‘Governo precisa fazer muito mais – e mais rápido’, diz Skaf ao programa Jogo de Poder

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544685359

Paulo Skaf, presidente da Fiesp/Ciesp, em entrevista ao programa Jogo de Poder SP, da Rede CNT

A velocidade do governo federal não é a mesma de que o Brasil precisa, de acordo com o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, ao participar do programa Jogo de Poder São Paulo, exibido na noite de domingo (24/02) na Rede CNT.

“O governo está no caminho de tentar fazer. Precisa fazer muito mais – e mais rápido. Caso contrário, põe em risco a indústria da transformação, que é o maior patrimônio [do Brasil]”, assinalou Skaf no quarto bloco do programa, destacando que o setor emprega mais de 10 milhões de pessoas, paga os melhores salários e desenvolve as regiões.

>> Veja a entrevista completa

Skaf reconheceu que o governo adotou medidas positivas, citando a desoneração da folha de pagamento de alguns setores, a queda na taxa básica de juros e a redução nas tarifas de energia. Mas ressaltou que o Brasil ainda sofre com a falta de competitividade.

“Nós ainda não temos isonomia. Nosso custo é muito mais alto que nos outros países que tem o melhor. O brasileiro é criativo, eficiente, talentoso. Temos que ter as mesmas condições para realmente gerar as riquezas aqui e não ficar importando. Nos últimos 10 anos, enquanto a indústria cresceu 19%, o comércio cresceu 102% – essa diferença foi de produtos importados”, explicou.

Juros

De acordo com Paulo Skaf, o Brasil não pode ser um país que vive exclusivamente de commodities. “É interessante (…) que você tenha as matérias-primas e (…) transforme dentro do Brasil, empregando intensivamente, dando bom emprego para o povo brasileiro, desenvolvendo o Brasil e criando condições para o desenvolvimento da economia.”

O presidente da Fiesp e Ciesp disse que ainda há muitos desafios. “Os juros baixaram. O suficiente? Ainda não. Os juros reais, acima da inflação, ainda são muito elevados. Espero que não venha essa história de subir os juros de novo. Isso é ruim para o Brasil”, alertou.

“A energia vai baixar, mas não significa que não possa continuar baixando. O gás no Brasil é muito caro. O custo de logística é caro, por deficiência nas estradas, portos, aeroportos, ferrovias. Precisamos investir na infraestrutura. A carga tributária no Brasil é muito alta”, completou.

Paulo Skaf é convidado de programa ‘Jogo do Poder São Paulo’ na CNT

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544685359Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf,  é o convidado da edição deste domingo (24/02), às 23h, do programa ‘Jogo do Poder São Paulo’, que será exibido na CNT.

Skaf responde a perguntas do jornalista e apresentador Rony Curvelo.

Entre os temas da entrevista estão a campanha “Energia a Preço Justo” e a ferramenta online desenvolvida pela Fiesp para permitir ao consumidor conferir o quanto houve de redução na tarifa de energia.

O programa, com 40 minutos de duração divididos em quatro blocos, será exibido somente no domingo (24/02), às 23h.