Delegação de Indianápolis vem à Fiesp em busca de negócios

Na rápida passagem pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), nesta segunda-feira (27), o prefeito de Indianápolis, Gregory Ballard, se mostrou receptivo sobre a possibilidade de inserir em sua cidade o uso do etanol brasileiro.

O mesmo já aconteceu com o estado norte-americano da Califórnia que reconheceu os benefícios do produto brasileiro na redução de emissões de CO2.

Atualmente, parte do combustível usado na competição da Fórmula Indy, em Indianápolis, é abastecido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) que, por ano, fornece 120 mil galões ou 420 mil litros do combustível.

Além do etanol, a Unica também é responsável pelo óleo diesel e gasolina especial para corridas. No total, as vendas para Indianápolis giram em torno de R$ 1 milhão, ao contrário dos US$ 263 milhões, divulgados anteriormente.