Ministra Marta Suplicy apresenta Vale-Cultura na Fiesp nesta segunda-feira (15/07)

Agência Indusnet Fiesp

Nesta segunda-feira (15/07), às 18h, ministra da Cultura, Marta Suplicy, apresentará os benefícios do Vale-Cultura em reunião com empresários na sede  da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Com o Vale-Cultura, trabalhadores poderão receber R$ 50,00 mensais para assistir a peças teatrais, ir ao cinema, comprar livros, CDs e consumir outros produtos culturais. O benefício será dado prioritariamente a funcionários que ganham até cinco salários mínimos.

O Vale-Cultura deve chegar às mãos dos trabalhadores a partir de agosto.

Serviço

Ministra apresenta Vale-Cultura na Fiesp
Data: 15 de julho, às 18h
Local: Edifício-sede da Fiesp (Av. Paulista, 1313, São Paulo, SP)
Credenciamento: imprensa@cultura.gov.br

Ministra Ana de Hollanda elogia iniciativa da Fiesp e parceiros no Humanidade 2012

Ministra da Cultura, Ana de Holanda, no espaço Humanidade 2012

Em visita ao circuito expositivo do Humanidade 2012, a Ministra da Cultura, Ana de Hollanda elogiou a iniciativa do setor industrial e reforçou a importância e a responsabilidade que as empresas devem assumir em torno da discussão sobre os temas da sustentabilidade.

“É essencial encontrarmos um equilíbrio entre o desenvolvimento social, ambiental e econômico, esse é o tripé básico para a sustentabilidade”, afirmou.

Ana de Hollanda começou sua visita no fim da tarde desta quarta-feira (20/06). Passando pelo Jardim dos Encontros, a ministra elogiou as fotografias mostrando a diversidade do bairro de Copacabana e a vista que o espaço proporciona. “As empresas devem mesmo assumir esse papel de incentivo e reflexão sobre o meio ambiente, e buscar as mudanças necessárias para alcançar o desenvolvimento sustentável”, declarou ela.

O Humanidade 2012 é uma iniciativa da Fiesp, do Sistema Firjan e da Fundação Roberto Marinho, com patrocínio da Prefeitura do Rio, da Caixa Econômica Federal e do Sebrae, concebida para realçar o importante papel que o Brasil exerce hoje como um dos líderes globais no debate sobre o desenvolvimento sustentável.

Fonte: www.humanidade2012.net


Outras visitas
Desde o primeiro dia de agenda, o Humanidade 2012 recebeu visitas de outras autoridades do primeiro escalão do governo federal.

Entre elas, as presenças do vice-presidente da República, Michel Temer, e de ministros de estado como Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Antonio Patriota (Relações Exteriores), Celso Amorim (Defesa), Izabella Teixeira (Meio Ambiente), Luiza Helena de Bairros (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), Edison Lobão (Minas e Energia) e Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário).

Leia mais:

Ministra elogia espaço do Sesi em lançamento de Embaixada do Teatro

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Na noite de lançamento do projeto Embaixada do Teatro Brasileiro, nesta segunda-feira (9), a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, em um breve e simpático discurso, não poupou elogios à dramaturgia e, sobretudo, às instalações do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso. “É uma emoção estar aqui nesse teatrão do Sesi, que recebe vários espetáculos”, disse.

A ministra também agradeceu a Renato Borghi e Élcio Nogueira, idealizadores do projeto Embaixada do Teatro Brasileiro, por estarem promovendo um “intercâmbio de linguagens e de experiências”.

A iniciativa, com o apoio do Ministério da Cultura, tem como principal objetivo a difusão da dramaturgia brasileira moderna em regiões ao redor do mundo onde se fala o espanhol e o português. Desde 2009, a trupe capitaneada por Borghi e Nogueira já passou por 15 países entre as Américas e a Europa.

“Eu acho fantástico esse trabalho. Fico orgulhosa, como ministra, por vocês estarem promovendo essa integração”, acrescentou Hollanda, a qual acredita na arte como forma de contestação. “Teatro é provocação, sempre!”

Arte para o povo

Fernando Greiber, diretor-titular do Comitê de Ação Cultural da Fiesp, deu as boas-vindas aos convidados do evento, entre eles José Celso Martinez Correia, principal diretor, ator e dramaturgo do teatro brasileiro.

“O que dizer quando você encontra pessoas tão amigas na plateia como o Zé Celso?”, disse Renato Borghi em suas primeiras palavras sobre seu projeto. O ator afirmou que o mais importante é facilitar o acesso da população ao teatro. “Me interessa mais o projeto, o abrir caminho. Eu tenho um desejo de que essa arte se torne mais popular. Eu acho que teatro popular do Sesi é um nome lindo. É para todo brasileiro”, declarou ele, aplaudido pelas centenas de pessoas que prestigiavam o lançamento.

A noite se prolongou com um filme sobre a experiência do grupo na difusão do teatro brasileiro pelos 15 países visitados, além de uma apresentação inédita no Brasil da peça Medusa, da companhia chilena Teatro La Trompeta. Trata-se de uma história ambientada na ditadura do general chileno Augusto Pinochet.

A programação continua

Nesta terça-feira (10), Renato Borghi, Elcio Nogueira e o grupo Teatro La Trompeta batem um papo com o público das 17h às 19h sobre a proposta do projeto Embaixada do Teatro Brasileiro.

O encontro acontece no Mezanino do Teatro do Sesi São Paulo – Avenida Paulista, 1313. A entrada é franca para os 50 primeiros da fila.