Foto: Skaf recebe medalha “Ministro Mário Guimarães” do TRE de São Paulo

Agência Indusnet Fiesp,

 O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, foi homenageado nesta sexta-feira (6) pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo com a medalha “Ministro Mário Guimarães”.  A condecoração é entregue a magistrados, servidores ou personalidades. O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Conselho de Assuntos Jurídicos e Legislativos (Conjur) da Fiesp, Sydney Sanches, também foi homenageado.

Outros magistrados também foram reconhecidos pelo TRE-SP na manhã desta sexta-feira, entre eles o presidente do Tribunal de Justiça Militar de São Paulo, Paulo Adib Casseb. A homenagem aconteceu durante a abertura do 66º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais, na sede da Fiesp, que contou com participação do presidente do TRE-SP, Carlos Matias Couto, e do ministro do STF Dias Toffoli, presidente do Tribunal Superior Eleitoral.


Paulo Skaf recebe das mãos do presidente do TRE-SP (dir.) a homenagem "Ministro Mário Guimarães". Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Paulo Skaf recebe das mãos do presidente do TRE-SP (dir.) a homenagem "Ministro Mário Guimarães". Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


Presidente da Fiesp visita as obras do Sesi-SP na cidade em Jandira

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp, de Jandira

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Presidente da Fiesp em visita à Jandira. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Jandira foi a última cidade do oeste da Grande São Paulo que recebeu a visita do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Paulo Skaf, nesta terça-feira (01/04).

Primeiro, ele visitou as obras da uma nova unidade do Sesi-SP no município. A escola vai oferecer 1500 vagas, entre ensino fundamental e educação para jovens e adultos.

Depois da vistoria na obra, Skaf participou de solenidade na Câmara de Vereadores de Jandira. A Câmara homenageou o aluno de mecânica de usinagem do Senai-SP, Caíque de Luca Manoel Pereira, como representante de todos os alunos que se dedicam aos cursos profissionalizantes e buscam um lugar no mercado de trabalho.

“Agradeço muito pela oportunidade de estudar no Senai-SP, porque mudou minha vida. Quero continuar estudando, fazendo cursos e melhorando cada vez mais”, declarou o estudante, que já conseguiu emprego na área.

Em seu discurso, Skaf exaltou a vocação que nasceu com a cidade. “Jandira começou com uma indústria, um frigorífico. Por isso, a natureza, a raiz inicial, que está na alma das pessoas é o trabalho. Tenho orgulho de todos os investimentos que a indústria, por meio do Sesi-SP e o Senai-SP, fez nessa região, porque ela merece”, afirmou.

“Quando inaugurarmos a escola do Sesi-SP, no ano que vem, Jandira poderá dizer que tem a mais moderna escola de ensino básico do mundo,  assim como já tem no Senai a mais moderna escola de ensino profissionalizante do mundo.”


Atletas da luta olímpica recebem homenagem dos alunos do Sesi-SP

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Um surpresa foi preparada para a equipe de luta olímpica do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) nesta terça-feira (18/03), no Centro de Atividades de Osasco, onde os atletas da modalidade treinam. Cerca de 600 alunos que estudam na unidade recepcionaram a equipe, que fez conquistas importantes recentemente, entre elas, as cinco medalhas conquistadas no Sul-Americano do Chile.

Os atletas subiram ao palco e foram apresentados aos alunos, que vibraram e aplaudiram muito todos os lutadores. No final do evento, eles puderam tirar foto e pedir autógrafos.

As amigas Rafaela Barbosa Cabral e Esther Luiz da Silva, de nove anos, entregaram um bilhete para o atleta Leonardo Henrique. Nele, o desenho de um lutador com uma camiseta escrita “Atleta do Futuro”. Leonardo, que hoje faz parte da equipe de rendimento, passou pelo programa Atleta do Futuro do Sesi-SP.

“A gente decidiu entregar esse desenho para fazer uma homenagem para eles, para mostrar que a gente admira os atletas e para que eles fiquem felizes”, explicou Rafaela. “A gente vê eles treinando e acha muito legal”. As duas disseram que gostariam de praticar luta olímpica e participar de competições como atletas.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Alunos aproveitaram a oportunidade para tirar foto e pedir autógrafo para os atletas. Foto: Tamna Waqued/Fiesp

Mesmo sendo fã de futebol, Davi Smolii Brandão de Oliveira, também de nove anos, pediu autógrafo de vários atletas. “Gosto de ver a luta olímpica e tenho muita vontade de lutar”, diz o estudante, que costuma jogar futebol no CAT. “Praticar esporte é importante para o nosso físico e também para se divertir.”

“O que vale a medalha se não tiver esse reconhecimento?”, disse Aline Ferreira, campeã sul-americana no Chile, que ficou emocionada com a recepção. “Várias crianças me pediram autógrafo, tiraram foto. E teve uma menina que, quando chegou perto, olhei a mão dela procurando um papel ou um celular. Mas ela veio, só me deu um abraço e disse: parabéns. Linda!”


Radialista Salomão Ésper é homenageado pelo Sesi-SP em Santa Rita do Passa Quatro

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp, de Santa Rita do Passa Quatro

A escola do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) em Santa Rita do Passa Quatro, no interior do estado, ganhou, nesta quarta-feira (19/02), um patrono: o jornalista e radialista Salomão Ésper.

“Salomão, você tem o respeito e admiração de todos nós. Você já dedicou 66 anos de sua vida à comunicação. O que você falar, eu acredito”, afirmou Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP.

“Em nome do Sesi-SP, em nome da indústria, temos muita gratidão por você ter aceitado ser patrono desta escola”, completou Skaf.

Ésper, à esquerda, e Skaf: uma vida dedicada à comunicação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Ésper (à esquerda ao lado de Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP): uma vida dedicada à comunicação. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Também participaram da homenagem o prefeito em exercício de Santa Rita do Passa Quatro, Leandro Luciano dos Santos, e o triatleta Reinaldo Colucci, que veio acompanhado da equipe de triatlo de alto rendimento do Sesi-SP de São Carlos.

Nascido em Descalvado, e ex-aluno do Sesi-SP da cidade, Colucci afirmou que se identifica com pessoas como Salomão Ésper, que “mesmo tendo de deixar sua cidade, não esqueceram suas raízes”.

Amigos de longa data

O jornalista santa–ritense é um dos apresentadores do “Jornal Gente”, ao lado de José Paulo de Andrade e Rafael Colombo, na rádio Bandeirantes de São Paulo.  Ele começou como locutor em 1948, na rádio Cruzeiro do Sul.

Homenageado do dia, Ésper tirou foto com os alunos do Sesi-SP, reviu amigos de longa data e distribuiu autógrafos. “Eu sou um filho que não esqueceu sua terra e fico contente quando há essas manifestações, muitas vezes imerecidas e exageradas pelo carinho”, disse o radialista.

Ele acrescentou que a instalação de uma escola do Sesi-SP em Santa Rita ajuda a suprir em parte a demanda de alunos que costumavam deixar o município para estudar em cidades vizinhas. “Eu, por exemplo, terminei o ginásio aqui e que tive de fazer o colegial em Pirassununga. Essa escola poderia atender aquela demanda”, afirmou.

O Sesi-SP de Santa Rita, que funcionava em um prédio da prefeitura, ganhou nova sede em agosto de 2012, com 12 salas de aula, uma biblioteca escolar, laboratórios de informática com 37 computadores e outros ambientes. Ao todo, 572 alunos estão matriculados na unidade.

Até o final deste ano, 100 escolas do Sesi-SP devem ser inauguradas. “Falar da importância desta escola, pelo número de matriculas e inaugurações é até desnecessário”, completou Ésper.

Capoeira

Na mesma solenidade, em Santa Rita do Passa Quatro, o Sesi-SP oficializou a prática da capoeira como modalidade esportiva em suas escolas.

Amplamente disseminada no país, a capoeira contribuirá para uma reflexão crítica da história nacional e da valorização da cultura brasileira, bem como o debate político, socializador e promotor da igualdade racial.

Para o Sesi-SP, a prática terá como objetivos valorizar a cultura afro-brasileira, desenvolver habilidades e capacidades motoras e ampliar a prática de diferentes modalidades esportivas.

Roda de capoeira durante a solenidade em Santa Rita do Passa Quatro: novidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Roda de capoeira durante a solenidade em Santa Rita do Passa Quatro: novidade. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Nessa fase inicial, serão contempladas as escolas de Americana, Assis, Boituva, Brotas, Ferraz de Vasconcelos, Guararapes, Hortolândia, Itapeva, Itapetininga, Jaboticabal, Jardinópolis, Leme, Lençóis Paulista, Limeira, Mococa, Nova Odessa, Pirassununga, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Salto, Santa Rita do Passa Quatro, Santana de Parnaíba, São Roque, Sumaré, Tambaú, Vinhedo, Votuporanga, e E.E. Carvalho (na capital). A meta é atingir 3.360 estudantes.

Em uma segunda etapa, também serão incorporadas as unidades de Catanduva, Cerquilho, Descalvado, São Carlos, Santo Anastácio, Monte Alto, Mirandópolis e Jundiaí, somando mais 960 praticantes.




Foto: Paulo Skaf homenageia alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, participou, na tarde desta segunda-feira (02/12), de cerimônia em homenagem aos alunos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército.

A solenidade, realizada na sede da federação, na Avenida Paulista, em São Paulo, reconheceu os alunos que conquistaram as melhores classificações durante o curso.

Paulo Skaf durante a homenagem aos cadetes em cerimônia na Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Paulo Skaf durante a homenagem aos cadetes em cerimônia na Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp


Fiesp homenageia as Forças Armadas e recebe ministro da Defesa em jantar nesta quinta-feira (31/10)

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

“O Brasil precisa de suas Forças Armadas estimuladas, valorizadas e bem equipadas”. Essas foram algumas das palavras com as quais o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, recebeu para um jantar de homenagem na sede da entidade, nesta quinta-feira (31/10), diversas autoridades militares. Na ocasião, também esteve presente o ministro da Defesa, Celso Amorim, e o diretor titular do Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa), Jairo Cândido, entre outros nomes.

Em seu discurso aos militares, Skaf disse não saber “quem estava sendo homenageado: se as Forças Armadas ou o setor produtivo, com a presença de vocês aqui”. “Esse é apenas um gesto para dizer o quanto nós queremos bem e respeitamos as Forças Armadas, além do nosso apoio à indústria de defesa no Brasil”, afirmou. “Sinto que precisamos fazer homenagens maiores”.

O ministro Celso Amorim também destacou o papel da indústria no setor. “Trabalhamos para colocar produtos de defesa no mercado e potencializar a indústria de defesa”, explicou. “Sabemos que são as Forças Armadas brasileiras que vão fortalecer esse processo.”

Skaf (ao centro) e as autoridades militares homenageadas com jantar nesta quinta-feira (31/10). Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Skaf (ao centro) e as autoridades militares homenageadas nesta quinta-feira (31/10). Foto: Beto Moussalli/Fiesp


Segundo Amorim, a indústria de defesa é a “indústria do conhecimento, o motor maior da economia no século 21”. “Aquela que cria empregos e potencializa a criação de novos produtos, alimentando a economia”.

Dois pilares

Também na cerimônia, o diretor titular do Comdefesa lembrou que, desde a sua criação, em 2004, o departamento sempre foi baseado em dois pilares: a valorização da missão constitucional das Forças Armadas e a consolidação da indústria de defesa.

“A defesa tem se consolidado com a criação de departamentos na área nas entidades irmãs da Fiesp, como a Firjan, no Rio de Janeiro, a Fiemg, em Minas Gerais e a Fiergs, no Rio Grande do Sul, entre outras”, afirmou Jairo Cândido.

Para Cândido, o jantar oferecido nesta quinta-feira (31/10) foi uma forma de prestigiar “todos os que dispõem da sua vida pela defesa do país”.

Na solenidade, além de Amorim, foram homenageados o comandante do Exército Brasileiro Enzo Martins Peri, o comandante da Marinha Julio Soares de Moura Neto, o comandante da Força Aérea Brasileira Juniti Saito e o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas José Carlos de Nardi.

O jantar oferecido pela Fiesp em homenagem às Forças Armadas. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

O jantar oferecido pela Fiesp em homenagem às Forças Armadas. Foto: Beto Moussalli/Fiesp

Em Paraguaçu, Sesi-SP presta homenagem ao tenista Orlando Theodoro da Silva

Isabela Barros e Fernando Sacco, Agência Indusnet Fiesp, de Paraguaçu Paulista

O tenista Orlando Theodoro da Silva, conhecido como Orlandinho, foi homenageado na tarde desta sexta-feira (13/09) como patrono da quadra esportiva da Escola Sesi Carlos Arruda Garms, de Paraguaçu Paulista, no interior do estado. A honraria foi concedida ao atleta numa cerimônia com a presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), Paulo Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf e Orlandinho. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


“Não se trata apenas de uma homenagem. Indica à atual e futura geração uma importante fonte de geração para todas as pessoas que aqui passarão”, comentou o superintendente do Sesi-SP, Walter Vicioni.

Skaf disse ficar feliz com o fato de a indústria oferecer uma obra como a da quadra de esportes e lazer.  “Por isso apoiamos o esporte , não só com a construção de quadras, mas com a promoção de modalidades de esporte de rendimento”, afirmou o presidente da Fiesp e do Sesi-SP.

“Não esperava uma homenagem dessas”, disse Orlandinho. “Não fui uma página em branco na história da cidade, foi um gesto de amigos”, agradeceu. Ao seu lado, D. Maria de Lourdes Cunha Silva, com quem está casado há 64 anos, não escondia a emoção. “Ele merece esse reconhecimento”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf e Walter Vicioni com Orlandinho e a placa com a homenagem ao ex-tenista. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Ex-jogador de tênis pelo Paraguaçu Tênis Clube, Orlandinho foi campeão por dezessete vezes consecutivas dos Jogos Regionais . Nascido em 14 de abril de 1927, dois anos após a emancipação político-administrativa de Paraguaçu Paulista, ele tem hoje 86 anos.

Ao todo, foram 45 anos dedicados ao tênis. Nesse sentido, o último campeonato disputado foram os Jogos Regionais do oeste do estado, aos 55 anos. “Por uma gentileza dos organizadores, fui eleito o jogador revelação”, contou.

Em sua vida profissional destacou-se como esportista primeiro jogando futebol no antigo Clube Primeiro de Maio. Depois, nos anos 1940, jogou basquete modalidade que defendeu em competições amistosas e oficiais.

Atualmente, atua em conselhos ou diretorias de entidades e clubes locais. Foi por mais de trinta anos membro do Conselho Deliberativo do Paraguaçu Tênis Clube, participando muitas vezes de sua Diretoria Administrativa.

Com D. Maria de Lourdes Cunha Silva, Orladinho teve três filhos: Flávia, Flávio e Nanci. Ele ainda é avô de Vivien, Rodrigo Augusto e Heloisa.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

A quadra na unidade de Paraguaçu. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Novo curso técnico

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP anunciou ainda que o Sesi-SP vai abrir na unidade do Sesi-SP um curso técnico de 1.200 horas na área de lazer.

Disponível em centros educacionais do Sesi-SP em Brotas e Ferraz de Vasconcelos, o curso tem como principal característica a organização e execução de atividades de lazer, recreação e animação sociocultural para as diversas faixas etárias, segmentos e programas sociais.

Paulo Skaf em homenagem às Forças Armadas: ‘Agradecemos por tudo que fizeram e fazem pelo Brasil’

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Em solenidade na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), nesta sexta-feira (26/10), autoridades militares do governo foram reconhecidas pelo trabalho de manutenção da soberania nacional.

Receberam as homenagens os Comandantes das Forças Armadas: General de Exército Enzo Martins Peri; Almirante de Esquadra, Fernando Studart Wiener; e o Tenente-Brigadeiro-do-Ar, Juniti Saito. Em jantar oferecido pela entidade, Paulo Skaf, presidente da Fiesp, destacou a consideração pelas Forças Armadas pela soberania brasileira.

“Eu, como 2º Tenente de Infantaria do Exército, tenho de uma forma natural a importância das Forças Armadas. Um país de extensão continental – e com tantos desafios como o Brasil – não pode deixar de valorizá-las. Para nós, é uma honra promover este encontro”, discursou Skaf.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, discursa durante homenagem aos Comandantes das Forças Armadas do Brasil. Foto: Ayrton Vignola

Ao ressaltar a importância da indústria de defesa nacional, o presidente da Fiesp lembrou que a casa da indústria está à disposição das Forças Armadas. “A indústria de defesa brasileira está se recuperando depois de algumas décadas esquecida. E hoje temos empresas que deram a volta por cima, com potencial muito grande. E, sendo assim, oferecemos nossa ajuda da melhor forma possível”, acrescentou.

‘Missão precípua’

Em retribuição, o General de Exército Enzo Martins Peri disse que as Forças Armadas brasileiras, como instituições permanentes, têm plena noção de sua responsabilidade e não podem descuidar da defesa do país.

“Felizmente estamos em um continente que não tem conflito entre suas nações, mas temos que nos preocupar com nossa defesa, é nossa missão precípua. Estamos felizes por ver nos últimos tempos um despertar da indústria de defesa, o que alavanca o desenvolvimento tecnológico da indústria em geral”, sublinhou Enzo Martins Peri.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

À direita, General de Exército Enzo Martins Peri recebe homenagem de Paulo Skaf, presidente da Fiesp. Foto: Junior Ruiz

 O General de Exército comentou que é “significativa e tranquilizadora” a participação de empresas nacionais na indústria de defesa. “O Brasil tem o privilégio de também ter outras ações subsidiárias de apoio ao desenvolvimento nacional, e isso as confere um alto grau de credibilidade. Sempre contamos com a Fiesp como um poderoso apoio para nossas necessidades e no atingimento de nossas metas”, finalizou.

Estiveram presentes à homenagem autoridades militares e civis do governo; Oficiais-Generais da Secretaria de Produtos de Defesa; Comandantes Militares de Área; o diretor do Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa) da Fiesp, Jairo Cândido; e outros diretores de departamentos da federação.

Deseg/Fiesp presta homenagem aos delegados de distritos policiais que se destacaram em SP

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Em jantar na sede da entidade,  nesta quarta-feira (24/10), o Departamento de Segurança (Deseg) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) prestou homenagem aos delegados titulares dos 12º e 16º Distritos Policiais.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

À esquerda, Paulo Henrique Navarro Barbosa, delegado-titular do 16º DP, recebe placa de homenagem do diretor do Deseg/Fiesp, Ricardo Lerner. Foto: Julia Moraes

Os delegados Eder Pereira da Silva, do 12º DP (Pari), e Paulo Henrique Navarro Barbosa, do 16º DP (Vila Clementino) – ambos da capital paulista – receberam placas de homenagem das mãos do diretor-titular do Deseg/Fiesp, Ricardo Lerner, pelo trabalho e empenho pessoal e de suas equipes realizados em suas unidades.

“É nosso intuito reconhecer nesta cerimônia iniciativas na segurança pública que se destacaram. Temos ciência da colossal demanda da sociedade perante o órgão do nosso Estado, e sabemos também que a sensação de segurança é primordial para que a sociedade se sinta na área de conforto, que será facilitada com a integração e compartilhamento das informações e excelente gestão de recursos”, discursou Ricardo Lerner.

O diretor ressaltou ainda que a Fiesp, por meio do Deseg, tem desenvolvido eventos, cursos, missões e reuniões com foco no auxílio às polícias. “Algumas destas ações surtiram efeitos positivos e criaram círculos virtuosos em órgãos de segurança do nosso Estado”, adicionou Lerner, que citou ainda a participação de mais de três mil policiais e peritos em cursos gratuitos na rede Sesi/Senai-SP.

Avaliação

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Eder Pereira da Silva, delegado-titular do 12º DP, recebe honraria das mãos do diretor Ricardo Lerner. Foto: Julia Moraes

Os distritos policiais e delegados homenageados pelo Deseg/Fiesp foram avaliados pela qualidade do serviço prestado, em critérios específicos internacionais adotados pelo Instituto Altus. A entidade, que atua em outros continentes, avalia o atendimento à sociedade e as instalações físicas de delegacias.

“Treinamos pessoas que residem nas áreas atendidas pelas delegacias, e eles avaliam a qualidade do atendimento prestado. Muito mais que um reconhecimento da nossa organização, o que os senhores recebem é um reconhecimento da própria comunidade à qual servem”, afirmou Ludmila Ribeiro, coordenadora no Brasil da Altus Global Alliance, que atua em parceria com o Instituto Sou da Paz.

O diretor do Departamento de Polícia Judiciária da capital, Carlos José Paschoal de Toledo, sublinhou o trabalho da segurança pública paulistana. “Os distritos policiais aqui homenageados [12º e 16º] têm uma administração modelar, mas posso garantir que todos os 93 distritos da capital atendem 24 horas por dia, da mesma maneira”, declarou Toledo.

Participaram da cerimônia, pela Fiesp, os dirigentes Mario Eugênio Frugiuele, 2º diretor-secretário; Carlos Cavalcanti, diretor-titular do Deinfra; Sergio Barbour, chefe de Relações Institucionais; e os diretores do Deseg, Cassio Vecchiatti, Arnaldo Gouvêa Filho, Ciro Bueno Teixeira, Fábio Rogério de Souza, Jaber Makul Hanna Saadi, Ricardo Coelho e Roberto Costa.

José Carlos de Oliveira Lima recebe homenagem pelas ações frente ao Deconcic/Fiesp

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

O presidente do Conselho Superior da Indústria de Construção (Consic) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), José Carlos de Oliveira Lima, foi homenageado durante a reunião do conselho nesta terça-feira (09/10).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Diretor-titular do Deconcic, Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio, em abraço durante homenagem ao seu antecessor e atual presidente do Consic, José Carlos de Oliveira Lima. Sentados, o vice-presidente do Consic, Carlos Alberto Orlando, e o embaixador Ademar Gabriel Bahadian. Foto: Julia Moraes.

Oliveira Lima, que até setembro ocupou a diretoria do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da Fiesp, recebeu o reconhecimento das mãos do atual diretor-titular do Deconcic, Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio, pelas realizações e resultados conquistados quando esteve à frente do departamento.

Leia abaixo a íntegra da homenagem, lida pelo diretor do Deconcic:

Eu na qualidade de Diretor Titular do Deconcic, e em nome de toda diretoria, amigos e colaboradores tenho a oportunidade de prestar justa homenagem a um homem amigo e a um grande brasileiro que ajuda a construir o Brasil.

Refiro-me ao Dr. José Carlos de Oliveira Lima.

Por sua determinação e lealdade desde o início como agregador, com a sua proposta de fortalecer a Comissão da Indústria da Construção – CIC, quando assumiu de fato e de direito a coordenação, tendo dado continuidade às ações benéficas ao setor da construção, como exemplo a realização das edições do ConstruBusiness, mais do que isso, tendo ampliado sua composição com a inserção de várias associações e institutos, transformando a Comissão em Comitê da Cadeia Produtiva da Construção (Comcic), que posteriormente transformou-se em Departamento (Deconcic), o que para a história do sistema Fiesp foi uma quebra de paradigma, aliás, o Dr. José Carlos sempre se primou por essa proeza.

Mais do que agregar, ele conseguiu articular com maestria a composição de sua diretoria e dos grupos de trabalhos específicos, sempre tendo ao seu lado os principais protagonistas dos variados segmentos da cadeia, fortalecendo sobremaneira a representatividade do setor e a sua própria liderança, que pela importância e reconhecimento generalizado, transcendeu a jurisdição estadual da própria entidade.

Exemplo disso está registrado no balanço dos significativos resultados alcançados com a UNC – União Nacional da Construção, que sob sua liderança, partilhada com a CBIC. Conseguiu reunir, de maneira inédita, as lideranças empresariais da cadeia e deles obteve o apoio necessário para desenvolver um estudo demonstrando que a construção civil é o melhor negócio para se investir, como uma das prioridades de projeto de um governo.

Com o estudo em mãos, o Dr. José Carlos liderou uma caravana de empresários num encontro histórico em Brasília, com o presidente Lula, na época, recém reeleito para a Presidência da República. Fez a entrega solene do que seria a princípio uma contribuição do setor para ser marco do relacionamento entre Governos e a Cadeia Produtiva da Indústria da Construção e para estimular o crescimento do País. Destacamos o PAC – Programa de Aceleração do Crescimento e o programa Minha Casa Minha Vida.

Sempre determinado e com suas tomadas de posições firmes e coerentes, o Dr. José Carlos conseguiu consolidar a “marca” “ConstruBusiness”, que tantas conquistas trouxe ao setor sendo referência Nacional.

Leal e ético quanto aos posicionamentos assumidos pela Fiesp e pelo atual presidente, Dr. Paulo Skaf, dedicando sua liderança e influência no setor para a obtenção de expressivos apoios. Sua visão empreendedora e institucional somadas a seu inegável patriotismo, se revelaram com efusivo entusiasmo e dedicação na divulgação Nacional e Internacional, numa demonstração inequívoca do seu compromisso com o desenvolvimento sustentável do Brasil.

Amigo José Carlos, novamente o nosso muito obrigado.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Presidente do Consic, José Carlos de Oliveira Lima (à direita), recebe placa de reconhecimento, observada pelo vice-presidente do Consic, Carlos Alberto Orlando, e pelo embaixador Ademar Gabriel Bahadian. Foto: Julia Moraes.

Após a leitura, Oliveira Lima agradeceu as palavras e recebeu de Auricchio uma placa comemorativa. E retribuiu a homenagem:

“Uma andorinha só não faz verão. Aqui, a maioria me acompanha há mais de vinte anos. São todos companheiros de luta e fizemos tudo juntos. E com essa equipe maravilhosa da Fiesp, tudo isso cresceu muito graças à presidência do Paulo Skaf. Agradeço ao Renato Giusti [diretor-titular adjunto do Deconcic], ao Carlos Eduardo Pedrosa Auricchio, de quem tenho a certeza que fará um trabalho muito maior do que fiz, pela escola que teve aqui. Agradeço a todos os amigos e companheiros de trabalho”.


Jantar na Fiesp reúne Emerson Fittipaldi e organizadores do FIA World Endurance Championship

Edgar Marcel e Solange Sólon Borges,  Agência Indusnet Fiesp

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) recebeu na noite desta terça-feira (11/09), para um jantar restrito a convidados, o bicampeão mundial de automobilismo (1972 e 1974) e presidente do Fittipaldi International Marketing, Emerson Fittipaldi.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Da esq. para dir.: João Guilherme Sabino Ometto, Bruna Lombardi, Valéria Baraccat e Emerson Fittipaldi, no jantar de lançamento da etapa brasileira do FIA WEC, na Fiesp. Foto: Julia Moraes

O evento marcou o lançamento da etapa brasileira do novo Campeonato Mundial de Marcas – o FIA World Endurance Championship (FIA WEC), as “6 Horas de São Paulo”, que acontece neste sábado (15/09) no autódromo de Interlagos, na capital paulista. E também apoiou o Instituto Arte de Viver Bem, que visa melhorar a qualidade de vida de crianças, jovens, idosos e mulheres portadoras de câncer de mama.

“O Paulo Skaf e o João Guilherme Sabino Ometto [respectivamente, presidente e 2º vice-presidente da Fiesp] foram muito simpáticos por abrirem as portas da entidade para essa festa que reúne, pela primeira vez no Brasil, as  equipes estrangeiras e  seus pilotos”, agradeceu Fittipaldi, que enalteceu ainda o trabalho do Instituto Arte de Viver Bem.

Entre os convidados estavam presentes representantes de montadoras e equipes participantes da etapa brasileira do campeonato, além diretores da Fiesp, empresários e artistas.

Para o 2º vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto, tratou-se de uma dupla homenagem: ao piloto e à indústria automobilística, que aposta no desenvolvimento de alta tecnologia e combustíveis alternativos.

“Esse lançamento significa a importância do Brasil no setor automobilístico mundial. O país se destacou nas corridas internacionais e essa grande abertura se deu por essa pessoa extraordinária que é o Emerson Fittipaldi”, considerou Ometto em seu pronunciamento.

A colunista Valéria Baraccat, que preside o Instituto Arte de Viver Bem, salientou a importância do esporte na campanha contra o câncer de mama. A prática esportiva, segundo ela, é importante ao longo do tratamento e para a autoestima. Entre os projetos do Instituto está a capacitação de técnicos a fim de balancear e operar mamógrafos. “Hoje, há 102 profissionais nessa área e 1.160 mamógrafos em São Paulo”, ressaltou Valéria, sublinhando a desproporção.

A apresentadora da noite, a atriz Bruna Lombardi, frisou que Fittipaldi é exemplo de superação e o padrinho certo ao considerar que este trabalho é um legado para as futuras gerações.

Durante o jantar, foi realizado um leilão de cinco peças, dentre as quais um capacete de 1972 e um relógio doados por Fittipaldi. E, no final, um show de Toquinho e Paulah Gauss.

Sobre o FIA World Endurance Championship

Emerson Fittipaldi traz para o Autódromo de Interlagos, na capital paulista, a etapa brasileira do novo Campeonato Mundial de Marcas, o Fia World Endurance Championship (FIA WEC) as “6 Horas de São Paulo”. A corrida acontecerá neste fim de semana, de 13 a 16 de setembro, com o apoio da Prefeitura de São Paulo.

O campeonato, recém-criado pela FIA, é o maior título de corridas de longa duração no mundo, organizado pelo Automobile Club de l’Ouest, associação francesa organizadora das 24 horas de Le Mans.

Participam do FIA WEC montadoras como Audi, Toyota, Nissan, Honda, Aston Martin, Chevrolet, Ferrari, Porsche e Lotus.

Veja mais fotos do encontro na Fiesp:


Paulo Skaf recebe homenagem em encontro com oficiais da reserva do Exército no CPOR/SP

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf acompanhou a formatura geral da tropa e assistiu ao desfile no pátio do CPOR

Em visita ao Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo (CPOR), na zona norte da cidade, nesta terça-feira (17/07), o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, acompanhou a formatura geral da tropa, que entoou canções militares e desfilou no Pátio Patriarca da Independência.

Recebido pelo comandante do CPOR, o coronel Saú, logo depois Skaf participou de um encontro no auditório do CPOR, onde, em tom descontraído, fez um discurso aos cerca de 200 alunos, oficiais instrutores, subtenentes e sargentos.

Skaf lembrou de quando foi 2° tenente da ala de infantaria em1974 no CPOR/SP. “Aqui, tive lições de lealdade, amizade e disciplina. Vocês, jovens, são privilegiados por terem 18, 19 anos e por vivenciarem esta experiência de princípios que serão levados por toda a vida”, comentou agradecendo pela oportunidade de fazer “não uma palestra, mas um bate papo”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Skaf em discurso aos alunos do CPOR: 'Não há nada fácil nesta vida, é preciso sacrifício, e vocês estão no caminho certo'

Os alunos fizeram perguntas ao presidente da Fiesp sobre a campanha “Energia a Preço Justo” e a mobilização nacional que derrubou a CPMF, em 2007. O líder industrial também perguntou aos alunos sobre o cotidiano de trabalho e de estudos no Exército. “Não há nada fácil nesta vida, é preciso sacrifício, e vocês estão no caminho certo”, observou.

O presidente da Fiesp falou ainda da visita que fez ao Haiti a convite do Exército, em missão de paz, em 2011. “Uma experiência humana incrível”, ressaltou.

Homenagem

Após o encontro, a Associação Brasileira de Oficiais da Reserva do Exército (Abore) entregou ao presidente da Fiesp uma placa comemorativa, em reconhecimento pelos exemplos de competência moral, ética e patriotismo em sua conduta profissional na sociedade, além do apreço demonstrado pelo CPOR/SP e pelo Exército Brasileiro.

Fiesp promove lançamento de livro em homenagem ao vice-presidente Michel Temer

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

A Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) realiza nesta quinta-feira (28/06) o lançamento do livro Direito Constitucional Contemporâneo. A publicação, da editora Quartier Latin, é composta por artigos homenageando o vice-presidente da República, Michel Temer, além de tratar dos assuntos mais complexos e atuais do Direito Constitucional pátrio, como o Estado Democrático de Direito, a relação entre os poderes, a governabilidade, a efetividade dos direitos fundamentais e a internacionalização do direito.

A obra foi organizada pelos professores Mariana Barboza Baeta Neves, Samantha Meyer-Pflug e Newton de Lucca. Para os textos, foram convidados 89 autores, personalidades nacionais e internacionais, entre eles os professores Joaquim Gomes Canotilho (Portugal), Friederich Müller (Alemanha), o presidente do Senado, José Sarney, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.

O evento de lançamento será às 19h30, na sede da Fiesp, na Avenida Paulista, 1313, 15º andar, em São Paulo.

Serviço
Data/horário: 28 de junho de 2012, quinta-feira, às 19h30
Local: Fiesp – Avenida Paulista, 1313 – 16º andar, capital

Eduardo Eugenio Gouvêa homenageia Paulo Skaf pela parceria no Humanidade 2012

Edgar Marcel, Agência Indusnet Fiesp

Durante a coletiva de encerramento do Humanidade 2012, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rio de Janeiro (Sistema Firjan), comemorou o sucesso do evento que em 11 dias atraiu mais de 210 mil pessoas ao Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Gouvêa Vieira homenageia Skaf em agradecimento à parceria entre Fiesp e Firjan

O presidente do Sistema Firjan entregou a Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), uma placa em agradecimento pelo esforço na realização do Humanidade 2012.

“Agradeço à Fiesp por ter construído conosco esta parceria inusitada. E o legado que fica é o exemplo das indústrias reunidas ajudando o planeta. Fizemos o Humanidade 2012 com muito esforço, nos abrindo à sociedade de forma democrática e mostrando que estamos envolvidos na ânsia de manter o planeta de uma forma sustentável”, discursou Gouvêa Vieira.

O presidente da Firjan afirmou que, em conjunto com a Fiesp, a federação fluminense quer procurar as lideranças industriais internacionais para replicar o pensamento do Humanidade 2012 em países como Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Portugal, Índia e Argentina.

Frisou também que os movimentos sociais e as indústrias estão buscando entendimento para produzir de forma mais limpa. “É possível alcançar o equilíbrio, e assim vamos mudando o mundo.”

O líder industrial fluminense informou ainda que, durante os 11 dias de atividades do Humanidade 2012, passaram mais de 210 mil pessoas, sem nenhuma ocorrência negativa. “Por exemplo, o posto médico atendeu apenas casos leves como hipertensão arterial.”

Veja a cobertura da Rio+20 no site da Fiesp: https://www.fiesp.com.br/rio20

Sesi-SP homenageia São Paulo com shows e evento sobre economia criativa

Danusa Etcheverria, Agência Indusnet Fiesp 

O Sesi-SP, em comemoração ao aniversário da cidade de São Paulo, promove a palestra Cidades Criativas – transformando a cidade por sua criatividade com uma das maiores referências internacionais sobre economia criativa, a inglesa Anamaria Wills.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019O evento acontece no dia 24 de janeiro (terça-feira), a partir das 19h, no Teatro do Sesi São Paulo no Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso. A noite especial será aberta pela orquestra Bachiana Sesi-SP sob a regência do maestro John Baudler, com participação do Coral Cênico do Sesi Sorocaba.

Na quarta-feira (25), feriado municipal, às 20h30, também no Teatro do Sesi São Paulo, será apresentada na íntegra, com a participação de músicos como André Abujamra e Marcelo Jeneci, a Sinfonia Paulistana – Um novo olhar, um tributo a uma das obras primas de Billy Blanco, que conta musicalmente a história de São Paulo, do Padre Anchieta até os dias de hoje. Os eventos são gratuitos.

A cidade e a economia criativa
A chamada Economia Criativa tem ganho destaque no reforço da estratégia de desenvolvimento socioeconômico. Um sinal disso é que o Ministério da Cultura está implantando uma Secretaria específica para coordenar essa questão. Ao defender o investimento em arte e cultura, criatividade e novos talentos, é possível estimular a geração de emprego, renda e inclusão socioeconômica.

A palestra Cidades Criativas – transformando a cidade por sua criatividade  é destinado aos formadores de opinião, empreendedores criativos, empresários e executivos em geral, bem como a gestores públicos.

Além de abrir a agenda do Sesi-SP em comemoração aos 458 anos da cidade de São Paulo, o encontro antecipa as discussões que ocorrerão no Seminário e Jornadas Sesi de Economia Criativa, Cultura e Negócios, ciclo de eventos que acontecerá no mês de abril em São Paulo, Campinas e Ribeirão Preto. A curadoria do projeto é de Ana Carla Fonseca, economista e doutora em urbanismo, com vasta trajetória internacional de assessoria, consultoria e palestras em economia criativa e cidades criativas.

A conferencista britânica Anamaria Wills acumula mais de trinta anos de experiência no setor criativo e é fundadora da Cida – Creative Industries Development Agency, organização que vem apoiando o desenvolvimento de empresas e empreendedores criativos, com trabalhos focados em empreendedorismo, colaboração, inovação, planejamento e marketing. Ainda participou de vários comitês e forças tarefa voltados ao desenvolvimento da economia criativa no Reino Unido, Colômbia, Índia, Albânia, Arábia Saudita, Tanzânia e Zimbábue.

Sinfonia para SP
A apresentação do projeto Sinfonia Paulistana – Um novo olhar complementa a programação no Sesi-SP em homenagem à cidade de São Paulo.

A obra, escrita por Billy Blanco, com trechos sonoros extremamente conhecidos (como o tema do Jornal da Manhã, da Rádio Jovem Pan) e poucas vezes executada, ganha roupagem especial e recriam na íntegra a Sinfonia, numa homenagem dupla: tanto ao autor, recentemente falecido, quanto à cidade que inspirou a emocionante obra musical.

Serviço:

Palestra: Cidades Criativas – transformando a cidade por sua criatividade

Dia 24 de janeiro (terça-feira), às 19h
Local: Teatro do Sesi São Paulo
End: Av. Paulista, 1313, metrô Trianon-Masp

Inscrições – site: www.sesisp.org.br/cultura

Recepção a partir das 18h30 na data do evento.

Recomendação etária: 18 anos
Informações: (11) 3146-7405 / 7406

Show: Sinfonia Paulistana – Um novo olhar


Dia 25 de janeiro (quarta-feira), às 20h30
Local: Teatro do Sesi São Paulo
End: Av. Paulista, 1313, metrô Trianon-Masp

Retirar ingresso gratuitamente a partir das 12h no dia do evento

Recomendação etária: 14 anos

Missão da Fiesp participa de homenagem ao Brasil na maior feira mundial da construção

Rosângela Bezerra, Agência Indusnet Fiesp

O Brasil ganha cada vez mais relevância no cenário internacional de negócios. E o setor da construção é um dos mais importantes, principalmente pelas oportunidades de investimento nas áreas de habitação e infraestrutura, com ênfase para as obras da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016.

Diante desse horizonte promissor, o país será homenageado na 28ª Batimat 2011, considerada a maior feira mundial do setor da construção civil, que acontece em Paris, França, entre 7 e 12 de novembro. Pela segunda vez, a Fiesp organiza uma missão à feira, formada por mais de 130 dirigentes de entidades de classe (sindicatos e associações).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, na Batimat 2011, em Paris

“Queremos proporcionar aos representantes brasileiros a oportunidade de conhecer as novidades tecnológicas da indústria mundial da construção. Ao mesmo tempo, a missão empresarial trazida pela Fiesp também vem apresentar aos empreendedores estrangeiros, as oportunidades de negócios existentes no Brasil”, afirmou o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, na recepção à delegação brasileira, neste sábado (5), em Paris. “Até 2022, o país pretende investir R$ 5 trilhões de reais no segmento, sendo R$ 3 trilhões em habitação e R$ 2 trilhões em infraestrutura”, destacou.

O presidente da Fiesp e o presidente do Conselho Superior da Indústria da Construção (Consic/Fiesp), José Carlos de Oliveira Lima, recepcionaram a delegação que é formada por um grupo de 150 empresários brasileiros, ao lado de autoridades como a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior.  “Estamos mostrando ao mundo todas as oportunidades de negócios existentes no Brasil, que vão muito além dos eventos esportivos”, ressaltou Oliveria Lima.

Programação

A Missão Empresarial Fiesp – Batimat 2011 terá programação diversificada. Nesta segunda-feira (7), a federação promove na capital francesa o Seminário Internacional Construbusiness – Brasil Rumo a 2022 – Planejar, Construir, Crescer, no qual José Carlos de Oliveira Lima, vice-presidente da Fiesp e presidente do Conselho Superior da Indústria da Construção (Consic) da entidade, apresentará dados sobre a cadeia produtiva da indústria da construção, com informações do estudo feito por seu Departamento da Indústria da Construção, que traz um diagnóstico completo sobre o setor no país.

No mesmo dia, a Fiesp realizará uma Rodada de Negócios com informações sobre joint venture, fusões, aquisições, entre outros assuntos ligados às oportunidades de negócios do país.

Os integrantes da missão brasileira também poderão fazer cursos na Universidade Sorbonne Paris 1 – Panthéon. Os assuntos abordados vão desde gestão à história da arte, passando por arquitetura sustentável e direito internacional.

No espaço de exposições da Batimat, a Fiesp tem estande em conjunto com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon/SP), o que permite dar continuidade à troca de informações sobre o setor da construção. O estande, representando o Brasil, está localizado no Pavilhão – Hall 4, Rua C – 181.

Escola Senai Suiço-Brasileira homenageia Paulo Ernesto Tolle

Djalma Lima, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Vera Tolle, filha do advogado e educador Paulo Tolle, agradece a homenagem, na presença do presidente da Fiesp/Senai-SP, Paulo Skaf (2º da dir. p/ esq.), diretores, professores e alunos da escola Suíço-Brasileira



Alunos e professores reuniram-se nesta sexta-feira (28) com o presidente da Fiesp e do Senai-SP, Paulo Skaf, para prestar homenagem póstuma ao professor Paulo Ernesto Tolle, que se tornou patrono da Escola Senai Suíço-Brasileira, em Santo Amaro, capital.

A iniciativa é um reconhecimento à trajetória do professor e advogado paulista que mesclou sua formação original com a vocação de educador, criou instituições renomadas e contribuiu para o aperfeiçoamento do ensino no pais, inclusive no Senai paulista.

“Paulo Tolle dizia que era preciso pensar nas pessoas e no país. Podemos considerar uma escola como um templo sagrado, porque é através do conhecimento que as pessoas têm oportunidades iguais de vida”, ressaltou Paulo Skaf, durante o evento.

A filha do advogado e educador, Vera Tolle, agradeceu a homenagem e contou que a Suíço-Brasileira era a escola do coração dele. “Meu pai costumava chamar os alunos de ‘os meninos’. Fazia questão de escolher muito bem o nome dos patronos de todas escolas porque queria que servissem de modelos para os alunos.”

Paulo Tolle

Paulo Ernesto Tolle nasceu em São Paulo, no dia 26 de setembro de 1918, no fim da 1ª Guerra Mundial, e faleceu em 12 de agosto de 2010. Era filho de engenheiro mecânico e agrônomo alemão casado com brasileira, filha de pai português.

Como advogado, Tolle idealizou leis que abriram espaço para o desenvolvimento do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), onde foi professor por anos. Também ajudou a fundar o Centro Técnico de Aeronáutica (CTA), com o Coronel Casimiro Montenegro Filho. Foi também secretário municipal e estadual de Educação de São Paulo.

Lecionou na Faculdade de Direito e Educação da Universidade de Berkeley, na Califórnia, nos EUA, em 1966, quando atravessou os EUA, passando por diversos centros de ensino técnico. A experiência adquirida nesse período foi trazida para o Brasil e o conceito dos centros norte-americanos deu origem à primeira Faculdade de Tecnologia de São Paulo (Fatec).

Em 1970 foi nomeado Diretor do Departamento Regional do Senai, em São Paulo, cargo em que permaneceu até 30 de abril de 1992. Durante essas duas décadas, o Senai cresceu, expandiu sua rede escolar, criou a maioria das escolas técnicas, mantendo sempre alto padrão de qualidade e atendimento que o distinguiram como agência de educação para o trabalho.

Paulo Skaf faz homenagem a José Mindlin no Senai de Barueri

Rosângela Gallardo, Agência Indusnet Fiesp

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Senai-SP, prestou homenagem póstuma na manhã desta sexta-feira (21) ao empresário e bibliógrafo José Mindlin, que se tornou patrono da Escola Senai de Barueri, localizada na alameda Waghi Salles Nemes, 124, Centro.

A iniciativa é um reconhecimento à trajetória empresarial e enorme contribuição na área de cultura do advogado que se tornou, na década de 60, um dos mais bem-sucedidos empresários do país e, mais tarde, um grande incentivador da literatura e cultura.

“José Mindlin foi um grande empresário, de sucesso, que esteve à frente do seu tempo. Ele já discutia inovação há 40 anos, e para nós é um orgulho e um privilégio nomear a Escola Senai de Barueri em sua homenagem porque tudo aquilo que Mindlin simboliza, essa escola do Senai representa para a cultura, educação e ao espírito inovador”, reconheceu Skaf.

“É muito emocionante receber em nome do meu pai essa homenagem tão especial. Particularmente acho apropriado a escola receber o nome dele, que sempre foi uma pessoa voltada para a cultura e tecnologia”, afirmou, emocionado, Sérgio Mindlin que, ao lado da irmã, Sonia Mindlin, representaram a família do empresário.

Prestigiaram a cerimônia os alunos do Senai; o prefeito de Barueri, Rubens Furlan; a prefeita de Jandira, Anabel Sabatine; vereadores da região; Carlos Eduardo Moreira Ferreira, presidente emérito da Fiesp e do Ciesp e Walter Vicioni, superintendente operacional do Sesi-SP.

Educação de qualidade

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf entre os alunos da Escola Senai José Mindlin, em Barueri


A Escola Senai de Barueri foi uma reivindicação da indústria regional para oferecer programas de capacitação para as áreas de arte gráfica e eletroeletrônica. Iniciou suas atividades em 29 de janeiro de 2009 e oferece cursos de iniciação profissional para jovens. Entre os quais auxiliar de produção gráfica – que será ministrado a partir do próximo ano – e o de eletricista de manutenção eletroeletrônica.

A unidade dispõe também de 32 títulos voltados à iniciação, qualificação, aperfeiçoamento e especialização profissional nas áreas das artes gráficas, eletrônica industrial, CLP, automação industrial, robótica, logística, gestão e hidráulica e pneumática; além do curso técnico em impressão gráfica, direcionado a jovens e adultos, cujas inscrições para o processo seletivo estão abertas até 9 de novembro. Desde início de suas atividades, a escola já contabilizou 5.608 matrículas.

O homenageado

José Mindlin exerceu a profissão de advogado até o início da década de 50, quando, ao lado de outros sócios, fundou a empresa Metal Leve, dedicada à produção de pistões automotivos. Em 1960, ocupou a vice-presidência da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Em 1965, constrói em sua casa o primeiro espaço destinado a abrigar sua vultosa biblioteca, paixão iniciada quando criança e alimentada nas livrarias do centro de São Paulo. Na década de 70, patrocina a reedição de diversas revistas importantes, como a Revista de Antropofagia, a Revista do Salão de Maio e a Verde, além de livros de arte e literatura.

Em 1975, é nomeado secretário da Cultura, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, atuando diretamente na publicação e reedição de títulos importantes da literatura nacional. Paralelamente, promove melhorias na Pinacoteca do Estado, no Arquivo Público e na Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Abandona o cargo no ano seguinte, em protesto contra o assassinato do jornalista Vladimir Herzog (1937-1975), por ele escolhido para ocupar o cargo de chefe do Departamento de Jornalismo da TV Cultura.

Em 1984, herda a biblioteca do bibliófilo Rubens Borba de Moraes (1899-1986), o que o leva a ampliar, em sua residência, o espaço destinado a abrigar seu acervo. No ano de 1995, passa a presidir a Associação de Bibliófilos do Brasil.

É eleito membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) em 2006, ocupando a cadeira número 29. Em 2009, doa parte de seu acervo de mais de 40 mil livros para USP. José Mindlin faleceu no ano passado, em São Paulo.

Leia mais:

Saiba mais sobre as iniciativas do Sesi/Senai-SP na área de educação

Fiesp homenageia atletas medalhistas na 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp 

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Paulo Skaf ladeado por diretores, autoridades militares e atletas medalhistas da 5ª edição dos Jogos Mundias Militares



Cerca de 50 pessoas, entre autoridades militares, diretores da federação e atletas, compareceram, na noite desta quarta-feira (10), ao espaço de eventos da Fiesp, para prestigiar os atletas brasileiros medalhistas na 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares, realizada em julho, na cidade do Rio de Janeiro.

Durante a competição, a equipe brasileira conquistou o primeiro lugar no quadro de medalhas, somando 114, sendo 45 de ouro, 33 de prata e 36 de bronze – o melhor resultado da delegação brasileira na história do torneio.

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, parabenizou os atletas pela conquista: “A gente sabe que para ter sucesso é preciso muita dedicação, perseverança e se entregar à causa. Em nome da sociedade e de todos os setores produtivos, quero agradecer a todos pelo fantástico resultado”.

Skaf garantiu o apoio da federação para captação de recursos na disputa de torneios internacionais. “Quando um atleta perde uma oportunidade é o Brasil que perde a chance de conquistar uma medalha, de mostrar as coisas boas do nosso país e representar nosso povo talentoso. Queria realmente assumir este compromisso. Vamos nos dedicar para que tudo aconteça nas melhores condições possíveis”, afirmou.

Reconhecimento

Bernardo José Pierantoni Gambôa, vice-almirante e presidente da Comissão Desportiva Militar do Brasil (CDMB), recebeu das mãos de Skaf uma placa em homenagem ao trabalho prestado durante a 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544810019

Vice-almirante Bernardo José Pierantoni Gambôa recebe de Skaf placa em homenagem ao trabalho prestado durante os Jogos Militares

Emocionado, Gambôa agradeceu a garra dos atletas militares brasileiros e disse que o resultado serviu para ratificar a eficácia do binômio esporte/militarismo, presente na história olímpica brasileira.

“Hoje é um dia de muita alegria para nós. O sucesso que tivemos nos Jogos Militares foi um trabalho conjunto do Ministério da Defesa com as três Forças (Aeronáutica, Exército e Marinha).” E completou: “Durante toda a competição os atletas mostraram uma garra tremenda. Eu não fiz nada. Eles fizeram. Competimos contra países muito fortes e no início sabíamos que seria muito difícil, mas conseguimos superar”, declarou.

O vice-almirante agradeceu a torcida e o apoio do presidente da Fiesp, grande entusiasta do esporte brasileiro. “Quero agradecer ao Skaf e todos os setores produtivos, por investirem na marca Brasil. Acredito que nós, militares, estamos colocando um tijolinho para construção deste Brasil olímpico. Todas as grandes potências investem no esporte, e não é por menos que a Fiesp está incentivando a prática esportiva”, analisou.

Torneio

Criados em 1995, como celebração dos 50 anos da Segunda Guerra Mundial, os Jogos Mundiais Militares reuniram em sua quinta edição, na cidade do Rio de Janeiro, 4.218 atletas de 111 países. Pela primeira vez na história, as provas do torneio ocorreram fora dos quarteis militares, aproximando ainda mais a população das diversas modalidades de esporte de rendimento.

Mais de 25 mil pessoas trabalharam na organização do torneio, sendo 2.267 voluntários. Para realização do evento, o Brasil investiu cerca de R$ 1,4 milhão.

Alunos do Sesi-SP homenageiam jogadores da equipe de voleibol

Flávia Dias e Viviane Sousa, Agência Indusnet Fiesp

Durante o treino no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, nesta terça-feira (19), os jogadores do Sesi-SP receberam a visita de duzentos alunos da instituição de ensino, com idade entre 6 e 7 anos, professores e funcionários da entidade.

O grupo homenageou a equipe da indústria pela conquista, inédita, de uma vaga na final da Superliga e desejou boa sorte para os jogadores que nesta quarta-feira (20) viajam para Belo Horizonte, Minas Gerais, palco da decisão do torneio.

Emocionado, o técnico Giovane Gávio agradeceu a homenagem e convidou os pequenos torcedores a assistir a partida e, mesmo a distância, vibrar pelo sucesso da equipe da indústria.

Neste domingo (24), o Sesi-SP enfrenta o Sada Cruzeiro, às 10h, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Partida terá transmissão, ao vivo, pelos canais Rede Globo, Sportv e Esporte Interativo.

Já os internautas podem conferir os principais lances da partida no Twitter do Sesi Esporte.

 Leia mais:

Acompanhe todas as notícias do Sesi-SP na Superliga Masculina de Voleibol