Momento é bom para investir no Brasil, afirma Skaf em seminário

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

Ao abrir nesta quarta-feira (4/11) o Seminário Brasil e Itália: Investimentos para o crescimento econômico, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, disse que o Brasil é muito maior que o momento atual de crise. Lembrou que o problema não está na economia, e sim na política, levando a uma falta de confiança que inibe o investimento e o consumo. “Em 2017 já teremos outro cenário”, afirmou.

Mencionando o discurso feito também na abertura do seminário pelo ministro das Relações Exteriores da Itália, Paolo Gentiloni, que falou sobre os resultados obtidos por seu país graças a reformas que incluem desburocratização e redução dos impostos, Skaf disse que o desfecho é positivo quando são feitas “as coisas que têm que ser feitas”.

O Governo, lembrou Skaf, não pode ser maior do que o país aguenta. “Precisamos tirar da frente as pedras que estão no caminho do desenvolvimento.”

Skaf afirmou que o momento é favorável para o investimento de empresas italianas no Brasil, em diversos setores, como a indústria de transformação e o agronegócio, além de concessões e obras públicas.

O seminário foi promovido pela Fiesp, em sua sede, coincidindo com a visita de Gentiloni e de uma comitiva de empresários. Gentiloni disse que a conjuntura difícil do Brasil não afasta o investimento italiano no Brasil, que além de ser estratégico se baseia na confiança e na amizade.

Paulo Skaf na abertura do Seminário Brasil e Itália: Investimentos para o crescimento econômico. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp