História de sucesso da CVC Turismo é contada em Congresso do NJE/Ciesp

Amanda Viana, Agência Ciesp de Notícias

Em uma época em que a indústria era o principal canal de oportunidades, os empresários Guilherme Paulus e Carlos Vicente Cerchiari, enxergaram além. Resolveram inovar e, em 1972, criaram aquela que se tornaria a maior operadora de turismo do país, a CVC.

Naquele tempo, a empresa era apenas uma pequena agência de viagens, mas já tinha ambição de crescer. Uma visão de futuro que estimulou o turismo nas diversas regiões do Brasil.

“Para realizarmos algo que faça a diferença, é preciso ter um projeto, um planejamento. E isto serve tanto para as pequenas quanto para as grandes empresas”, ensinou Guilherme Paulus, sócio-fundador da CVC, em sua participação no 11º Congresso Estadual de Empreendedorismo do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). A palestra aconteceu na sexta-feira (05/09), em Santo André (SP).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540337386

Guilherme Paulus: “Todos nós, desde que nascemos, somos empreendedores. Foto: Everton Amaro/Fiesp


“Para empreender, não existe idade específica. Empreender não é difícil. Nós vamos aprendendo com o passar do tempo, vamos trilhando caminhos”, afirmou Paulus.

Segundo o palestrante, empreender significa enxergar e realizar antes o que se torna óbvio depois. “Todos nós, desde que nascemos, somos empreendedores. Estamos sempre aprendendo, está dentro de nós. O difícil é descobrir o empreendedorismo em você mesmo, mas todos têm seus sonhos e o importante é tentar realizar cada um deles.”

Objetivos inovadores

Paulus contou que a CVC tem como objetivo tornar o turismo acessível a todos, oferecendo produtos, serviços e atendimento de qualidade a preços justos, “dedicando-se a realizar o sonho de cada cliente”.

De acordo com o palestrante, o empreendedorismo acompanha a história da empresa, que sempre se pautou nisso, ao inovar e expandir sua rede de negócios.

Atualmente líder na preferência dos brasileiros, a CVC, segundo Paulus, é conhecida por ser inovadora em produtos, com pacotes de valores acessíveis e promoções que agitam o mercado, além de ser pioneira em modalidade de parcelamento de venda e fretamentos de aeronaves para destinos sazonais.

O empresário vendeu a CVC em 2010. Hoje é dono da GJP, rede hoteleira com 21 empreendimentos nas principais cidades do país.