Sesi-SP tem três atletas do vôlei masculino convocados para os Jogos Pan-Americanos

Amanda Demétrio, Agência Fiesp de Notícias

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou nesta terça-feira (1/7) a lista com os nomes da equipe de vôlei masculino que representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, com estreia marcada para o dia 17 de julho contra os colombianos. E o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) estará presente com três atletas, em busca de mais uma medalha na competição. O levantador Thiaguinho, o oposto Rafael Araújo e o ponteiro Douglas Souza compõem a equipe, que será comandada, inicialmente, por Maurício Motta Paes e depois por Rubinho. O Brasil está no grupo B, ao lado de Colômbia, Cuba e Argentina.

Formado nas categorias de base do Sesi-SP há cinco anos e ganhando destaque nas últimas temporadas da Superliga, Thiaguinho, que representará o Brasil em Jogos Pan-Americanos pela primeira vez, acredita que a interação entre jogadores com mais experiência em competições internacionais e atletas mais jovens resultará positivamente na busca pela décima quinta medalha na competição, mesmo com a pressão.

“É a primeira vez que vou defender o Brasil em uma competição dessa importância, então estou treinando muito forte e me preparando em todos os sentidos para chegar lá confiante e não deixar nenhum tipo de pressão interferir. Acredito que a mescla de jogadores que já têm um espaço na seleção com os que estão buscando o seu pode dar bons frutos para o Brasil durante a competição”, comentou o levantador.

Rafael Araújo em disputa pelo Sesi-SP. Foto: Divulgação/Fiesp

 

Há três anos no Sesi-SP, o oposto Rafael Araujo e o ponteiro Douglas Souza, que também participam do primeiro Pan da carreira, comemoram a convocação. “Estou muito feliz em poder jogar uma competição tão importante como o Pan e defender o Brasil. Sabemos que a pressão para o time ser campeão será grande e é o que me motiva ainda mais para fazer o melhor”, completou Rafael.

“O time é jovem, tem peças mescladas, mas estamos preparados e confiantes. Esse é o momento para a gente mostrar nosso valor, mostrar que somos capazes. Acredito que o time não vai decepcionar”, concluiu.

Douglas, que sempre acompanhou os Jogos da torcida, hoje comemora por fazer parte da equipe. “Eu vejo essa convocação como uma oportunidade. Sempre acompanhei o Pan pela televisão e agora vai ser uma honra participar. Vejo que em todos os campeonatos tem pressão, já sabemos lidar com ela. O importante é não pensar muito e entrar na quadra concentrados e focados na nossa missão”, finalizou.

Ponteiro Douglas Souza está há três anos no time do Sesi-SP. Foto: Divulgação/Fiesp

 

A seleção brasileira fará três paradas no Nordeste antes de embarcar para o Canadá. A série de amistosos preparatórios começa neste sábado (4/7) em Natal (RN), depois segue para Fortaleza (CE), no dia 6, e termina em João Pessoa (PB), no dia 11.

Laís Nunes conquista o tricampeonato Pan-Americano

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

No pódio, Lais Nunes comemora a conquista do tricampeonato Pan-Americano.

Promessa da luta olímpica brasileira, a atleta do Sesi-SP, Laís Nunes, subiu ao lugar mais alto do pódio na disputa do Campeonato Pan-americano de Luta Olímpica, realizado em Petén, na Guatamela.

 
Após superar adversárias do Canadá, Equador e Estados Unidos, a lutadora do Sesi-SP comemorou neste domingo (10/06) a conquista da medalha de ouro na categoria até 59 kg, sagrando-se tricampeã Pan-Americana.

 
As outras duas conquistas aconteceram em 2011, quando o campeonato foi realizado no Sesi Osasco, em São Paulo, e em 2009, quando a lutadora conquistou a medalha de ouro na categoria cadete.

Atletas do Sesi-SP conquistam seis medalhas para o Brasil no Pan-Americano de Guadalajara

Rodrigo Marinheiro, Agência Indusnet Fiesp

Com apenas três anos de trabalho, o Sesi-SP demonstra em números o tamanho de sua importância para o desporto brasileiro. Seis atletas de quatro modalidades diferentes da entidade foram convocados para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e os seis conquistaram medalhas para o Brasil.

As medalhas de ouro foram conquistadas por Reinaldo Colucci do Triathlon, Dani Lins e Wallace do Vôlei feminino e masculino, respectivamente. A medalha de prata veio por intermédio de Aline Ferreira da Luta Olímpica. As medalhas de bronze foram conquistadas pelos atletas Gustavo Grummy Guimarães e Rudá Franco, do Polo Aquático masculino.

Se o Sesi-SP fosse um país, teria ficado em 13º lugar no quadro geral de medalhas do Pan-Americano de Guadalajara, com 3 ouros, 1 prata e 2 bronzes. A instituição, vitoriosa em seu primeiro Pan-Americano, tem uma meta ambiciosa: “Nosso objetivo é ter 20 atletas da indústria de São Paulo representando o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro”, afirmou Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP.

Desde 2008, quando deu início ao seu trabalho da pedagogia do exemplo através do esporte, o Sesi-SP tem alcançado números significantes para o esporte mundial. A missão da área é resgatar os valores do esporte para os alunos da rede e cooperar com o desenvolvimento de novos atletas.

A iniciativa de estreia do projeto ocorreu com a formação da Equipe de Polo Aquático, com jovens entre 12 e 15 anos, selecionados nas escolas da rede em todo o estado e entre praticantes de clubes com tradição nesse esporte. Hoje em dia, a instituição leva esse conceito de formação de rendimento para as seguintes modalidades: vôlei, futsal, polo aquático, natação, basquete, judô, triatlo, atletismo, ginástica artística, luta olímpica, vôlei paraolímpico e bocha paraolímpica.

Leia mais:

Acompanhe as notícias do Sesi-SP esporte