Bachiana Filarmônica Sesi-SP se apresenta no Theatro Municipal do Rio

O Sistema Firjan, em parceria com a Fiesp, faz uma homenagem ao Rio de Janeiro, cidade sede dos Jogos Olímpicos 2016, e promove no próximo domingo (6/3) uma apresentação única da Bachiana Filarmônica Sesi-SP no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Os ingressos para a apresentação custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Com repertório voltado para a história das Olimpíadas, a Bachiana Filarmônica Sesi-SP idealizou um espetáculo com obras de grandes compositores, inspiradas pela Grécia, berço histórico dos Jogos Olímpicos no século VIII a.C. Fazem parte do repertório composições de Mozart, Glazunov, o tema de “Zorba, o Grego” e três obras de Beethoven: “Ruínas de Atenas”, opus 113; “As Criaturas de Prometeus”, opus 43; e “A Consagração da Casa”.

Com o esporte sob os holofotes, o Sistema Firjan levará para assistir ao concerto 600 crianças e adolescentes do Atleta do Futuro, uma das atividades contempladas pelo Sesi Cidadania. O programa, criado em 2010, promove a cultura, a educação, o esporte e o lazer para moradores das comunidades atendidas pelas UPPs no Rio de Janeiro. Na certeza de que a prática incentiva a formação educativa e sociocultural, o programa também levará 400 alunos da Educação Básica da Escola Sesi, acompanhados de seus professores.

Na ocasião também estarão presentes o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf e algumas das estrelas olímpicas do Sesi-SP – Murilo, Serginho, Fabiana e Jaqueline, do vôlei, e Verônica Hipólito e Marco Aurelio Lima Borges, do atletismo paralímpico –, que serão homenageados pela orquestra.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, afirma que o evento é uma forma de democratizar o acesso à cultura e incentivar a formação de público para música. “Nós acreditamos na força da cultura e do esporte como instrumento de mudança social. O Sistema Firjan faz um trabalho de referência nesse sentido nas comunidades do Rio com presença de UPPs. Por isso, estamos felizes em trazer para crianças e jovens dos nossos projetos o concerto de uma orquestra alinhada com essa proposta, que traz o Sesi no nome, e é dirigida por um dos maiores expoentes brasileiros da música clássica. É também um presente que estamos oferecendo ao público do Rio de Janeiro, um repertório que homenageia a Cidade Olímpica e, ao mesmo tempo, reforça a importância de uma sólida formação sociocultural de nossa juventude, por meio da democratização do acesso à arte e ao esporte”, diz.

A Bachiana Filarmônica começou em 2004 e seis anos depois foi adotada pelo Sesi-SP. Formado hoje por 60 musicistas, o grupo é considerado a maior orquestra de iniciativa privada do Brasil. “Nós temos um grande time de craques na​ orquestra Bachiana Filarmônica do Sesi-SP, um exemplo ​de que ​o trabalho em equipe pode ser um grande transformador​, mudando a vida das pessoas. Além de mexer com os sentimentos, a música educa, envolve e gera união”, afirma o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf. “Assim também é com o esporte. ​Nada mais justo que,​ nesse domingo tão especial​, a Bachiana ​faça uma homenagem ​ao ​Rio de Janeiro, cidade sede das Jogos Olímpicos 2016. Vamos poder usufruir de todo o talento e espírito ​de união ​de​ nossos músicos e atletas de ponta. É a cultura entrelaçada com o esporte​, mostrando aos brasileiros que sonhos ​podem ser realizados ​com esforço, disciplina e dedicação”, completa ele.

O público terá a oportunidade de ver o maestro João Carlos Martins assumindo o piano, instrumento que lhe deu fama mundial como intérprete de Bach. Além do repertório com nomes conhecidos da música clássica, o maestro vai solar canções-temas de dois filmes famosos: “Nunca aos Domingos”, de 1960, dirigido por Jules Dassin, e que rendeu o Oscar de melhor canção em 1961 com a trilha de Manos Hadjidakis; e o tema igualmente célebre do filme “Zorba, o Grego”, de 1964, dirigido por Michael Cacoyannis, com o ator Anthony Quinn.

João Carlos Martins rege a orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP no Theatro Municipal do Rio, uma casa de espetáculo que representa a própria trajetória da cultura brasileira. “É com grande prazer que homenageamos essa cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro, próxima sede Olímpica, com um espetáculo especial e cheio de emoção. Este concerto é inspirado na mitologia e na cultura grega, e vai contar a história da música através do maior evento esportivo do planeta, as Olimpíadas. Me alegra também poder proporcionar uma experiência como essa, em pleno Theatro Municipal, para diversas pessoas que talvez estejam entrando em contato com a música clássica pela primeira vez”, revela o maestro.


Serviço:

Evento: Bachiana Filarmônica Sesi-SP faz tributo à Grécia Antiga

Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Floriano, s/n – Centro)

Data e hora: 6 de março (domingo), às 16h

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada) – ou na bilheteria do Theatro Municipal, de segunda a sexta, sábados, domingos e feriados das 10h às 18h. Nos dias de espetáculos, das 10h até a hora do início da apresentação.