Senai-SP e Ipen estudam acordo de cooperação em pesquisa e inovação

Agência Indusnet Fiesp

Com a finalidade de identificar possibilidades de parceria, representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) realizaram na quinta-feira (07/08) a primeira de uma série de reuniões técnicas. O encontro aconteceu na escola Senai Mario Amato, em São Bernardo do Campo.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540027080

Representantes do Senai-SP e do Ipen no local do encontro. Foto: Senai-SP


O objetivo principal dessa série de encontros é o de estudar a assinatura de um acordo de cooperação técnico-científica entre as instituições para formação profissional e inovação. Senai-SP e Ipen já têm diversas ações conjuntas, principalmente a participação de professores do Senai-SP em cursos de pós-graduação oferecidos pelo Ipen.

Dessa vez, segundo o gerente de Inovação e de Tecnologia do Senai-SP, Osvaldo Lahoz Maia, além de intensificar as ações já existentes, as tratativas visam abrir novas frentes de ação em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Na pauta da reunião surgiram temas como a capacitação de técnicos e professores do Senai-SP, oferecimento de estágios como iniciação científica a alunos oriundos do Senai-SP e o desenvolvimento conjunto de projetos de inovação tecnológica em parceria com indústrias paulistas.

“A parceria com uma das mais renomadas Instituições científicas brasileiras, o Ipen, certamente permitirá ao Senai-SP abrir uma janela de oportunidades estratégica tanto para a melhor formação em nível de pós graduação para nossos docentes e técnicos quanto para o desenvolvimento de projetos conjuntos com empresas˜, afirma Maia.

“O Ipen, além de expertise de seu corpo técnico, também vai dar suporte ao Senai-SP na otimização do uso dos equipamentos de última geração incorporados recentemente em suas plataformas tecnológicas de novos materiais e micromanufatura˜, completa o gerente.

Além de Osvaldo Lahoz Maia, participaram da reunião o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Ensino do Ipen, Marcelo Linardi.

Também estavam no encontro três diretores de unidades do Senai-SP: Silvia Helena Carabolante (Escola Senai “Horácio Augusto da Silveira”, Barra Funda, São Paulo), Manoel Manteigas de Oliveira (Escola Theobaldo de Nigris, Mooca, São Paulo) e Claudemir Facco de Oliveira (Escola Mario Amato, São Bernardo do Campo).