Eike Batista fala sobre empreendedorismo e responsabilidade social em reunião na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Eike Batista, dono do Grupo EBX

Dono do Grupo EBX, controlador das empresas OGX (Óleo e Gás), LLX (Logística) e MMX (Mineração), Eike Batista dispensou apresentações durante reunião do Comitê dos Jovens Empreendedores da Fiesp, nesta quarta-feira (26), na Fiesp. Assistido por cerca de 300 pessoas, o homem mais rico do Brasil falou de suas conquistas e deu dicas para uma carreira promissora.

“Muitas vezes é interessante empreender em áreas remotas, mas para isso é preciso pensar e ter uma visão 360º, já que em lugares assim você não pode contar com ajuda do governo, nem de ninguém”, disse Batista, fazendo referência ao trabalho de extração na primeira mina de ouro, instalada por ele na década de 80, na Amazônia.

“Durante toda minha vida, aprendi a enxergar riqueza onde ninguém enxerga. Por exemplo, o conceito da MPX é trazer carvão instalando usinas elétricas ao longo da costa, e eu me pergunto por que ninguém pensou nisso antes? Porque o lado logístico não é pensado. E essa é a nossa diferença”, ressaltou.

Cerca de 300 pessoas assistiram à palestra, durante reunião do CJE na sede da Fiesp

Além do lado empreendedor, Eike Batista falou também de sua preocupação com o meio ambiente e a sociedade. “Uma crítica minha às gerações anteriores é que se criou uma cultura de investir o dinheiro que se ganha em imóveis no exterior ao invés de revertê-lo ao desenvolvimento do nosso país”, explicou.

A rapidez com que Eike construiu sua fortuna – hoje avaliada em US$ 16,6 bilhões –, é uma das principais características que marcou esse empresário brasileiro. Como ele mesmo diz, pensar em todos os aspectos e ter em suas companhias profissionais competentes é o que garante a estratégia de não só ter um negócio, como também garantir sua excelência e crescimento certo.

No topo do Brasil

Mesmo em meio à crise econômica mundial, este ano Eike ficou à frente dos 13 brasileiros mais ricos ao ter sua fortuna avaliada em 7,5 bilhões de dólares. Eike Batista fez seu patrimônio crescer 14% no último ano, já que em 2008 sua fortuna foi avaliada em 6,6 bilhões de dólares.