Mauricio Macri mostra visão afinada com a da Fiesp, afirma Skaf

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

A recuperação da confiança e da credibilidade do país, tema caro ao presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, é preocupação também de Mauricio Macri, presidente eleito da Argentina. Em almoço nesta sexta-feira (4) com mais de 150 empresários na sede da Fiesp, Macri disse que quer implantar em seu Governo regras claras e que permitam a competitividade e a participação com igualdade de condições. “Temos claro que para construir o elemento central de uma sociedade, que é a confiança”, afirmou Macri, é preciso haver previsibilidade. Skaf disse que a visão do presidente eleito da Argentina é de uma economia mais liberal e de um governo mais leve, sem um tamanho que atrapalhe a vida das pessoas e da sociedade. “É uma visão muito semelhante à nossa, de modernidade, de agilidade de seriedade, de boa gestão, de governança.”

Skaf lembrou o trabalho de Macri na modernização, informatização e desburocratização de Buenos Aires, quando foi prefeito da capital argentina. Considera a eleição de Macri um sinal para a América Latina, “de menos Governo que pese nas costas da população”. Milhões de pessoas, disse, enxergam a eleição de Macri como início de um novo ciclo na região.

Skaf, assim como Macri, comentou o potencial de incremento do comércio entre Brasil e Argentina, a necessidade de reforço ao Mercosul e a possibilidade de mais acordos internacionais. Assim como Skaf, Macri destaca a importância da educação. Ambos frisaram a necessidade de criação de empregos de qualidade. Outro ponto comum é ver o Estado como apoio à iniciativa de quem produz, e não seu substituto.

>> Ouça Macri e Skaf em boletim de rádio

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542064121

Paulo Skaf com o presidente eleito da Argentina, Mauricio Macri (centro), durante almoço na Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Ordem do Mérito Industrial

Macri foi agraciado com a Ordem do Mérito Industrial São Paulo, concedida pela Fiesp a personalidades e instituições dignas do reconhecimento ou da admiração da indústria.

A viagem ao Brasil foi a primeira de Macri depois de eleito presidente. Ao sair da Fiesp, embarcou para o Chile.