Tarifa elevada de energia é tema do 13º Encontro Internacional de Energia da Fiesp

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

A matriz elétrica brasileira é predominantemente hidráulica, chegando a 77% da energia gerada, com custos de produção muito baixos, mas as tarifas estão entre as mais elevadas do mundo – o preço é superior a de países como Estados Unidos, China, Índia e Alemanha. Este é um dos pontos da agenda de debates do 13º Encontro Internacional de Energia da Fiesp, que acontece nos dias 6 e 7 de agosto, no hotel Unique, em São Paulo.

Sob o tema “Energia no Brasil: Tão limpa, tão cara”, empresários, governos, prestadores de serviços, investidores e fornecedores de energia estão convidados para discutir as transformações e desafios do setor no Brasil.

Estão previstos pelo menos 12 painéis em dois dias apresentações e debates. A pauta de discussão inclui temas como energia no contexto da economia sustentável, oferta, demanda e segurança do abastecimento de derivados, novas tecnologias de energia, oportunidades da energia solar e eólica, a regulação do etanol, entre outros.

Um dos atrativos do evento é o ambiente propício para negócios entre provedores e clientes industriais. São esperados ao menos 1.300 participantes – público registrado na edição de 2011.

O 13º Encontro Internacional de Energia é uma realização da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, com patrocínio da Tractebel Energia, CLPF Brasil, Ecom Energia, Bolt Energias, Comerc Energia, Light Energia e MPX. A correalização é do Sistema Firjan.

Serviço
13º Encontro Internacional de Energia da Fiesp
Data/horário: 6 e 7 de agosto de 2012, das 8h30 às 18h
Local: Centro de Convenções do Hotel Unique
Endereço: Av. Brigadeiro Luis Antonio, 4.700 , Jardim Paulista, capital
Para mais informações sobre programação e inscrição no evento acesse: http://www.fiesp.com.br/agenda/encontro-energia/