Em coluna, Miriam Leitão cita alerta da Fiesp sobre concessões no setor de energia

Agência Indusnet Fiesp

A jornalista Miriam Leitão, especializada em economia, dedicou sua coluna no jornal O Globo de quarta-feira (22/08) à temática da energia elétrica.

Com o texto “As contas na conta de luz”, Miriam Leitão afirma que o preço da energia é uma das frentes que a presidente Dilma Rousseff promete atacar para reduzir o custo de fazer negócios, trabalhar e viver no Brasil.

“O Governo reduzirá esse peso tirando penduricalhos que foram sendo colocados na conta de luz e revendo antecipadamente contratos de concessão”, escreve a colunista.
“Outra frente da redução do custo é a renovação das concessões”, diz Miriam Leitão.

“Até 2017 vence um volume considerável de contratos nas três etapas da produção de energia. Cerca de 12,9 GW médios de concessão de geração de energia elétrica vão vencer, isso é 20% da geração do país. Na transmissão, vencem 73 mil quilômetros de linhas de alta-tensão, 80% da rede básica. Na distribuição, 30% do mercado regulado terão contratos vencidos nos próximos anos”, detalha a jornalista do jornal O Globo.

“A Fiesp alertou recentemente que a lei manda relicitar e que na concorrência o custo pode cair mais do que em negociações com as empresas”, informa ela.

“Seja como for, é preciso transparência. O Governo, se for negociar a renovação da concessão, que deixe o processo ser o mais transparente possível. E ao fazer a faxina na conta de luz que o consumidor saiba o que está pagando, por quanto tempo, e tenha como ter informações sobre o uso do subsídio. Democracia é assim: governos prestam contas”, conclui Miriam Leitão.

Leia o texto completo no site do jornal.