Escola do Sesi-SP em Regente Feijó é inaugurada com investimentos de R$ 14,5 milhões

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, do Sesi-SP e do Senai-SP, Paulo Skaf,  participou, na manhã desta sexta-feira (24/06), da inauguração da nova escola do Sesi-SP em Regente Feijó, no interior paulista. A unidade recebeu investimentos de R$ 14,5 milhões e terá 12 salas de aula.

“Para mim é uma satisfação pessoal participar dessa inauguração”, disse Skaf. “O Sesi e o Senai de São Paulo investem fortemente em educação”.

De acordo com Skaf, a escola de Feijó já esteve para ser fechada. “Não só reabrimos, como ainda fizemos uma nova escola”.

Além das 12 salas de aula, haverá ainda biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática, um laboratório de física, um laboratório de química e biologia, um laboratório de ciência e tecnologia, duas áreas de convivência, refeitório, cozinha com despensa, salas de coordenação e para atendimento aos pais, além de quadra coberta e vestiários. As novas instalações foram construídas em terreno com 20 mil metros quadrados, doado pela prefeitura.

Skaf durante a inauguração em Regente Feijó: investimento forte em educação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Em Regente Feijó, a nova unidade oferecerá ensino fundamental em tempo integral do 1° ao 5º ano, o que permitirá que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 376 estudantes atendidos, 280 estão no Ensino Fundamental e 96 no Ensino Médio.

O foco prioritário da área educacional do Sesi-SP é promover o desenvolvimento econômico e social do país por meio da valorização do capital humano e, consequentemente, ampliar a competitividade da indústria. Por isso, em 2007, foi realizada grande reestruturação na área para fortalecer a educação básica.

As principais mudanças adotadas foram: completa reformulação da educação básica; ampliação da oferta da educação de jovens e adultos; estruturação de processos para ampliar e diversificar a formação continuada; modernização física da rede de escolas, com base em novo conceito arquitetônico; estruturação da metodologia Sesi-SP de ensino; e desenvolvimento de material didático próprio.

Como resultado, a rede passou a oferecer educação em tempo integral para o ensino fundamental I, criou o ensino médio um ano depois e o ensino médio articulado à educação profissionalizante do Senai-SP.

Mais ciência e tecnologia 

A ampliação dos conteúdos de ciência e tecnologia nos currículos foi outra novidade adotada a partir de 2008. Desde então, os alunos do ensino fundamental são incentivados a vivenciar na prática conceitos de robótica, que estimulam o desenvolvimento do interesse científico e a habilidade de resolver problemas por meio de raciocínio lógico. Ainda nessa linha, a entidade desenvolveu programa inédito de Nanociência que prevê passar conceitos de nanotecnologia para estudantes das escolas do Sesi-SP e do Senai-SP.

Laboratório em Regente Feijó: foco em ciência e tecnologia. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Outra novidade foi a criação de material didático próprio, tanto para o ensino fundamental como para o ensino médio, dando robustez à metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino.

Essa concepção engloba processos de ensino, de aprendizagem e de pesquisa, segundo a perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

Na tarde desta sexta-feira (24/06), Skaf esteve em Presidente Epitácio para a inauguração de uma quadra na escola do Sesi-SP na cidade.

Nova escola do Sesi-SP é um ‘salto de 1000%’, afirma diretora da unidade de Andradina

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp, de Andradina

Foi uma madrugada em claro. A ansiedade era grande e a diretora da unidade do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Andradina, Claudia Cristina Gonzales, mal conseguiu dormir horas antes da inauguração de uma das mais novas escolas da instituição,  em cerimônia realizada nesta quinta (15/05), com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

Claudia e Skaf durante a cerimônia de inauguração da escola: salas e laboratórios mais estruturados. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Claudia e Skaf durante a inauguração da escola: salas e laboratórios mais estruturados. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Na entrevista abaixo, logo depois da inauguração, Claudia destaca a importância da nova unidade para a educação no município.

Qual é o salto em termos de estrutura da escola anterior para esta nova?

Claudia Cristina – Um salto de 1000%. A escola em que estávamos era muito pequena, sem uma infraestrutura adequada para atender melhor a esses alunos. Aqui a gente tem sala com iluminação muito boa, televisores, DVD, lousa interativa. Nós temos laboratórios com um computador para cada aluno e isso de física, química, biologia, ciências. Os alunos vão ter realmente algo mais. Tenho certeza que eles apresentarão resultados melhores.

No ano que vem começa a ser implementado o ensino em tempo integral. Qual é o desafio?

Claudia Cristina – Um desafio grande. Estávamos em uma escola pequena, trabalhando de manhã com adolescentes e à tarde com os pequenininhos, do 1º ao 5º ano.  Então, vamos ter que organizar a escola para aula o dia todo, do 1º ao 9º ano. Outras escolas fizeram isso gradualmente, primeiro do 1º ao 5º, depois o 6º. Então, vamos pegar do 1º ao 9º ano para entender o que é o ensino em tempo integral. A expectativa é muito grande para a gente se organizar e atender aos alunos.

Como está a expectativa dos professores para começar a trabalhar nessa escola?

Claudia Cristina – Tivemos uma reunião antes e eu sinto o brilho nos olhos de cada um, com aquela vontade, aquela determinação de fazer algo diferente. É um desafio e vamos conseguir porque a garra dessa equipe é muito grande.

Está previsto aumento de quadro de funcionários na escola?

Claudia Cristina – Acredito que sim porque vamos ter vivências artísticas, vamos ter bibliotecária, coisas que nós não tínhamos. Então, acredito que tenhamos aumento de quadro, sim.

Os alunos parecem empolgados com a nova quadra poliesportiva…

Claudia Cristina – Eles têm vontade de fazer esportes, querem participar, mas a quadra na escola anterior era inviável realmente para qualquer tipo de atividade. Não era coberta, a estrutura física não tinha condições de atendê-los. Então, eu sinto que eles estão com vontade de fazer esporte à noite, de aproveitar os sábados,  é uma intenção de abrir a escola nesses dias. Eu sinto que esse prédio vai fazer a diferença para todo mundo.

A cerimônia de inauguração da nova escola do Sesi-SP em Andradina, nesta quinta-feira (15/05). Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A cerimônia de inauguração da escola do Sesi-SP em Andradina, nesta quinta-feira. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Sesi-SP inaugura escola em Itapira com capacidade para 384 alunos

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp, de Itapira

Maribel, Cristina e Nilce. Foto: Isabela Barros/Fiesp

Conversando na entrada, elas pareciam tão à vontade com o ambiente quanto os seus filhos. Mães de alunos da nova escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) de Itapira, as donas de casa Nilce Helena da Silva Molinari, de 40 anos, e Maribel da Silva, de 48, junto com a auxiliar administrativa Cristiane Olbi, de 34, eram só elogios ao ensino oferecido pela instituição.

As três esperavam a cerimônia de inauguração da unidade, que recebeu investimentos de R$ 15,7 milhões, realizada na manhã desta sexta-feira (07/02) com a presença do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

“O ensino do Sesi-SP em Itapira é o melhor da região”, disse Nilce. “O melhor e o mais completo. Vejo o quanto a minha filha se dedica”, acrescentou Maribel. “O nível é alto e a disciplina também. Estou aprendendo com o meu filho”, explicou Cristiane.

Para a administradora da unidade, Taís Cristiane de Lima, um dos diferenciais do trabalho educacional oferecido pela indústria paulista em Itapira é mesmo a vontade de fazer “com que todos os alunos aprendam”. “Trabalhamos para desenvolver as habilidades de cada um. É isso que eles vão levar daqui para fora”.

“O que vale aqui não é a construção, a arquitetura, essa vista maravilhosa”, disse Skaf ao chegar na escola. “Por aqui, milhares de jovens vão passar e receber educação completa. Aquela educação do exemplo, do bom exemplo”.

Para Skaf, no médio e longo prazo, por meio da educação, com nove anos de ensino fundamental em tempo integral, como é oferecido pela indústria de São Paulo, é possível transformar uma criança. “A criança de seis anos se transforma num jovem de 18 anos com boa educação, alimentação, saúde, um curso técnico, um cidadão pronto para o trabalho e para a vida”, explicou. “A educação transforma um país.”

Paulo Skaf durante cerimônia: “A educação transforma um país.” Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

De acordo com Skaf, a indústria de São Paulo tem “preocupação com resultados”. “A gente vibra demais com essa realidade que conseguimos mudar através de nossas escolas e investimentos”, disse. “Esse ano teremos 500 mil matrículas no Sesi-SP e 1 milhão no Senai-SP.”

A solenidade contou ainda com a presença do prefeito de Itapira, José Natalino Paganini, e com a do superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Walter Vicioni Gonçalves.

“Sinto alegria pela conclusão de um relevante projeto do Sesi-SP para a comunidade de Itapira”, disse Vicioni Gonçalves. “A minha expectativa é de ver atendidos os anseios da comunidade industrial e da população do município.”

Segundo o superintendente do Sesi-SP, muitos confundem educação com escola. “Mas educação vai além. É tudo aquilo que nos volta, nos orienta e nos organiza em nossa trajetória”, afirmou. “Formaremos nas escolas da indústria construtores da nação brasileira.”

Para o prefeito de Itapira, “quando se trata de uma escola do Sesi-SP, tudo muda, se amplia, ganha a dimensão da maior qualidade”.

“Uma escola do Sesi-SP nos traz a certeza de um ensino diferenciado”, afirmou Paganini. “Vejo um grande futuro para Itapira. Obrigada ao Sesi-SP e ao Paulo Skaf por tornar o ensino da nossa cidade ainda melhor.”

Infraestrutura

A escola do Sesi-SP foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multiuso, uma sala do administrador escolar, uma sala para coordenadores pedagógicos, uma sala de professores, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório, quadra poliesportiva coberta e vestiários masculino e feminino.

A nova unidade passa a oferecer ensino fundamental em tempo integral, permitindo que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 384 estudantes, 288 serão atendidos no ensino fundamental (sendo 256 em período integral) e 96 no ensino médio.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia da entidade que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem. A escola foi construída em terreno com 23,5 mil m².

Ainda durante a inauguração da nova escola do Sesi-SP foi firmado um convênio para participação da cidade no “Programa Atleta do Futuro (PAF)”.

Sesi-SP inaugura escola em Igaraçu do Tietê

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp, de Igaraçu do Tietê

Mais uma unidade do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi)-SP foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (06/02).

A estância turística de Igaraçu do Tietê, no interior paulista, recebeu oficialmente a nova escola em solenidade que contou  com a participação do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Paulo Skaf.

O superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni Gonçalves, também acompanhou o evento. Foram investidos R$ 13,5 milhões na unidade.

A nova unidade é mais um passo para a consolidação do novo modelo educacional da entidade iniciado em 2007, que prevê a oferta de ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e a construção de 100 escolas no Estado.

“Escola é para o aluno aprender, praticar esporte e se alimentar, ter atividades culturais”, disse Skaf”. “É para preparar o aluno para a vida.”

Skaf (ao centro, de pé) e equipe: escola é para preparar alunos para a vida. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Skaf (ao centro, de pé) e equipe: escola é para preparar alunos para a vida. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

De acordo com o presidente do Sesi-SP, “educação é o que transforma o país”. “Se todas as crianças tivessem a mesma oportunidade que as crianças do Sesi-SP têm, poderíamos fechar todas as penitenciárias”, afirmou.

O prefeito de Igaraçu do Tietê, Carlos Alberto Varasquim, também participou da inauguração da escola.

Vicioni ressaltou a importância da construção da nova unidade. “A escola tem, mais do que nunca, um papel fundamental na construção do país”, disse. “Essa escola é um exemplo, com a dedicação de especialistas em ensino. Apenas o ensinar não basta, o importante é o aluno aprender, formar verdadeiros cidadãos”, disse.

Heróis do futuro 

Durante a solenidade, Skaf levou ao palco cinco alunos do Sesi-SP de Igaraçu. João Victor, Jonathan, Gustavo, Matheus e Leonardo venceram o concurso  “Heróis do Futuro”, realizado durante o evento Humanidade 2012, no Rio de Janeiro, durante a Rio+20. Como prêmio pela conquista, os alunos ganharam uma viagem com acompanhante para Fernando de Noronha. Para o concurso, os estudantes trabalharam os conceitos de sustentabilidade por meio de games, quizzes, desafios e a construção de uma cidade sustentável.

Skaf agradece a dedicação doprofessor José Felicio Castellano à entidade. Foto: Ayrton Vignola/FIESP

Além dos alunos da cidade, alunos do Programa de Alto Rendimento de Judô de Bauru marcaram presença na cerimônia. Ellen Furtado, que faz parte da seleção brasileira de Judô,  Giovana e Gabriela Fontes, classificadas para os campeonatos brasileiro e pan-americano, posaram para fotos ao lado de Skaf.

Na ocasião, foi homenageado informalmente  o ex- superintendente de Integração da Sesi-SP, José Felicio Castellano, atualmente assessor especial da instituição.  Tendo completado 88 anos nesta quinta-feira (06/02), Castellano dedicou 64 anos de sua vida ao trabalho social da indústria paulista.


A escola

A unidade do Sesi-SP em Igaraçu do Tietê conta com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multiuso, uma sala do administrador escolar, uma sala para coordenadores pedagógicos, uma sala de professores, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório, quadra poliesportiva coberta e vestiários masculino e feminino.

Sala da escola do Sesi-SP inaugurada em Igaraçu do Tietê: 515 matrículas. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Sala da escola do Sesi-SP inaugurada em Igaraçu do Tietê: 515 matrículas. Foto: Everton Amaro/Fiesp

A escola passará a oferecer ensino fundamental em tempo integral, o que permitirá que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Das 515 matrículas existentes, 288 serão destinadas ao ensino fundamental, sendo 256 em período de tempo integral. A escola também oferecerá ensino médio para 96 alunos e Educação para Jovens e Adultos para 131 estudantes.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia da entidade que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem. A escola foi construída em terreno com 26,3 mil m².

Presente para a cidade

A escola do Sesi-SP em Igaraçu: um presente para a cidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A escola do Sesi-SP em Igaraçu: um presente para a cidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

A dona de casa Sônia Regina Barbosa mora há 32 anos em Igaraçu do Tietê e fez questão de prestigiar a inauguração. “O sonho da minha neta é estudar no Sesi-SP. Essa escola é ótima”, disse. “Nunca tivemos a oportunidade de ter uma escola assim aqui na cidade. É um presente”.

Sônia tem uma relação antiga com a instituição. “Estudei no Sesi-SP de Barra Bonita, na década de 1970. Foi uma época maravilhosa”, lembra.

Escola em Cajamar é a 18ª nova unidade do Sesi-SP em 2013

Agência Indusnet Fiesp

Doze salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, um laboratório de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala multidisciplinar, uma sala de atendimento aos pais, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

Assim é a nova escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), inaugurada na tarde desta sexta (20/09) em Cajamar pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Unidade atende 306 estudantes, 154 em tempo integral. Foto: Julia Moraes/Fiesp

 

A nova unidade, a primeira no município, passa a oferecer ensino fundamental em tempo integral, o que permite que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Dos 306 estudantes, 280 serão atendidos no ensino fundamental, sendo 154 matriculados em período integral. A escola também oferecerá ensino médio para 26 alunos.

Neste ano, já foram inauguradas 17 unidades do Sesi-SP nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança Paulista, Pirassununga, Descalvado, Jacareí, Avaré, Sumaré, Porto Ferreira, Jardinópolis, Santa Cruz do Rio Pardo e Presidente Prudente e duas do Senai-SP, respectivamente, em Ourinhos e Pompeia. A escola foi construída em terreno com 30,5 mil m².

A solenidade foi mais um passo para a consolidação do novo modelo educacional da entidade iniciado em 2007, que prevê a oferta de ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) e a construção de 70 escolas no estado. As unidades já entregues oferecem equipamentos modernos e ambientes amistosos para o processo de aprendizagem.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como Sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

Sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Foto: Julia Moraes/Fiesp

Sesi-SP inaugura escola em Avaré com capacidade para atender 328 estudantes

Isabela Barros, de Avaré, com redação, Agência Indusnet Fiesp

A manhã de sexta-feira (07/06) foi de festa em Avaré, estância turística a aproximadamente 263 quilômetros da capital paulista.

Escola do Sesi-SP em Avaré tem capacidade para receber 277 no ensino fundamental. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Em evento com a participação de alunos, professores e autoridades locais, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, inaugurou no município mais uma escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) – a 12ª somente no ano de 2013.

A escola tem capacidade para atender 328 estudantes – 277 no ensino fundamental, dos quais 214 matriculados em período integral. O número ainda é completado por 51 alunos no ensino médio.

Ao chegar na escola, Skaf recebeu de presente de alunos e professores uma cesta de doce de leite, produto típico da cidade, e ouviu “Cantiga de Inauguração”, uma canção composta por alunos do oitavo ano.

Skaf em laboratório durante visita à escola em Avaré. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Depois de passar pelas salas de aula, laboratórios e corredores, o presidente da Fiesp e do Sesi-SP explicou em seu pronunciamento que a escolha do nome do patrono da escola é uma homenagem a um “filho especial” do município, Israel Dias Novaes (1920-2009), escritor, jornalista e deputado estadual e federal e ex-presidente da Academia Paulista de Letras.

Lembrando ter estudado em escola de tempo integral, assim como seus filhos, Skaf destacou que a qualidade de ensino é o mais importante. “No Sesi-SP, recebemos crianças de seis anos e entregamos jovens de 18 anos com boa formação, saúde e conhecimento. Uma boa escola é uma fábrica de bons brasileiros.”

Pleito do prefeito

Skaf disse que pleito por unidade do Senai-SP em Avaré será avaliado de acordo com análise de demanda. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Na cerimônia, o prefeito de Avaré, Poio Novaes, disse ser uma honra para o município receber uma escola do Sesi-SP e que um dos desafios da rede municipal é igualar essa qualidade de ensino.

Novaes pediu ainda a construção, em Avaré, de uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP).

Ao comentar o pleito, Paulo Skaf delegou ao superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, Walter Vicioni Gonçalves, a tarefa de analisar a demanda por formação de mão de obra na cidade. Se houver demanda suficiente, disse Skaf, o pleito poderá ser atendido.

Em seu discurso, Vicioni assinalou que o Sesi-SP oferece ensino médio por iniciativa de Paulo Skaf e que a totalidade das crianças tem formação em ciência e tecnologia. “No Sesi-SP, os alunos aprendem a conhecer, fazer, ter e conviver. Vamos inspirar as pessoas a ser verdadeiros cidadãos”, disse.

Vicioni: 'Vamos inspirar as pessoas a ser verdadeiros cidadãos.'Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Mais cedo, ao conversar com a reportagem, a aluna do oitavo ano do ensino fundamental, Maria Vitória Gregório de Castro, de 13 anos, disse adorar a escola. “Principalmente a biblioteca e o laboratório de química. E também da atenção e do cuidado com os alunos.”

Marcus Vinicius de Fernandes, triatleta do Sesi-SP que treina na unidade de São Carlos, elogiou as condições oferecidas aos desportistas. “Já corri em vários lugares do mundo, mas nunca encontrei uma estrutura como a do Sesi-SP.”

O Sesi-SP de Avaré

Instalada no bairro do Jardim Botânico, a unidade faz parte do projeto educacional da entidade iniciado em 2007, com o objetivo de oferecer ensino fundamental em tempo integral, ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e a construção de 70 estabelecimentos de ensino no estado.

Ensino é integrado a esporte, cultura e cuidados com a saúde. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Somente esse ano já foram inauguradas outras 11 unidades do Sesi-SP nos municípios de Presidente Epitácio, Mococa, Tambaú, Guararapes, Votuporanga, Vinhedo, Americana, Bragança, Paulista, Pirassununga, Descalvado e Jacareí, além de duas do Senai-SP, uma em Ourinhos e a outra em Pompeia.

A escola do Sesi-SP em Avaré tem 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca, um laboratório de informática, de tecnologia, outro de química e biologia e um quarto de física. Isso além de uma sala multidisciplinar e outra para atendimento aos pais, cozinha com despensa, refeitório e quadra esportiva. Toda essa estrutura foi erguida num terreno de 30 mil metros quadrados.

Será oferecido ensino fundamental em tempo integral, com os alunos na escola pela manhã e à tarde, com vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia. Isso com refeições diárias incluindo café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Sesi-SP inaugura nova escola em Bragança Paulista nesta sexta-feira (26/04)

Agência Indusnet Fiesp,

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, inaugura nesta sexta-feira (26/04), em Bragança Paulista, às 9 horas, a nova escola do Sesi-SP.

Imagem da nova escola Sesi-SP em Bragança Paulista. Foto: Julia Moraes/Fiesp

 

O prédio foi projetado com 19 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, dois laboratórios de informática educacional, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, uma sala de música, uma sala de artes cênicas, uma sala multidisciplinar, cozinha com despensa e refeitório e quadra poliesportiva coberta.

A escola foi construída em terreno com 30,4 mil m² em um complexo educacional que também abrigará a nova unidade do Senai, a Fatec e outras escolas municipais.

Educação de qualidade

Dos 950 estudantes da escola Sesi-SP em Bragança Paulista, 502 serão atendidos em tempo integral. Os alunos do ensino fundamental em tempo integral permanecem  nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A escola também oferecerá ensino médio para 160 alunos.

Laboratório de informática do Sesi-SP em Bragança Paulista. Foto: Airton Vignola/FIESP

 

Como todas escolas do Sesi-SP, a unidade de Bragança Paulista aplica a metodologia “Sistema Sesi-SP de Ensino” que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

Outro diferencial é  material didático desenvolvido exclusivamente pelo Sesi-SP.

 

Em Mococa: Paulo Skaf abre nova escola do Sesi-SP nesta sexta-feira, 01/03

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf, inaugura nesta sexta-feira (01/03), em Mococa, às 9h30, a nova escola do Sesi-SP no município.

Na sequência, às 16h30, Skaf participa de Clínica de Natação com 110 atletas do Sesi-SP, no Conjunto Aquático da Associação Esportiva Mocoquense. A clínica será ministrada pelo técnico de natação do Sesi-SP e da seleção brasileira de natação feminina, Fernando Vanzella.

A escola do Sesi-SP em Mococa, que leva o nome de Pedro Sukadolnik, foi projetada com 16 salas de aula, duas áreas de convivência cobertas, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, dois laboratórios de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, um laboratório de química e biologia, um laboratório de física, três salas de convivência, uma sala de música, uma sala de artes cênicas e quadra poliesportiva coberta.

O Sesi-SP agora passa a oferecer ensino fundamental em tempo integral, permitindo que os alunos permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A comunidade escolar também terá ensino médio.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como Sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

Clinica de Natação

Integrando a solenidade de inauguração da nova escola e em função da tradição de Mococa em esportes aquáticos, o Sesi-SP realiza uma clinica de natação, entre 13h30 e 17h, no Clube Mocoquense.  A clínica será ministrada pelo técnico da equipe de natação feminina do Sesi-SP e da seleção brasileira de natação, Fenando Vanzella.

O evento terá a participação de 110 atletas da entidade da indústria dos Municípios de Franca (30 alunos), Mogi-Guaçu (30 alunos), Sertãozinho (30 alunos) e Capital (20 atletas), e do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), Coaracy Nunes.

Serviço
Inauguração da escola do Sesi em Mococa
Data/horário: 01 de março de 2013, sexta-feira, às 9h30
Local: Rua Hermenegildo Picoli Neto, 50, Jardim Lavínia, Mococa, SP

Clinica de natação Conjunto Esportivo do Clube Mocoquense
Data: 01 de março de 2013, sexta-feira
Horário do evento: entre 13h e 17h – às 16h30 – Encontro do presidente da entidade Paulo Skaf com 110 atletas de natação do Sesi-SP
Local: Praça Bárbara Eufrausina de Lima, nº 10, Centro, Mococa, SP

Leia mais

Skaf inaugura escola em Presidente Epitácio e participa de eventos educacionais em outros três municípios do Oeste Paulista

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP), Paulo Skaf, participa de extensa agenda de compromissos no Oeste Paulista, nesta sexta-feira (22/02).

Às 9h30, o líder da indústria paulista inaugura a nova escola do Sesi-SP em Presidente Epitácio (Av. Domingos Ferreira de Medeiros, 2-113, Vila Recreio). Ao final da solenidade, Skaf assina doação de terreno que será realizada pela prefeitura de Santo Anastácio para ampliação da área do Sesi naquele município.

A escola foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência cobertas, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, laboratório de química e biologia, laboratório de física, quadra poliesportiva descoberta, piscinas (semiolímpica, infantil e de biribol), campo de grama e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

A maior novidade é a criação do ensino em tempo integral, permitindo que os alunos do fundamental permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A comunidade escolar também terá acesso ao ensino médio.

O Sesi-SP desenvolve seu próprio material didático, um diferencial da metodologia conhecida como sistema Sesi-SP de Ensino que engloba processos de ensino, aprendizagem e pesquisa. Essa concepção educacional parte da perspectiva de que toda criança ou adolescente é capaz de aprender se lhe forem oferecidas boas situações de aprendizagem.

Agenda em outros municípios

Às 12h30, o líder empresarial assina com a prefeitura de Presidente Bernardes, na Câmara Municipal, convênio para a implantação do Programa Sesi Atleta do Futuro, que atende crianças e adolescentes.

Skaf segue para Presidente Prudente onde, às 15h30, visita a prefeitura local e, na sequência, às 16h, inspeciona obras do CAT Belmiro Jesus, naquela cidade. O último compromisso é um encontro com a diretoria do Ciesp de Presidente Prudente, às 17h.

Serviço

Data: 22 de fevereiro de 2013
Presidente Epitácio
9h30 – Inauguração da escola do Sesi em Presidente Epitácio
10h – Assinatura de escritura com a prefeitura de Santo Anastácio
Local: Av. Domingos Ferreira de Medeiros, 2-113 – Vila Recreio

Presidente Bernardes
12h30 – Assinatura de convênio com a prefeitura local para implantação do programa Sesi Atleta do Futuro
Local: Câmara Municipal – Rua Dr. Marcelo Drumond Tostes, 205

Presidente Prudente
15h30 – Visita à prefeitura municipal
16h – Inspeção nas obras do CAT Belmiro Jesus – Av. Ibrahim Nobre, 585 – Parque Furquim
17h – Reunião com a diretoria do Ciesp – Av. 11 de Maio, 2501 – Jd. Mariupiara

Leia mais

Sesi-SP inaugura nova escola em Santa Rita do Passa Quatro nesta 5ª feira, 23/08

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, inaugura nesta quinta-feira (23/08), a partir das 9h, a nova escola da entidade da indústria em Santa Rita do Passa Quatro (Rua José Barbatana, 303, Jardim Itália Lavínia), a 253 quilômetros da capital.

A escola foi projetada com 12 salas de aula, duas áreas de convivência, uma biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional com 37 computadores, um laboratório de ciência e tecnologia, uma sala multidisciplinar, quadra esportiva coberta com vestiários e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

Ensino em tempo integral é uma das novidades da escola, projetada com 12 salas de aula, biblioteca, laboratórios e outras áreas para proporcional aos alunos vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia

A maior novidade é a criação do ensino em tempo integral, permitindo que os alunos do fundamental permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, além das refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. A comunidade escolar também terá acesso ao ensino médio articulado com a educação profissionalizante do Senai-SP e à educação de jovens e adultos.

Serviço
Data/horário: 23 de agosto de 2012, às 9h
Local: Rua José Barbatana, 303, Jardim Itália Lavínia, Santa Rita do Passa Quatro, SP

Saiba mais aqui sobre os investimentos do Sesi-SP e do Senai-SP em educação

 

Município de Brotas ganha nova escola do Sesi-SP

Djalma Lima, Agência Indusnet Fiesp

Escola do Sesi-SP em Brotas atenderá 677 alunos

O município de Brotas, interior paulista, é o mais recente contemplado com uma moderna escola do Sesi-SP. A unidade, localizada na Rua João Malagutti, 35, Centro, será inaugurada oficialmente pelo presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, nesta sexta-feira (9), com a presença de autoridades locais, alunos, pais, professores e diretores.

A escola atenderá 677 alunos. Para isso, foi projetada com 16 salas de aula, três salas de convivência, sala de música, sala de artes cênicas, sala multidisciplinar, sala de ciência e tecnologia, dois laboratórios de informática educacional com 37 computadores cada, laboratório de química e biologia, laboratório de ciências físicas, biblioteca escolar com acervo atualizado, recreio coberto, quadra esportiva coberta e ambientes administrativos, amplos e confortáveis, para atendimento aos pais e professores.

A maior novidade é a criação do ensino em tempo integral, permitindo que os alunos do fundamental permaneçam nos períodos da manhã e tarde na escola realizando vivências complementares de esporte, arte, cultura e tecnologia, bem como refeições diárias compostas de café da manhã, almoço e lanche da tarde. Álém disso, esta é a única escola da rede Sesi-SP que oferece o Curso Técnico em Lazer. A comunidade escolar também terá acesso ao ensino médio e à educação de jovens e adultos.

Serviço
Inauguração escola do Sesi-SP em Brotas
Data: 9 de março de 2012
Local: Rua João Malagutti, 35, Centro, Brotas, SP

Skaf inaugura em Boituva mais uma moderna escola do Sesi-SP

Edgar Marcel e Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

A inauguração da escola do Sesi-SP em Boituva (116 km da capital), nesta sexta-feira (2), foi marcada por uma novidade para alunos e professores: aparelhos de ar-condicionado serão instalados em todas as salas da unidade. Eduardo Cabanas, diretor de Obras do Senai-SP, garantiu ainda que para o próximo verão a iniciativa será estendida a todas as escolas do Sesi no Estado.

A nova unidade do Sesi-SP foi construída em um terreno doado por Paulo Roberto Guerine, empresário de Boituva. Localizado na Rua José Edson Machado de Oliveira, 105, bairro Pau D’Alho, a escola recebeu investimento de R$ 14 milhões e atenderá 512 alunos no ensino fundamental integral e no ensino médio. Ainda este ano, haverá também o Ensino de Jovens e Adultos.

Em seu discurso na cerimônia de inauguração, Paulo Skaf, presidente da Fiesp/Ciesp/Sesi e Senai-SP, enfatizou a prioridade na educação em sua gestão, que desde 2004 investiu na compra de um milhão de toneladas em equipamentos para o Senai-SP.

“Durante os 66 anos de existência do Sesi-SP, foram construídos cerca de 450 mil metros quadrados em instalações escolares. Na minha gestão, foram mais de 600 mil metros quadrados”, revelou Skaf, ao compartilhar a ideia de que a educação transforma as pessoas.

Walter Vicioni, diretor regional do Senai-SP e superintendente operacional do Sesi-SP, exaltou a preocupação do presidente do Sesi-SP com o ensino. “A liderança de Paulo Skaf na educação do Sesi-SP vem de sua vontade de transformar o País”, reconheceu.A prefeita de Boituva, Assunta Maria Labronici Gomes, agradeceu a Skaf pela nova unidade de ensino. “A parceria da Fiesp com a prefeitura de Boituva não para nesta escola do Sesi, pois em breve estaremos inaugurando também uma escola do Senai-SP no bairro Novo Mundo”, antecipou Assunta.

Mais surpresas

Festa em Boituva: presidente Paulo Skaf comemora com alunos e professores a inauguração da nova escola do Sesi-SP. Foto: Junior Ruiz

Beatriz André de Lima, aluna do 6º ano do ensino fundamental, fez uma apresentação de violino na solenidade.

Caricaturas gigantes colocadas no pátio da escola pelos alunos homenagearam Skaf e a prefeita Assunta e, em meio aos desenhos, uma árvore de papel crepom sustentava papéis com manuscritos das crianças, contendo seus sonhos e anseios.Beatriz André de Lima, aluna do 6º ano do ensino fundamental, fez uma apresentação de violino na solenidade.

Na próxima quarta-feira (7), a equipe de vôlei masculina profissional do Sesi-SP fará uma clínica do esporte para os alunos, que terão a oportunidade de jogar com os atuais campeões sul-americanos da modalidade.

Sesi-SP ganha primeira piscina oficial de Polo Aquático da América Latina

Rodrigo Marinheiro, Agência Indusnet Fiesp

Foi inaugurada nesta sexta-feira (28/10) pelo presidente do Sesi-SP, Paulo Skaf, a primeira piscina oficial de Polo Aquático da América Latina. A piscina, que fica na unidade do Sesi-SP Vila Leopoldina, zona oeste da capital, foi projetada com o tamanho oficial de 33 por 25 metros e 2,2 metros de profundidade, é aquecida, iluminada, conta com aproximadamente 2 milhões de litros d’água e atende todas as solicitações da Federação Internacional de Natação (Fina).

Em toda a América Latina, pelo menos até o dia de hoje, todos os treinos e jogos oficiais da modalidade, inclusive nos Pan-Americanos, eram praticados em piscinas olímpicas ou semiolímpicas de natação, com tamanho delimitado por raias. “A inauguração desta piscina vai beneficiar o esporte aquático brasileiro”, dise Skaf. Como primeira piscina latino-americana de Polo Aquático também facilitará os treinos de natação e maratonas aquáticas, modalidades nas quais o Sesi-SP investe em atletas do alto rendimento”, garantiu.

Durante a comemoração, Paulo Skaf, presidente da entidade, mergulhou na piscina com os jogadores da equipe de polo aquático do Sesi-SP

O equipamento será um centro de referência para receber atletas de todo o país em treinos e competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais. “Nós estamos trabalhando para que o Brasil deixe de ser somente o país do futebol e assuma a condição de grande potência desportiva”, afirmou.

A nova piscina foi batizada com o nome de João Alexandre Meyer Pflug, ex-árbitro da Fina falecido em março deste ano. Com real possibilidade de treinar adequadamente, a expectativa é que o Brasil desenvolva uma seleção capaz de fazer frente às grandes potências deste esporte nos jogos olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

A última Olimpíada que o Brasil disputou foi a de Los Angeles, em 1984. Mesmo assim, nossa seleção somente participou da competição em função do boicote comunista aos Jogos. Antes disso, o Brasil disputou os Jogos Olímpicos de 1968, na Cidade do México, e ficou com o 13º lugar. Na ocasião não existia a disputa do torneio Pré-Olímpico, criado em 1980.

Polo aquático no Sesi-SP

A modalidade foi implantada em 2008 na entidade e foi a primeira das nove praticadas em alto rendimento. Desde então, o Sesi-SP investiu mais de 7 milhões de reais no Polo Aquático. Destes, 5 milhões foram empregados na construção da primeira piscina de Polo Aquático da América Latina, que foi inaugurada hoje no balneário Sesi Vila Leopoldina.

Considerando somente a prática com fim desportivo, a piscina será utilizada por pelo menos mil pessoas, dentre atletas e alunos da rede Sesi-SP. O time de Polo Aquático do Sesi-SP é o atual campeão Brasileiro e Estadual na categoria Sub-21 e vice-campeão da Copa São Paulo na categoria adulto. Os atletas Gustavo Grummy Guimarães e Rudá Franco são destaques do time da indústria e da Seleção Brasileira.

Brasil no Pan-Americano

A Seleção Brasileira masculina de Polo Aquático disputará neste sábado (29), às 18h30 no horário de Brasília, a medalha de bronze do Pan-Americano de Guadalajara. A partida é contra Cuba.

Leia mias:

Acompanhe outras notícias no site do Sesi Esporte

Sesi-SP terá primeira piscina oficial de Polo Aquático da América Latina

Rodrigo Marinheiro, Agência Indusnet Fiesp

Sesi-SP ganha 1ª piscina oficial de Polo Aquático da América Latina

Nesta sexta-feira (28/10), a partir das 15h, o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) inaugura a primeira piscina oficial de Polo Aquático da América, que ficará no balneário do Sesi Vila Leopoldina.

Participarão do evento os atletas do time de polo aquático do Sesi-SP, comissão técnica e o presidente da entidade, Paulo Skaf. O evento marca também o início do Torneio Sesi-SP de Polo Aquático 2011 – Sub 21.

Projetada com o tamanho oficial de 33m x 25m e 2,2m de profundidade, a piscina é aquecida e conta com uma iluminação especial, atendendo a todas as solicitações da Federação Internacional de Natação (Fina).

Até hoje, em toda a América Latina, todos os treinos e jogos oficiais da modalidade, inclusive nos Pan-Americanos, são praticados em piscinas olímpicas ou semiolímpicas de natação, com tamanho delimitado por raias.

A nova piscina do Sesi-SP será um centro de referência e receberá atletas de todo o Brasil em treinos e competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais.

Torneio

O jogo de estreia da piscina acontecerá nesta sexta-feira (28), às 17h. O time do Sesi-SP, atual campeão brasileiro, enfrenta o Esporte Clube Pinheiros, no clássico paulista da modalidade. Partida válida pela primeira rodada do Torneio Sesi-SP de Polo Aquático 2011. Também participam da competição as equipes cariocas do Fluminense Futebol Clube e Botafogo de Futebol e Regatas.

Serviço
Inauguração do Balneário do Sesi Vila Leopoldina
Endereço: Rua Carlos Weber, 835 – Vila Leopoldina, Capital
Data: 28 de outubro de 2011
15h: Inauguração da primeira piscina oficial de Polo Aquático da América Latina
17h: Abertura do Torneio Sesi-SP de Polo Aquático 2011
A entrada é gratuita.

Parceria entre Senai-SP e Prefeitura de Lins proporciona Centro de Formação Profissional

Edgar Marcel e Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

Fachada do Centro Municipal de Formação Profissional de Lins

Aconteceu nesta sexta-feira (23/09) a inauguração do Centro Municipal de Formação Profissional de Lins, anexo à Universidade Metodista de Piracicaba. Resultado da parceria entre o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP) e a prefeitura local, a unidade oferece os cursos de Mecânico Geral e Eletricidade Geral na modalidade Aprendizagem Industrial, totalizando 64 alunos.

A presença do presidente da Fiesp e do Senai-SP, Paulo Skaf, estava prevista. Mas o mau tempo na região impossibilitou o pouso da aeronave na qual o presidente viajava.

O diretor do Departamento de Ação Regional (Depar) da Fiesp em Marília, Aymar Julio Ribeiro, representou Skaf na solenidade. “O Centro Municipal de Formação Profissional de Lins é uma iniciativa importante para o município, pois forma excelentes profissionais para as indústrias do município”, afirmou Ribeiro, durante a inauguração.

Waldemar Casadei, prefeito da cidade, declarou que o centro vai contribuir com o fortalecimento da região em função dos alunos que são qualificados para o mercado de trabalho. Ele ainda enalteceu as ações da entidade da indústria paulista e seu presidente.

CF atua também na qualificação e Aperfeiçoamento Profissional para alunos jovens e adultos nas áreas de mecânica, eletroeletrônica e automação

“Uma das boas coisas que aconteceram para o município de Lins foi a parceria com a Fiesp, e particularmente com o Paulo Skaf, pois ele é um homem sensível, brilhante e realizador”, agradeceu o prefeito.

O Centro de Formação também atua com programas de Qualificação e Aperfeiçoamento Profissional para alunos jovens e adultos nas áreas de mecânica, eletroeletrônica e automação, com 16 turmas em desenvolvimento, totalizando 272 matrículas.

Com forte vocação agroindustrial, a região de Lins também abriga empresas do ramo sucroalcooleiro, que representam grandes demandas por mão de obra qualificada.

O Centro Municipal de Formação Profissional fica na Rua Tenente Florêncio Pupo Neto, 300, Jardim Americano, Prédio da Unimep, Lins, SP.

Preocupação ambiental

Paralela à inauguração, foi realizada a entrega de troféus para as escolas Sesi de Jaú e Barra Bonita, em virtude de uma campanha promovida pela empresa Óleo & Óleo, de Lins. As escolas públicas e particulares da região arrecadaram, em um período de dois meses, cerca de 60 mil litros de óleo de cozinha usados, para a produção de biodiesel.

“Todas as escolas Sesi e Senai participantes arrecadaram 35% deste total, evidenciando o forte engajamento das entidades”, afirmou Aymar Julio Ribeiro, do Depar/Fiesp de Marília, durante a homenagem. A premiação aconteceu em virtude do Dia do Rio Tietê, comemorado um dia antes (22 de setembro).

Leia mais:

Saiba mais sobre as inaugurações do Sesi-SP

Sesi inaugura em Ribeirão Preto seu 22º teatro; 23 programações em agosto e setembro

Alice Assunção e Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, inaugurou na noite desta sexta-feira (26) o 22º teatro da rede Sesi, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

“Este teatro representa o esforço da indústria paulista em ampliar as oportunidades de acesso na área de cultura. Porque acreditamos que as pessoas devem ter oportunidades iguais para crescer”, afirmou Skaf em discurso de abertura.

A indústria investiu R$ 6 milhões na casa, sendo R$ 4,5 milhões em obras e R$ 1,5 milhão em equipamentos de som, imagem e iluminação. O Teatro do Sesi – Ribeirão Preto tem capacidade para 380 lugares e, até o final do mês de setembro, oferecerá 23 atrações gratuitas.

“Este é o segundo teatro que o Sesi inaugura em duas semanas. A valorização da cultura foi crescente na gestão de Paulo Skaf, que expandiu em 50% o número de salas de espetáculos nos últimos seis anos”, disse Walter Vicioni, superintendente operacional do Sesi-SP.

Maestro João Carlos Martins e Bachiana Sesi-SP após apresentação

 

A casa foi inaugurada com concerto da orquestra Bachiana Sesi-SP, sob a regência do maestro João Carlos Martins. O repertório destaca obras dos compositores Johann Sebastian Bach, Heitor Villa-Lobos e Guerra Peixe. Ao final, para relembrar seu tempo como concertista, o maestro assumirá o piano e homenageará o argentino Astor Piazzolla e o grande compositor italiano Ennio Morricone.

O vice-prefeito Marinho Sampaio representou a prefeita de Ribeirão Preto, Darcy Vera. “Está casa é a mais uma importante realização do SESI em nosso município.”

Programação

São destaques da programação os artistas e grupos: Kiko Zambianchi, Angela Ro Ro, Irmandade do Blues, Tobias Vai-Vai e Anelis. Também integram as atividades especiais do mês as montagens Adoniran, do Ballet Stagium, Baobá, da Cisne Negro Companhia de Dança, e o concerto internacional Orchestre de Cambre de Toulouse, da França.

Ainda estão agendados outros três eventos literários com autores nacionais, um bate-papo promovendo a interação entre escritor e leitores e três exposições visuais: UrbanosSoma, Cidades Portuguesas e São Paulo Multicultural, que ficarão expostas no foyer do teatro.

Leia mais:

Saiba mais sobre as inaugurações do Sesi-SP

Paulo Skaf inaugura Teatro do Sesi-SP em Campinas

Edgar Marcel e Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

Os cidadãos de Campinas podem comemorar: o Teatro do Sesi – Campinas foi inaugurado na noite desta sexta-feira (5) pelo presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf. Com capacidade para 374 espectadores, o espaço passa a integrar o circuito cultural do município e já oferece neste mês cerca de 20 atrações gratuitas para públicos de todas as idades.

Na cerimônia de inauguração, Walter Vicioni, superintendente operacional do Sesi-SP, lembrou que quando Paulo Skaf entrou na Fiesp deixou claro que teria projetos para o Sesi e o Senai de São Paulo, para associar toda manifestação que visasse à formação humana. E, segundo Vicioni, os resultados disso começaram a aparecer graças a três qualidades Skaf: “A esperança, por acreditar em projetos pedagógicos; a perseverança, com o comprometimento da Fiesp em engajar o Sesi e o Senai nestes projetos; e a diligência em fazer bem feito”, pontuou. “Este teatro está sendo inaugurado como se fosse a última obra-prima do Sesi-SP”, enfatizou.

Mais de 400 pessoas lotaram o novo Teatro Sesi - Campinas na noite de inauguração...

 

“Quando se persevera e a bandeira é boa, como a do Sesi, que prega educação com qualidade, acesso à cultura, serviços de saúde e alimentação balanceada, os resultados aparecem. E parte deles acontece porque os profissionais que trabalham na entidade amam o que fazem”, completou Skaf.

Com oito lugares projetados para pessoas com necessidades especiais, o Teatro do Sesi – Campinas foi concebido com sistemas de sonorização, acústica e iluminação sofisticados, recursos que permitem múltiplos usos e o atendimento às diferentes exigências da cena teatral e musical contemporânea.

...que contou com apresentação do pianista Marcelo Bratke

A abertura contou com a apresentação do pianista Marcelo Bratke, responsável por turnês e concertos nas mais prestigiadas salas de concerto do mundo, como o Carnegie Hall (Nova York), o Festival de Salzburg, o Queen Elizabeth Hall de Londres, o Konzerthaus em Berlim e o Suntory Hall, em Tóquio.

Programação

Durante este mês, estão previstas no Teatro do Sesi – Campinas 20 atrações musicais e teatrais, totalmente gratuitas. Entre elas, os artistas Chico César & Zezo Ribeiro, Cristina Braga e Roberto Menescal, as montagens Adoniran, do Ballet Estagium, Baobá, da Cisne Negro Companhia de Dança e o concerto internacional I Musici de Montreal, do Canadá.

Também estão agendados outros três eventos literários com autores nacionais, um bate-papo promovendo a interação entre escritor e leitores e duas exposições visuais: Grafismo urbano e A imperial cidade de Petrópolis, que serão apresentadas no foyer do teatro.

Outra novidade do novo espaço cultural é o projeto Núcleo de Artes Cênicas (NAC), que comemora 24 anos de existência neste ano. Composto por um orientador de artes cênicas e um operador de luz e som, o NAC oferecerá programação cultural gratuita e cursos de iniciação teatral para crianças, jovens e adultos.

Cultura para todos

O Teatro do Sesi – Campinas fará parte do conjunto de 20 teatros da entidade: quatro deles estão localizados na capital paulista, como o Teatro do Sesi São Paulo, na Avenida Paulista, e as unidades de AE Carvalho, Vila Leopoldina e Vila das Mercês.

Outros cinco atendem os municípios de Mauá, Mogi das Cruzes, Santo André, Osasco e São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo; e 11 se encontram no interior, nas cidades de Santos, Sorocaba, Itapetininga, Piracicaba, Rio Claro, Araraquara, Marília, Birigui, Franca, São José dos Campos e São José do Rio Preto.

Leia mais:

Confira a programação do Teatro Sesi – Campinas.

Petrobras inaugura aeroporto de São Tomé, RJ, em 2014

Agência Indusnet Fiesp

Ricardo Albuquerque Araújo, da Petrobras, fala dos investimentos da estatal nos próximos anos

A Petrobras pretende inaugurar, em 2014, o aeroporto de São Tomé, Rio de Janeiro, construído pela estatal. Também faz parte dos planos da petroleira ampliar as operações do aeroporto de Cabo Frio, confirmou o gerente-geral de logística da companhia, Ricardo Albuquerque Araújo.

Para 2016, a empresa espera iniciar operações de um porto em Ubu, Espírito Santo, e de mais um aeroporto no sul do Rio de Janeiro. O plano de investimentos em infraestrutura da empresa ainda conta com o início da operação de um porto no litoral paulista e um aeroporto adjacente à base portuária da região para 2017.

“Em 2017, vamos iniciar operação em porto nos arredores de Santos, praticamente no Guarujá”, informou Albuquerque ao participar do 6º Encontro de Logística e Transportes da Fiesp. Na lista de investimentos para 2018 está a operação de outro porto no sul da cidade do Rio de Janeiro.

Sesi de Sumaré será inaugurado este ano

Elcio Cabral, Agência Indusnet Fiesp

José Bacchim e Paulo Skaf, na Fiesp

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, Ciesp, Sesi-SP e Senai-SP, reuniu-se na tarde desta quinta-feira (3), na sede da Fiesp, com o prefeito da cidade de Sumaré, José Antonio Bacchim, para falar sobre a educação no município paulista.

“O Sesi de Sumaré será inaugurado ainda este ano”, afirmou Skaf. A unidade, em fase de construção, é um complexo que permite, além do estudo, a realização de atividades físicas e recreativas.

Bacchim elogiou a qualidade do Senai-SP existente no município, e aproveitou para solicitar sua ampliação, que será estudada pela área técnica da entidade, segundo Skaf.

Fora isso, também será estudada a implantação do Sistema Sesi de Ensino nas escolas municipais de ensino fundamental.