Renovada, a escola Sesi-SP na cidade de Mauá passa a atender mais de 1600 alunos

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Mauá 

Na manhã desta sexta-feira (14/02), o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, inaugurou as novas instalações da escola Sesi-SP do Centro de Atividades Ministro Raphael de Almeida Magalhães, no município de Mauá, na região do grande ABC paulista.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Com a modernização das instalações, os alunos do Sesi-SP Mauá passam a ter novos espaços pedagógicos. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A unidade recebeu R$ 12,4 milhões de investimentos em equipamentos e modernização dos espaços pedagógicos.  A importância desses investimentos foi ressaltada pelo presidente da entidade, durante a cerimônia de inauguração. “Acredito que a educação pode transformar nossa sociedade. Se todos tivessem educação integral de qualidade, com práticas esportivas, com atividades culturais e boa alimentação, como as crianças do Sesi-SP têm, não teríamos mais a necessidade de presídios, assim como a Suécia”, disse Skaf.

A opinião é compartilhada pelo superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni Gonçalves. “Educar significa aprender junto. E é isso que os professores e educadores fazem: um movimento do aprender. É isso o que temos feitos nas 175 escolas espalhadas pelo estado”, afirmou, durante a cerimônia de inauguração.

Mais qualidade de ensino

Os alunos do ensino fundamental ministrado em tempo integral e também no ensino médio, com a modernização das instalações, passam a ter novos espaços pedagógicos.

As principais mudanças foram a construção do segundo laboratório de informática, reforma da biblioteca escolar, criação do laboratório de ciência e tecnologia, construção de sala multidisciplinar e de cozinha e refeitório com modernos equipamentos.

Skaf e os alunos da escola do Sesi-SP de Mauá: “Acredito que a educação pode transformar nossa sociedade”. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Skaf e os alunos da escola do Sesi-SP: “A educação pode transformar nossa sociedade”. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Atualmente, a escola atende 1.658 estudantes, sendo 672 no Ensino Fundamental, 224 no Ensino Médio e 762 na Educação de Jovens e Adultos.

A escola do Sesi-SP em Mauá oferece ensino fundamental em tempo integral, permitindo que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Benefício para toda a família

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Os familiares dos alunos do Sesi-SP de Mauá podem fazer cursos, como de gastronomia, na escola. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Em Mauá, não só os estudantes da unidade usufruem da estrutura de qualidade do Sesi-SP. Familiares dos alunos podem realizar atividades esportivas e frequentar as aulas de cursos de gastronomia e artesanato oferecidos na escola.

A unidade do Sesi-SP em Mauá é comemorada por toda a família de Robson Nogueira de Santos, aluno do terceiro ano do ensino fundamental. “É um benefício para a família toda. Eu, meu marido e minha mãe podemos fazer esporte aqui e aprender também”, afirma Rachel dos Santos, mãe de Robson. Apesar de morar em Santo André, município vizinho , Raquel não se importa de trazer o filho para escola em Mauá. “Não ia deixar meu filho sem estudar numa escola tão boa quanto essa”, diz.

Para o pai, o novo espaço é motivo de orgulho: “Meu filho conseguiu entrar no Sesi-SP em 2013, e isso é uma grande alegria pra mim”.

Mas, para a avó de Robson, Nadjara Maciera Nogueira, o maior fã do Sesi-SP é o seu neto.“Ele adora estudar aqui. É um menino inteligente e esforçado”, conta.

Proposta do Sesi-SP é de ‘educação completa’, diz Paulo Skaf na inauguração de escola em Lençóis Paulista

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Paulo Skaf inaugura Sesi em Lençóis Paulista. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Receber uma criança de seis anos, desenvolvê-la e devolver para a sociedade um jovem de 18 anos, com ensino de qualidade e completo. Esta é a proposta do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), afirmou na manhã desta sexta-feira (04/10), em Lençóis Paulista, o presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

“Essa é a proposta da indústria, devolver para sociedade alguém saudável, com autoestima e, acima de tudo, pronto para a vida e para as oportunidades”, afirmou Skaf depois de inaugurar a escola Alberto Trecenti, a primeira do Sesi-SP no município interior, a aproximadamente 280 km da capital.

>> Unidade do Sesi-SP em Lençóis Paulista atende um total de 316 estudantes; 228 em período integral

“A indústria investe nessas pessoas, mas elas vão servir ao Brasil e não obrigatoriamente à indústria. São pessoas que vão ajudar a construir esse país”, completou Skaf.

Segundo o presidente do Sesi-SP, a instituição de ensino deve inaugurar um total de 100 escolas com ensino em tempo integral e ensino médio.  Skaf destacou ainda o papel dos educadores. “Não adiantaria a vontade e a prioridade para a educação se não fossem os professores e professoras”, ponderou.

O diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e superintendente do Sesi-SP, professor Walter Vicioni, também participou da inauguração da unidade escola em Lençóis Paulista.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Presidente da Fiesp e do Sesi-SP acompanha apresentação musical de alunos em sala de aula. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

De acordo com Vicioni, ao menos 35 mil alunos estudam em tempo integral nas escolas do Sesi-SP no Estado. Em 2006, Quando o modelo foi implantado eram apenas 800 matrículas. A meta da escola é atender um total de 90 mil alunos em 2015 pelo regime integral, informou o professor.

“Nesse balanço, eu começo a acreditar que querer é possível, é algo realizável. Ninguém imaginava em 2006 que haveria tantas realizações, tantas escolas”, disse Vicioni.

A escola do Sesi-SP de Lençóis Paulista recebeu o nome de Alberto Trecenti, empresário da cidade. Emocionado, ele também falou durante a cerimônia de inauguração.

“Minha família está em Lençóis há mais de 100 anos. Queremos que essa cidade tenha campo para profissionais, mão de obra especializada”, disse Trecenti. “Finalmente isso está acontecendo aqui, a Fiesp deu para lençóis esse presente”, acrescentou.

Patrono da escola, o empresário doou o terreno para a construção da unidade, que funciona desde o começo do ano. “Essa escola vai formar pessoas que farão diferença no mercado de trabalho”, disse Trecenti.

A prefeita da cidade, Bel Lorenzetti, também participou da inauguração. Ela destacou o envolvimento de Luiz Carlos Trecenti, diretor regional do Ciesp e ex-vice-prefeito de Lençóis, do empresário Alberto Trecenti e do presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf.

“Luiz Carlos intensificou os esforços para conseguir essa escola, enquanto o Alberto, ciente da importância dessa escola para nós, doou o terreno com sua generosidade”, lembrou Lorenzetti.  “Gostaria ainda de cumprimentá-lo pela maneira como você valoriza a educação”, disse a prefeita para Skaf.

Sesi-SP inaugura escola em Porto Ferreira; unidade atende 608 alunos

Felipe Agne, de Porto Ferreira, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) inaugurou na manhã desta sexta-feira (02/08) mais uma escola – desta vez em Porto Ferreira, município a aproximadamente 227 km da capital paulista.

A unidade atende a 608 estudantes, dos quais 225 em período integral. “A forma de atingir a independência é a educação. As pessoas não querem ajuda – querem oportunidades iguais. E você só dá oportunidades iguais através da educação”, destacou Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP e da Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp), durante a inauguração.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Skaf: 'As pessoas não querem ajuda – querem oportunidades iguais. E você só dá oportunidades iguais através da educação.' Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A escola está dentro do novo modelo educacional da entidade iniciado em 2007, que prevê a oferta de ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e a construção de 70 escolas no estado.

A solenidade foi acompanhada pelo superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni Gonçalves. “É a harmonia entre a educação, a tecnologia e a cultura que cria o ambiente propício ao desenvolvimento humano”, afirmou.

Em seu discurso, a prefeita de Porto Ferreira, Renata Braga, falou de sua ligação familiar com o Sesi-SP. “Meu pai foi dentista do Sesi-SP. Então, eu me sinto parte da ‘família Sesi-SP’. E muito feliz em participar da inauguração desta escola”, disse a prefeita, que aproveitou a ocasião para solicitar a construção de um teatro do Sesi-SP.

Para a diretora da escola, Paula Maria Jussiani, a unidade realiza um velho anseio. “É o sonho de todo educador ter um prédio maravilhoso. Hoje, temos tudo que é possível para fazer o melhor pelo aluno: a estrutura, os recursos tecnológicos e humanos. Esta inauguração é uma valorização da comunidade e do trabalho realizado pelo Sesi-SP”.

A nova estrutura tem 12 salas e oferece uma biblioteca com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

O ensino em tempo integral permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Comunidade integrada à escola do Sesi-SP

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

São 225 alunos matriculados em período integral. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Na inauguração, pais, alunos e professores demonstraram sua satisfação com as instalações. “A escola do Sesi-SP significa uma boa educação. Meu filho não estuda no ensino integral, mas quer estar na escola o dia inteiro. Ele gosta de estar na escola. E ela é o melhor lugar para um estudante estar”,  explicou Maria Eunice Martz de Oliveira, mãe de aluno.

“É uma evolução que acompanhamos. Na escola anterior já tínhamos uma boa educação. Aqui, aliamos a teoria à prática. O que é legal é que aqui temos diversos meios, como os laboratórios, para ampliar nossa aprendizagem. Há coisas que antes fazíamos em casa e hoje podemos fazer aqui, com auxílio do professor”, destacou Yure Monroy, 14 anos, aluno da 8ª série.

“A nova escola ampliou todas as possibilidades de ensino, tanto em relacionamento humano quanto didático. Investiram muito na preparação do professor e agora nós temos tecnologia, o que nos permite aprofundar o conhecimento com o aluno”, afirma Vânia Basi Rissatto, professora de matemática.

Dos 608 estudantes atendidos, 314 estão matriculados no ensino fundamental, sendo 225 em período integral. A escola também oferece ensino médio para 127 alunos e educação de jovens e adultos para 167 pessoas.

Sesi-SP inaugura hoje nova escola em Votuporanga; centro tem capacidade para atender 414 alunos

Agência Indusnet Fiesp

Em cerimônia na manhã desta sexta-feira (22/03), a partir de 9h30, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, inaugura a nova escola do Sesi-SP em Votuporanga, município na região noroeste do Estado de São Paulo, a aproximadamente 520 km da capital.

A unidade vai atender um total de 414 estudantes, dos quais 226 do ensino fundamental serão atendidos em tempo integral, permitindo que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e da tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A escola também oferecerá ensino médio.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Alunos fazem arte e exploram as instalações da nova escola do Sesi-SP em Votuporanga . Foto: Airton Vignola/FIESP

Construída em terreno doado pela Prefeitura de Votuporanga, a escola foi projetada com 12 salas de aula, duas área de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multidisciplinar e quadra poliesportiva coberta.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Na escola do Sesi-SP em Votuporanga, amplo espaço para prática de esportes. Foto: Airton Vignola/FIESP


O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.


Em Presidente Epitácio, Skaf abre nova escola do Sesi-SP, primeira de uma ‘maratona de inaugurações’

Agência Indusnet Fiesp 

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp) e do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), Paulo Skaf, abriu na manhã desta sexta-feira (22/02), em Presidente Epitácio, a chamada “maratona de inaugurações” no sistema educacional da indústria em 2013.

“Essa nova escola traz uma extensa área esportiva, área cultural e, num futuro próximo, até cursos superiores”, disse Skaf, informando que o antigo hotel do Sesi-SP no local, hoje desativado, também fará parte do complexo educacional. “Vamos fazer adaptações naquele hotel para que faça parte deste grande campus educacional”, comentou o presidente da Fiesp e do Sesi-SP.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, inaugura escola em Presidente Epitácio. Foto: Julia Moraes

O cronograma de inaugurações no ano de 2013 inclui a abertura de mais 50 novas unidades do Sesi-SP e de 20 outras unidades do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) – novas ou totalmente reformuladas.

Prefeito, um ex-aluno do Sesi-SP

A nova escola do Sesi-SP na cidade do extremo oeste paulista beneficiará 450 estudantes do Ensino Regular e 471 alunos de Educação de Jovens Adultos (EJA). A solenidade contou com a presença do prefeito de Presidente Epitácio, Sidnei Caio da Silva Junqueira, e de professores, alunos e autoridades.

Ex-aluno do Sesi-SP, Junqueira anunciou que as escolas municipais da rede pública de ensino adotarão o sistema Sesi de ensino. “Se antes o Sesi Presidente Epitácio era bom, agora vai ficar melhor ainda. Esta escola é muito importante para nossa população”, afirmou o prefeito.

Segundo ele, a educação de qualidade oferecida pela instituição foi fundamental para o seu crescimento profissional e, no seu entendimento, será um diferencial na formação de crianças e jovens da cidade.

A nova unidade de ensino, que recebeu investimentos de cerca de R$ 9,3 milhões, é dotada de modernos laboratórios de ciência, química e biológicas, ciências físicas, ciências e tecnologia, informática educacional, biblioteca com acervo atualizado, uma piscina infantil, quadra poliesportiva descoberta, duas áreas de convivência e ambientes administrativos e pedagógicos ambos e confortáveis.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Paulo Skaf durante inauguração da escola no extremo oeste paulista. Foto: Junior Ruiz

Também presente no evento, Carolline Guedes Rodrigues, ex-aluna do Sesi-SP, afirmou que sua aprovação no curso de educação física da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Presidente Prudente só foi possível graças à metodologia de ensino adotada pela instituição.

“Só cheguei até aqui por causa do Sesi-SP. Nunca vou esquecer os bons momentos que tive aqui, por isso, o meu sonho é trabalhar aqui como professora”, disse.

Já o estudante do 3º ano do ensino médio, Allan Lehi Ferreira Lima, que prestará, no final do ano, o vestibular para o curso de medicina, está confiante que o fato de estudar no Sesi-SP será um diferencial na hora da prova. “Tenho certeza que tudo que aprendi aqui me fará um forte candidato no vestibular”.

As novas escolas fazem parte do programa Educação que Transforma, que tem por objetivo levar a educação de qualidade do Sesi-SP e do Senai a um maior número de pessoas.

Veja mais fotos do evento:


Paulo Skaf abre ‘maratona de inaugurações’ de escolas no sistema Sesi-SP e Senai-SP

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Escola de Presidente Epitácio segue padrão arquitetônico das escolas do Sesi-SP recentemente inauguradas. Foto: Mario Castelo (Arquivo)

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, inaugura nesta sexta-feira (22/02), a partir de 9h30, a nova escola do Serviço Social da Industria de São Paulo (Sesi-SP) em Presidente Epitácio, no extremo oeste do Estado de São Paulo.

O evento marca a primeira de uma série de inaugurações em todo o Estado até o final do ano. Está programada a abertura de mais 50 novas unidades do Sesi-SP e de 20 outras unidades do  Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) – novas ou totalmente reformuladas.

“Estamos entusiasmados com o que chamei de ‘maratona de inaugurações’, uma ou duas por semana!”, afirma Skaf, em sua coluna quinzenal publicada nesta segunda-feira (1802) no Diário de São Paulo e em jornais da Rede Bom Dia.

“Educação transforma a vida das pessoas, dá oportunidade de evoluir e de preparar um país melhor para as futuras gerações. Essa é a gratificante contribuição da indústria paulista para um Brasil mais justo e próspero”, completa o presidente das instituições no artigo.

A rede de ensino da indústria paulista mantém em operação 211 unidades do Sesi-SP e 90 do Senai-SP – além de 74 unidades móveis. O número total de alunos chegará a 350 mil no Sesi-SP, e as matrículas no Senai-SP passarão de um milhão neste ano.

As próximas inaugurações estão agendadas para os dias 01º/03 (Mococa) e 08/03 (Tambaú).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

Paulo Skaf em inauguração de escola do Sesi-SP em Araraquara. Foto: Junior Ruiz (Arquivo Fiesp 2012)

Ensino em tempo integral

A escola do Sesi-SP em Presidente Epitácio foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência cobertas, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, laboratório de química e biologia, laboratório de física, uma piscinas infantil  e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270

No ensino em tempo integral, escolas do Sesi-SP oferecem esporte, arte, cultura e tecnologia. Foto: Julia Moraes (Arquivo Fiesp 2012)

A maior novidade é a criação do ensino em tempo integral, permitindo que os alunos do fundamental permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A comunidade escolar também terá acesso ao ensino médio.  O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático.

A nova escola do Sesi-SP em Presidente Epitácio fica na Av. Domingos Ferreira de Medeiros, 2-113 – Vila Recreio.




Maratona de inaugurações

Maratona de inaugurações

Paulo Skaf

Enquanto nossos alunos do Sesi e Senai de São Paulo aproveitavam suas merecidas férias, estávamos trabalhando muito para que 2013 seja marcado pela inauguração de dezenas de escolas em todo o Estado. Até o final do ano, serão mais 50 novas unidades do Sesi, começando por Presidente Epitácio, dia 22 de fevereiro.  O Senai vai ganhar mais 20 unidades novas, ou totalmente reformuladas.

Essas escolas serão integradas à rede hoje em operação, que já conta com 211 unidades do Sesi e 90 do Senai – além de 74 unidades móveis. O número total de alunos chegará a 350 mil no Sesi, e as matrículas no Senai passarão de um milhão neste ano.  Os números impressionam — só como exemplo, o Sesi é a maior rede privada de ensino do Estado.

Visitar uma de nossas escolas é ver salas de aulas modernas, laboratórios equipados com materiais de ponta, bibliotecas completas, quadras e piscinas preparadas para a prática desportiva. Sem falar de refeitórios de dar água na boca. Nossos alunos dispõem de material didático de grande qualidade, preparado pela própria instituição, e grande parte deles frequenta as aulas em tempo integral. Os professores são permanentemente treinados, e sua motivação é contagiante!

No Senai paulista, as aulas acontecem em ambientes que propiciam o desenvolvimento pessoal e a qualificação profissional ao mesmo tempo, com equipamentos de alta tecnologia e cursos voltados às necessidades de cada Região. Diplomas do Sesi ou do Senai valem muito no mercado de trabalho. Por isso, conquista-los é motivo de orgulho dos nossos alunos e seus familiares.

Estamos entusiasmados com o que chamei de “maratona de inaugurações”, uma ou duas por semana! Vamos cruzar o Estado abrindo as portas pelas quais mais e mais crianças, jovens e adultos entrarão buscando um amanhã seguro. Educação transforma a vida das pessoas, dá oportunidade de evoluir e de preparar um país melhor para as futuras gerações. Essa é a gratificante contribuição da indústria paulista para um Brasil mais justo e próspero!

Em artigo em jornais, Paulo Skaf declara início da ‘maratona’ de inaugurações de escolas por todo o estado de São Paulo

Agência Indusnet Fiesp

Os jornais da Rede Bom Dia e no Diario de S. Paulo desta segunda-feira (18/02) trazem o artigo “Maratona de inaugurações”, do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Skaf, que também preside o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e  o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), anuncia uma “maratona de inaugurações” de escolas das duas instituições de ensino no estado de São Paulo.  A primeira delas será na sexta-feira (22/02) na cidade de Presidente Epitácio.

Para o presidente da Fiesp, do Sesi-S_ e Senai-SP, essa “é a mais gratificante contribuição da indústria para um Brasil mais justo e próspero”.

Leia o artigo na íntegra abaixo ou nos sites dos jornais da Rede Bom Dia ou Diário de S.Paulo.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544835270