Atitude empreendedora será debatida no Congresso da Micro e Pequena Indústria

Giovanna Maradei, Agência Indusnet Fiesp

A importância da atitude empreendedora será debatida no VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria, a ser realizado nesta quinta feira (10/10), no Hotel Renaissance, em São Paulo. O evento é uma iniciativa do Departamento da Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da  Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Entre os palestrantes que vão falar sobre o tema estão o administrador e coach Mauro Pedro Lopes, que dividirá a mesa com a diretora geral da Purificadores Europa, Manuella Curti de Souza. Juntos, eles discutirão a importância da atitude empreendedora frente a qualquer negócio, seja ele novo ou até mesmo em uma empresa com trajetória mais longa, como é o caso do Grupo Europa.

Lopes ressalta que muitos acreditam que para empreender basta ter conhecimento técnico e de mercado, mas é preciso também ter uma atitude adequada diante de determinadas situações, ou seja, saber como usar esses conhecimentos específicos.

Empreendedorismo no Brasil

Para ele, os empreendedores brasileiros, por exemplo, são muito bons em identificar oportunidades, mas poderiam ser mais rápidos na tomada de decisões, além de mais eficientes na avaliação dos riscos de um novo negócio. “Ele [o empreendedor brasileiro] peca primeiro por não tomar uma atitude e depois por não avaliar o risco. Quer dizer, ou ele peca pela omissão ou pela ganância.”

Lopes: empreendedores pecam por não avaliar os riscos. Foto: Divulgação

Lopes: empreendedores precisam avaliar os riscos. Foto: Divulgação

Tais características fazem do Brasil um país com “atitudes muito mais oportunistas do que verdadeiramente empreendedoras”, conclui Lopes. Ele também ressalta que, com a Copa do Mundo de 2014, os Jogos Olímpicos Rio-2016 e as eleições de 2014, o país está em um momento de muitas oportunidades, mas também de muitos riscos. “É preciso ter um olho no peixe e outro no gato para conseguir aproveitar as oportunidades, mas sem deixar de lado a instabilidade econômica mundial.”

Carreira e formação

Especialista em empresas que começaram como pequenos projetos empreendedores e hoje já construíram mais de 30 anos de história, o palestrante afirma que em suas consultorias tenta fazer com que o espirito empreendedor seja retomado. “O trabalho é resgatar o espirito empreendedor frente às novas oportunidades do mercado, sem perder a competência na administração.”

Mauro Pedro Lopes é pós-graduado pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo em “Administração, Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional”. Além disso, é representante do MSI Washington DC e facilitador do Programa Empretec.


Serviço

VIII Congresso da Micro e Pequena Indústria: mercado – novas atitudes, novos negócios

Data e horário: 10 de Outubro, às 8h30
Local: hotel Renaissance (Alameda Jaú, 1.620)
Acesse a programação: www.fiesp.com.br/congressompis