Foto: primeiro-ministro do Haiti visita sede da Fiesp e do Ciesp

Agência Indusnet Fiesp 

O primeiro-ministro do Haiti, Laurent Lamothe, visitou a sede da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), na manhã desta quinta-feira (23/05), onde foi recebido pelo presidente das entidades, Paulo Skaf.

O objetivo da visita é fomentar as relações bilaterais entre os dois países e atrair investimentos para o Haiti, com foco nos setores de agronegócio, têxtil, construção e bioenergia.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539780262

Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Ciesp; e Laurent Lamothe, primeiro-ministro do Haiti. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Fiesp recebe Comissão e propõe ajuda para capacitação profissional

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, recebeu nesta quinta-feira (27/10), a Comissão Interina para Reconstrução do Haiti, na sede da entidade. No encontro, Pierre Nadji, chefe da comissão, convidou empresários brasileiros dos setores têxtil, calçadista, construção civil e energia, a participar de uma Conferência Empresarial no Haiti em novembro, com objetivo de apresentar as oportunidades de negócios naquele país.

Skaf, que viajou a capital haitiana Porto Príncipe em agosto deste ano, a convite do Exército Brasileiro, para conhecer a missão de paz no Haiti, renovou o convite para que o presidente Michel Martelly venha à Fiesp. “Estamos dispostos a preparar a recepção ao presidente Martelly e apresentar a ele os setores com afinidade de negócios”, afirmou o líder empresarial.

Preocupado com o alinhamento político no Haiti, Paulo Skaf sugeriu que o encontro de investimento com o Brasil aconteça após a elaboração de um grande projeto de reconstrução do país, que apresenta déficit habitacional de 200 mil moradias. Como o setor mais urgente neste processo é o da construção civil, ofereceu ajuda na capacitação de mão de obra por meio do Senai, o que geraria empregos para os haitianos.

“Se existir um grande plano de reconstrução e captação de recursos, haverá muitos empregos que vão gerar consumo que, por sua vez, suscitará o comércio, e o Haiti passará a ter o seu próprio mercado”, analisou Skaf.

Presidente da Fiesp participa de missão de paz no Haiti

Mariane Corazza, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539780262

Da esq. p/ dir.: Paulo Skaf, o embaixador brasileiro Igor Kipmann e o presidente do Haiti, Michel Martelly, no Palácio Nacional

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, participou de visita oficial ao Haiti, a convite do Exército Brasileiro, para conhecer a missão de paz naquele país.

Na qualidade de personalidade pública, Paulo Skaf vivenciou de perto o trabalho das forças brasileiras e encontrou-se com autoridades locais em operação batizada pelos militares como “Fiesp construindo a Paz”.

Nesta segunda-feira (29), o presidente participou da Passagem de Comando do Batalhão Brasileiro 1, quando aconteceu a substituição de uma tropa cerca de 800 homens que atuam para a manutenção da paz na república haitiana.

A cerimônia representou a ativação do 15º Contingente Brasileiro no Haiti, com a passagem de comando das tropas brasileiras dos Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro.

Ao longo do dia, Skaf integrou ações em áreas consideradas críticas, como a patrulha realizada a bordo de tanque blindado Urutu, na favela Cité Soleil, uma das mais violentas de Porto Príncipe, capital haitiana. Conheceu, ainda, as atividades do 2º Batalhão de Forças de Paz brasileiro nas regiões mais afetadas pelo furacão ocorrido em 2010, que devastou o país.

Cooperação Fiesp-Haiti

Na tarde desta segunda-feira, Paulo Skaf encontrou-se com o presidente da República do Haiti, Michel Martelly, no Palácio Nacional. Durante a reunião, que contou com a presença de senadores e outros representantes do Parlamento, foram discutidas oportunidades de cooperação entre os dois países.

“Integrar a ação do Exército brasileiro e vivenciar a situação enfrentada pelo povo haitiano nos fez ter certeza de que vale a pena trabalhar por uma agenda de cooperação entre a Fiesp e as forças locais”, afirmou Skaf. “Só por meio do desenvolvimento é que mudaremos a realidade desta população carente e desprovida de esperança”, completou.

Ainda em Porto Príncipe, o presidente da Federação foi recebido pelo Secretário Geral e Chefe de Missão da ONU no Haiti, Mariano Fernández, e participou de encontro com empresários haitianos, em sua maioria dos setores têxtil e de calçados.

No evento, que contou com a presença do embaixador do Brasil no Haiti, Igor Kipman, foram apresentadas propostas para parcerias para o desenvolvimento da mão de obra e na área industrial para fomentar a economia local, considerada a mais débil das Américas. Durante o encontro, Skaf reforçou a necessidade da estabilização política do Haiti para que essa agenda positiva torne-se real.

Biomecânica ganha condecoração por auxílio às vítimas do terremoto no Haiti

A empresa Biomecânica, filiada à Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos e Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), integra a lista das 33 empresas que receberam a Medalha da Vitória, expedida pelo Ministério da Defesa.

A condecoração foi concedida às instituições que colaboraram com as ações brasileiras de apoio às vítimas do terremoto que atingiu o Haiti, em janeiro deste ano. A premiação foi publicada no Diário Oficial da União no dia 20 de abril.

A Biomecânica disponibilizou materiais ortopédicos, artigos descartáveis e químicos às equipes médicas que atuaram no resgate ao povo haitiano. Dentre as condecoradas estão grandes companhias como Grupo Pão de Açúcar, Hospital Sírio Libanês e Vivo Celulares.

Fiesp participa de ajuda humanitária no Haiti

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539780262

Médicos e enfermeiros voluntários embarcam para Lês Cayes, no Haiti. Foto: Divulgação

O Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde (Comsaude) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria com a Associação Médica Brasileira (AMB) e com os profissionais da organização não-governamental Expedicionários da Saúde, está participando de ajuda humanitária prestada às vítimas do terremoto que atingiu o Haiti, no começo deste ano.

Na semana passada, médicos e enfermeiros voluntários embarcaram para a capital do Haiti, Porto Príncipe. Com o apoio da Organização Mundial de Saúde (OMS), os profissionais prestam atendimento no Hospital Canadense Brenda Strafford, em Lês Cayes, a 150 quilômetros da capital.

Além de auxiliar no trabalho destas equipes, o Comsaude enviou equipamentos médicos, doados pela empresa Baumer. “Esta foi a maneira que encontramos para minimizar de forma efetiva o sofrimento da população haitiana”, explica o coordenador do Comsaude, Ruy Baumer.