Troféu José Finkel de Natação deste ano será no Sesi da Vila Leopoldina

Rodrigo Marinheiro, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545068732

Paulo Skaf (ao centro) recebe medalha e placa do Mérito Aquático das mãos de Coaracy Nunes (à esq.) e do atleta do Polo Aquático do Sesi, Gustavo Grummy Guimarães (à dir.)




O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, foi homenageado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), na tarde desta terça-feira (14), com a placa e medalha do Mérito Aquático.

“Os alicerces do esporte são educação e saúde. É através destes fundamentos essenciais que as pessoas conseguem se desenvolver e ter oportunidades iguais. Nas escolas do Sesi-SP, a piscina e a quadra também são lugares de grande aprendizado. Fico muito feliz de ver os resultados obtidos pelos nossos atletas e o exemplo deles aos demais alunos da nossa rede de ensino”, afirmou Skaf.Na ocasião, Paulo Skaf e o presidente da CBDA, Coaracy Nunes, anunciaram que neste ano o Troféu José Finkel de Natação, o mais importante campeonato da natação brasileira, será realizado entre os dias 20 e 26 de agosto no Sesi da Vila Leopoldina, na zona oeste da cidade de São Paulo. Será a primeira vez na história que uma piscina de Polo Aquático será adaptada para a competição.

O Troféu José Finkel de Natação também é a seletiva brasileira para o Mundial de Natação, que este ano será no mês de dezembro em Istambul, na Turquia.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545068732

Paulo Skaf (com a medalha) e Walter Vicioni (de terno cinza) posam ao lado da comissão técnica e dos atletas da Natação (foto à esq.) e do Polo Aquático (à dir.) do Sesi-SP

Desde 2008, Skaf investiu R$ 7 milhões apenas no Polo Aquático ao criar o time do Sesi-SP e construir a primeira piscina oficial da modalidade na América Latina, localizada no Sesi-SP da Vila Leopoldina.
Piscina oficial

O equipamento, além de ser utilizado por atletas de ponta da natação nacional, possibilitará que a seleção brasileira de Polo Aquático, bronze no Pan-Americano de Guadalajara 2011, possa treinar em condições de fazer frente às principais potências deste esporte nos jogos olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

A última Olimpíada que o Brasil disputou na modalidade foi a de Los Angeles, em 1984, graças ao boicote comunista aos jogos. Antes disso, o Brasil disputou os Jogos Olímpicos de 1968, na Cidade do México, e ficou com o 13º lugar. Na ocasião não existia a disputa do torneio Pré-Olímpico, criado em 1980.