Câmara Ambiental da Indústria Paulista promove reflexão sobre mudanças climáticas

Agência Indusnet Fiesp 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027532

Marco Antônio Caminha, especialista em meio ambiente da Fiesp. Foto: Vitor Salgado

A Câmara Ambiental da Indústria Paulista (Caip) se reuniu na última quinta-feira (25), na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a fim de avaliar a participação da entidade na 15ª Conferência das Partes sobre Mudanças Climáticas (COP-15). Outra ação foi a divulgação do vídeo institucional da Fiesp sobre ativos ambientais da entidade.

Uma das conquistas da Conferência das Partes (COP-15), realizada em 2009, em Copenhague (Dinamarca), foi inserir o tema “mudanças climáticas” na pauta de discussão de todos os países envolvidos. Trata-se de um avanço, pois se cria um ativo político.

A opinião foi externada pelo especialista em meio ambiente da Fiesp, Marco Antônio Caminha, que considerou os pontos positivos do encontro, apesar de os resultados obtidos não ter sido o esperado por diversos países.

Outro avanço apontado foi a aceitação do documento do IPPC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU), encerrando antiga polêmica, e validando o relatório do órgão.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027532

Moacir Beltrame. Foto: Vitor Salgado

Durante esta plenária do CAIP, coordenada por Moacir Beltrame, criou-se a Comissão de Mudanças Climáticas da Câmara Ambiental da Indústria Paulista. O foco inicial é a participação das entidades-membros da Câmara e dos respectivos setores industriais no Inventário Estadual de Emissões de Gás de Efeito Estufa, impulsionado pela Cetesb, interagindo com o Departamento de Meio Ambiente da Fiesp.

A próxima reunião da Comissão está agendada para o próximo dia 18 de março. Mais informações diretamente com o DMA, pelo telefone 3549-4675) ou e-mail camambiental@fiesp.org.br.

Durante o encontro, entidades participaram da mesa-redonda, debatendo a atuação da indústria em relação aos marcos regulatórios e as iniciativas relativas à adaptação e mitigação das mudanças climáticas.

Entre elas, a Associação Brasileira do Alumínio (Abal), Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas (Abiec) e Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim).