Montanaro Júnior, anunciado nesta quarta-feira (24) como gestor das categorias de base das equipes masculina e feminina de vôlei do Sesi-SP, terá como primeira missão na entidade alcançar a marca de 15 mil praticantes dessa modalidade.

Da esq. p/dir.: José Montanaro Júnior, Paulo Skaf e Walter Vicioni

Representante de uma geração de ex-atletas que foram responsáveis por transformar o voleibol na segunda paixão nacional quando o assunto é esporte, Montanaro garante que a meta não apenas será cumprida como muito prazerosa de ser realizada: “Há anos trabalho com a perspectiva de aproximar os ideais do esporte ao de valores que ficarão para a vida toda para os jovens”.

A contratação do ex-atleta complementa o Programa Esporte de Rendimento, lançado no ano passado e que prevê estimular a prática esportiva para 240 mil estudantes da rede de ensino do Sesi-SP, além de contribuir para a descoberta e formação de talentos para os Jogos Olímpicos de 2012 e 2016. Em sua estreia, o projeto terá aporte de R$ 2 milhões.

Segundo Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Sesi-SP, a vinda do ex-jogador contribuirá para solidificar o projeto de ensino da entidade, que prevê o desenvolvimento integral do indivíduo.

“Esse trabalho de base na área de esporte é essencial para a transformação da criança, contribuindo para que ela tenha acesso não apenas a atividade física, mas também a conceitos que promovem a transformação de toda uma sociedade”, ressaltou Skaf.

No longo prazo, a meta é também contribuir para a revelação de novos talentos para os Jogos Olímpicos de 2012 e 2016 e fortalecer o esporte nacional. Para Walter Vicioni, superintendente operacional do Sesi-SP, a formação de base reflete uma visão moderna da entidade.

“O projeto de rendimento da base complementa, no sentido pedagógico, a criação de uma equipe de rendimento, na qual os grandes ídolos do esporte funcionam como exemplo de história de vida para várias crianças e jovens beneficiados pela entidade”, concluiu.