Piauí busca novas oportunidades de negócios

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

Governador do Piauí, Wilson Nunes Martins destacou oportunidades no estado para setor de agronegócio

“O Piauí é o País do presente. Estamos preparados para os grandes investidores. Oferecemos segurança absoluta para os empresários que desejam fazer ótimos negócios”, declarou nesta segunda-feira (8) o governador do estado do Piauí, Wilson Nunes Martins, na cerimônia de abertura do Investir Piauí 2011, sediado na Fiesp. O evento é uma iniciativa do governo piauiense para atrair investimentos e geração de empregos para o estado.

Na ocasião, o governador destacou as oportunidades para o setor de agronegócio, com a oferta de área de plantio a preço acessível. “Temos  mais de 1 milhão de hectares de terra prontos para serem leiloados”, afirmou. Além disso, Martins garantiu que o estado oferece incentivos fiscais para os novos investidores.

Grande entusiasta do projeto, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, reforçou o apoio da federação ao projetoInvestir Piauí e disse que o estado é motivo de orgulho para todo o País. “Hoje é uma noite de festa para todos nós por estarmos recebendo a comitiva do Piauí”. E completou: “O que importa é o desenvolvimento do Brasil e para que isso aconteça nós temos que valorizar o potencial de cada estado e cada região. E, sem dúvida, há um potencial enorme no Piauí ”.

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, reforçou apoio da entidade ao projeto Investir Piauí

 

Pedro Novaes, ministro do Turismo, destacou  que o governo federal investiu no estado cerca de R$ 200 milhões, nos últimos oitos anos. Segundo o ministro, nos próximos anos serão investidos mais US$ 50 milhões. “Tenho confiança no estado do Piauí e no seu desenvolvimento. Peço que o empresariado paulista acredite no estado”, incentivou Novaes.

O evento contou com a participação de autoridades governamentais do estado do Piauí e de São Paulo.

Arte e história

Além de estimular os negócios, o Investir Piauí apresentou uma programação cultural diversificada, composta por danças folclóricas e a exposição de 20 peças de artes santeira, esculpida por artesãos piauienses, símbolo da cultura local.

De cores e formatos variados, a exposição de joias com gemas de opala impressionaram os visitantes. Pedra rara, apreciada em todo o mundo, a opala pode ser encontrada no solo da cidade de Pedro II, localizada no sul do Piauí.

Rodada de negócios

Nesta terça-feira (9), o Investir Piauí, com o apoio da Fiesp, promoverá uma rodada de negócios setoriais, para empresários interessados em investir nas áreas de agronegócio, turismo, mineração, indústria de transformação, serviços específicos e zona de processamento de exportações.

Durante o encontro, os empresários terão acesso a informações sobre possibilidades de investimento, além das potencialidades locais, como o agronegócio e a mineração.

Além da consultoria dos representantes das grandes empresas piauiense, como a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras), Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).