Ciesp e Unesp assinam acordo de cooperação

Mariana Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

Agora as empresas associadas ao Ciesp ficarão mais próximas dos centros de pesquisa e desenvolvimento. A entidade anunciou nesta quinta-feira (18), durante sua reunião mensal, uma parceria com a Universidade Estadual Paulista (Unesp) para promover a transferência tecnológica ao setor industrial.

O convênio prevê que todas as empresas ligadas à entidade possam contar com suporte tecnológico no desenvolvimento de novos produtos ou na melhoria de seus processos produtivos. Este é o primeiro resultado prático da 24ª Convenção do Ciesp, realizada em abril, que estabeleceu a inovação como prioridade nos projetos da entidade.

É a primeira vez que o Ciesp realiza esse tipo de acordo na área de execução de novos projetos de pesquisa e transferência de tecnologia para o chão de fábrica. Para Paulo Skaf, presidente da entidade, o principal objetivo é fazer com que as empresas despertem para a inovação.

“O que vai fazer a diferença neste século é a capacidade de inovar. Hoje existe muito discurso em torno do tema, e pouca prática. Esperamos que a inovação vire realidade com essa parceria”, disse Skaf.

Na mesma linha, o vice-reitor da Unesp, Julio Cezar Durigan, reforçou a intenção de trabalhar de forma conjunta com o Ciesp. As empresas terão acesso a 23 campi da Unesp espalhados pelo estado, nas áreas de exatas, humanas e biológicas. O acordo aproveita a capilaridade da entidade da indústria, que possui 43 diretorias regionais.

“Estamos contatando universidades no exterior que têm centros de inovação. Queremos levar o modelo para a Unesp e participar de fato com o setor produtivo”, afirmou Durigan.

Integração empresa-escola

O convênio estabelece um amplo programa de cooperação acadêmica entre a Unesp e o Ciesp, incluindo a realização de estudos e pesquisas, consultorias, conferências, publicações, cursos e programas de treinamento, realização de estágios e outras atividades de interesse.

Para o 1º vice-presidente do Ciesp, Rafael Cervone, o objetivo é oferecer um ambiente criativo que permita a inovação dentro da empresa.

“A ideia é fazer uma engenharia reversa, ou seja, alimentar a universidade com as reais necessidades da indústria, e partir disso desenvolver a tecnologia”, sublinhou Cervone.

Segundo Pio Gavazzi, diretor de Tecnologia do Ciesp, uma das grandes dificuldades é traduzir a linguagem acadêmica. Para preencher essa lacuna, o convênio possibilitará ao associado envolver sua empresa com as áreas de pesquisa da Unesp.

A transferência de tecnologia e a apresentação de linhas de pesquisa às empresas serão acompanhadas pela Agência Unesp de Inovação (AUIN), que coordenará a execução de projetos de P&D ou licenciamento para uso e exploração de tecnologias de propriedade da Universidade.

Da mesma forma, o Ciesp levará à Agência as demandas e competências que as empresas desejam que a Unesp desenvolva.

“No momento em que estamos sujeitos a uma moeda sobrevalorizada, a inovação é uma das coisas que podem ajudar nossa indústria a ser competitiva”, resumiu Pio Gavazzi.

Mais informações

Diretoria de Tecnologia
Tel. (11) 3549-3203 | e-mail: tecnologia@ciesp.org.br