Senai-SP lança ‘Programa de Apoio à Pesquisa’ para estreitar relações com universidades e promover a competitividade

Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

Foi lançado, na manhã desta terça-feira (23/07), o Programa Senai-SP de Apoio à Pesquisa, que consiste em permitir, por meio de convênios e parcerias, que as universidades públicas se utilizem da estrutura do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) para implementar as pesquisas em prol da inovação.

O diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni, acredita que a iniciativa oferece como vantagem a relação direta que o Senai-SP tem com a indústria. “Enquanto oferecemos toda nossa infraestrutura para a universidade, os pesquisadores trazem um pouco de criatividade para o Senai-SP”, afirmou.

Vicioni: toda a infraestrutura do Senai-SP à disposição das universidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Vicioni: toda a infraestrutura do Senai-SP à disposição das universidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


O diretor executivo da Agência de Inovação (Inova) da Universidade de Campinas (Unicamp), Milton Mori, concorda: “temos muitas coisas em comum para ajudarmos o Senai-SP e vice-versa”, disse.

Mori: muitas possibilidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Mori: muitas possibilidades de parceria com a Unicamp. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Ao elogiar a iniciativa do Senai-SP, Mori destacou que “tudo o que o Senai faz no Brasil faz muito bem”.

“Tendo isso em mente, já adianto que poderemos começar logo o convênio de abertura de todas as áreas de conhecimento da Unicamp para esse projeto. Estamos de braços abertos”.

Inovação e tecnologia

O diretor técnico do Senai-SP, Ricardo Terra, explicou os eixos que norteiam o Senai-SP nos campos da inovação e da tecnologia. “Esse Programa se entrelaça no eixo de inovação, pois trará à nossa estrutura educacional ganhos imensuráveis, além de causar um impacto muito forte ao eixo de prospecção da inovação”, afirmou.

Terra acredita que essa iniciativa do Senai-SP elevará a competitividade da indústria brasileira. “É muito positivo utilizar a nossa infraestrutura para desenvolver projetos de pesquisa e, assim, estreitar o relacionamento com instituições de ensino públicas”, disse.

Terra: foco em inovação e tecnologia. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Terra: foco em inovação e tecnologia para quebrar barreiras. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

O diretor regional do Senai-SP enfatizou ainda a necessidade de os alunos do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Senai-SP quebrarem barreiras e inovarem. “O sistema de educação do Sesi-Senai, que é integrado, ensina as crianças, desde cedo, a aprender fazendo”.

Na opinião de Vicioni, o maior desafio desse novo programa é quebrar a desconfiança entre o meio acadêmico e o Senai-SP, e, assim, criar uma via de mão dupla. “Espero que a universidade use muito dos nossos recursos, não só materiais, mas também humanos”, explicou. “Os nossos alunos poderão ajudar muito e, assim, construir um Brasil mais justo para todos”, concluiu.

Case de sucesso

Na ocasião, a pesquisadora do curso de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto, Priscyla Daniely Marcato, relatou sua experiência com o Programa Senai-SP de Apoio à Pesquisa. “No projeto de pesquisa, percebemos a necessidade da interação com o setor produtivo e o Senai-SP nos permitiu obter técnicas e ensaios que não fazem parte da universidade, não é esse o foco da pesquisa acadêmica”, explicou.

Priscila: iniciativa vai aproximar indústria e universidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Priscyla: iniciativa vai aproximar indústria e universidades. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

“O Senai-SP é uma marca muito forte e possui uma estrutura fantástica”, elogiou a pesquisadora ao afirmar que a transferência de inovação para o setor produtivo é algo muito recente no Brasil e, portanto, ainda um grande desafio. “Se o setor produtivo não tiver inovação, não se manterá competitivo. Por isso, vejo como fundamental esse programa, pois o  Senai-SP vai estreitar essa relação”, afirmou.

Para ela, essa iniciativa fará o setor produtivo reconhecer a importância da inovação e da pesquisa. “Essa parceria vai aproximar a universidade da indústria e vai fazer o Brasil crescer muito”, concluiu.

Gostou da ideia? Pois saiba que todos os interessados podem obter mais informações sobre o programa no site do Senai-SP.  Para se inscrever, é só preencher um formulário.