Skaf recebe participantes de torneio de construção de foguetes

Patrícia Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, recebeu nesta segunda-feira (1/6) um grupo de alunos do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) que, com o apoio da entidade, participarão, entre os dias 24 e 29 de junho, do Intercollegiate Rocket Engineering Competition (Irec), competição internacional de fabricação de foguetes realizada em Green River, no estado de Utah (Estados Unidos).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539950205

Skaf com membros da equipe Rocket Design, do ITA, apoiada pela Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Depois de ouvir uma exposição dos alunos sobre a participação brasileira e assistir a um vídeo que registrou o lançamento do foguete, Skaf disse que a Fiesp se sente honrada em apoiar um projeto diferenciado como este. “Este é o país que está dando certo”, enfatiza Skaf.

No encontro, os jovens explicaram como foi a participação do ITA-Fiesp (nome dado ao foguete brasileiro) na edição anterior da disputa, que reúne estudantes da área de engenharia aeroespacial de vários países.

Novo projeto

O desafio é fazer um foguete, com carga de 4,5 kg, atingir com precisão a altitude de 3.000 metros e aterrissar da maneira adequada no deserto da cidade de Green River.

A equipe, chamada Rocket Design, conta com 22 estudantes do 1º ao 5º ano de Engenharia Aeronáutica da instituição, que fica em São José dos Campos (SP). Quinze deles irão à competição, que reúne estudantes de 40 universidades de países como EUA, Canadá e Turquia.

Para o aluno Luís Fernando Gonçalinho Antonio, o diferencial do grupo é realizar a produção completa do equipamento. “Temos um foguete completamente feito por estudantes universitários. Não temos nada comprado comercialmente, como as equipes de fora. Temos muito orgulho de participar de um projeto que vai poder representar nosso país lá fora”, afirma o aluno.

Em anos anteriores a equipe do ITA conquistou duas vezes o prêmio de melhor projeto, uma das categorias do torneio. “Neste ano estamos um pouco mais preparados, melhoramos nosso projeto e acreditamos na premiação”, concluiu Dalton Felipe de Menezes, líder da equipe.