Presidente da Fiesp participa de missão de paz no Haiti

Mariane Corazza, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545237156

Da esq. p/ dir.: Paulo Skaf, o embaixador brasileiro Igor Kipmann e o presidente do Haiti, Michel Martelly, no Palácio Nacional

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, participou de visita oficial ao Haiti, a convite do Exército Brasileiro, para conhecer a missão de paz naquele país.

Na qualidade de personalidade pública, Paulo Skaf vivenciou de perto o trabalho das forças brasileiras e encontrou-se com autoridades locais em operação batizada pelos militares como “Fiesp construindo a Paz”.

Nesta segunda-feira (29), o presidente participou da Passagem de Comando do Batalhão Brasileiro 1, quando aconteceu a substituição de uma tropa cerca de 800 homens que atuam para a manutenção da paz na república haitiana.

A cerimônia representou a ativação do 15º Contingente Brasileiro no Haiti, com a passagem de comando das tropas brasileiras dos Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro.

Ao longo do dia, Skaf integrou ações em áreas consideradas críticas, como a patrulha realizada a bordo de tanque blindado Urutu, na favela Cité Soleil, uma das mais violentas de Porto Príncipe, capital haitiana. Conheceu, ainda, as atividades do 2º Batalhão de Forças de Paz brasileiro nas regiões mais afetadas pelo furacão ocorrido em 2010, que devastou o país.

Cooperação Fiesp-Haiti

Na tarde desta segunda-feira, Paulo Skaf encontrou-se com o presidente da República do Haiti, Michel Martelly, no Palácio Nacional. Durante a reunião, que contou com a presença de senadores e outros representantes do Parlamento, foram discutidas oportunidades de cooperação entre os dois países.

“Integrar a ação do Exército brasileiro e vivenciar a situação enfrentada pelo povo haitiano nos fez ter certeza de que vale a pena trabalhar por uma agenda de cooperação entre a Fiesp e as forças locais”, afirmou Skaf. “Só por meio do desenvolvimento é que mudaremos a realidade desta população carente e desprovida de esperança”, completou.

Ainda em Porto Príncipe, o presidente da Federação foi recebido pelo Secretário Geral e Chefe de Missão da ONU no Haiti, Mariano Fernández, e participou de encontro com empresários haitianos, em sua maioria dos setores têxtil e de calçados.

No evento, que contou com a presença do embaixador do Brasil no Haiti, Igor Kipman, foram apresentadas propostas para parcerias para o desenvolvimento da mão de obra e na área industrial para fomentar a economia local, considerada a mais débil das Américas. Durante o encontro, Skaf reforçou a necessidade da estabilização política do Haiti para que essa agenda positiva torne-se real.