Em homenagem a Fauzi Arap, Sesi-SP apresenta suas peças no Centro Cultural Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro, os palcos do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso vão receber peças de um dos mais importantes dramaturgos e encenadores do teatro brasileiro: Fauzi Arap. Em um projeto com idealização de Denise Fraga, Nilton Bicudo, Elias Andreato, José Maria e Fábio Atui, além da curadoria de Aimar Labaki, serão apresentadas três leituras e três montagens de espetáculos de Arap.

Na programação, a montagem e estreia do último texto dramatúrgico do autor (“A Graça do fim”, apresentações de outras duas obras de destaque de sua produção artística (“Chorinho” e “Coisa de Louco”) e leituras dramáticas de textos emblemáticos de sua dramaturgia visceral e poética (“Às margens do Ipiranga”, “Mocinhos Bandidos” e “O mundo é um moinho”).

“Somos todos um pouco filhos de Fauzi Arap. Alguns diretamente o tivemos como mestre, amigo, diretor. Outros, como espectadores e leitores, por ser sua obra daquelas que mais do que marcar, impregnam. De uma forma ou de outra, não se passa incólume por ele”, afirma Aimar Labaki, curador do projeto.

“Publicar, produzir, dirigir, dizer as palavras de Fauzi é uma forma de preservar sua memória e divulgar sua obra, mas também é uma maneira de prolongar a convivência e o aprendizado com essa figura central da cultura brasileira da segunda metade do século XX e de nossas vidas.

Denise Fraga, que foi uma das idealizadoras do projeto e esteve no elenco de “Chorinho”, apresentado nesta segunda-feira (01/12), conta que, até hoje, lembra das orientações do dramaturgo. “Trabalhei com Fauzi pela primeira vez em 1996. Desde então nunca mais fiz uma peça, um filme ou encarei qualquer personagem sem me lembrar do que ouvi dele”, diz.

Denise Fraga (no fundo), em cena com o espetáculo "Chorinho", no Centro Cultural Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

“Às vezes, estou em cena e o sinto, como que soprando em meu ouvido: ‘Inventa uma loucura interpretativa qualquer! O teatro não pode ser banal! Não me obedeça! Se aproprie!’. Fauzi era um mestre e me sinto privilegiada pelas tantas vezes que sentei naquele escritório. ‘Mergulhe! Viva! Não se esqueça da alegria de representar! Use a sua insatisfação criativa!’”, lembra a atriz.

Confira a programação completa no site do Sesi Cultura.

 

Serviço

Homenagem à Fauzi Arap

Data: 1°, 2, 8, 9, 15 e 16 de dezembro e de 30 de janeiro a 22 de fevereiro

Local: Centro Cultural Fiesp

Censura: 12 anos

Entrada gratuita 

Reservas de ingresso on-line pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi

Serão distribuídos ingressos remanescentes uma hora antes do início de cada espetáculo, na bilheteria do Teatro.

Cenografia, figurino e bastidores do teatro são tema do InteligênciaPontoCom

Agência Indusnet Fiesp

Em sua última edição em 2014, o InteligênciaPontoCom presta uma homenagem aos 50 anos de Teatro Popular do Sesi-SP, traz como tema “Que figurino lhe cai bem?”, um bate-papo sobre as áreas técnicas do teatro, como a criação em cenografia e o figurino. O evento acontece no dia 25 de novembro, terça-feira, às 20h, com entrada gratuita.

Para conversar sobre o assunto, foram convidados três grandes realizadores do teatro brasileiro: o arquiteto, cenógrafo e figurinista, JC Serroni; o educador, diretor, autor e ator, Ilo Krugli; e o diretor de teatro, cenógrafo e figurinista, Gabriel Villela. Todos eles participaram, em algum momento, dos 50 anos do Teatro do Sesi.

Saiba mais sobre o evento na página do Sesi Cultura e não perca essa edição do InteligênciaPontoCom.
Serviço

InteligênciaPontoCom – Que figurino lhe cai bem?

Data: 25 de novembro, terça-feira

Horário: 20h

Local: Teatro do Sesi

Entrada gratuita

Encontro Cena Livre do Sesi-SP traz o tema Memória e Cidade

Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) apresenta o Encontro Cena Livre 2014 – edição Memória e Cidade, que reúne 21 espetáculos teatrais em quatro municípios do Estado: Araraquara, Campinas Amoreiras, Itapetininga e Rio Claro, de 20 a 30 de novembro. A programação gratuita destaca novas montagens de diversos gêneros – produzidas pelos orientadores de artes cênicas e alunos do módulo Múltiplas Linguagens dos Núcleos de Artes Cênicas (NACs) da instituição.

Neste ano, que contou com inscrições de alunos de todo o Estado de São Paulo, cerca de 450 educandos desenvolveram estudos sobre a memória cultural e histórica de suas cidades. “O objetivo é estimular os participantes a uma reflexão sobre seus próprios ambientes, propondo a busca por algo importante na sua comunidade, que pode ser representado por meio do teatro”, afirma Álvaro Filho, gerente de projetos culturais do Sesi-SP.

De acordo com Maristela Teodoro de Sá, analista de projetos culturais da área de Artes Cênicas do Sesi-SP, o tema oferece a possibilidade de um rico diálogo da arte com as cidades e seus habitantes. “O tema foi pensado para que os participantes pudessem olhar para o ambiente onde estão, para que cada um pudesse apresentar sua cidade e se ver refletido nela”, complementa Maristela.

Há dois anos, o Módulo Múltiplas Linguagens conta com a assessoria de cinco renomados dramaturgistas, egressos do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council, coordenado por Marici Salomão. Felipe de Moraes, Alessandro Toller, Murilo de Paula, Gustavo Colombini e Marco Catalão acompanharam os NACs durante todo o ano, ministraram oficinas, participaram de encontros e treinamentos e auxiliaram na pesquisa e na escrita dos textos encenados.

As sessões são seguidas por um bate-papo com os dramaturgistas. A expectativa é de cerca de 5.000 espectadores nos 21 espetáculos previstos para esta edição.

O Cena Livre integra um conjunto de ações artístico-pedagógicas e representa um modelo de excelência e qualidade em cursos livres de teatro no Brasil. “A iniciativa contribui para a participação efetiva da comunidade, dos alunos e de seus familiares, assim como promove a integração, o respeito e a inclusão, marcas da atuação do Sesi-SP no fomento às artes”, destaca Álvaro.

Maristela acrescenta ainda que a proposta é a experimentação dos mais diversos elementos da criação teatral para que o aluno possa, ao final do processo, apresentar um resultado artístico completo. “O evento é a oportunidade de unir os NACs de todo o Estado e compartilhar seus espetáculos com os colegas e o público em geral, um momento proveitoso para discutir os processos de aprendizagem, assim como o fazer artístico”, finaliza.

Sobre os NACs

Os Núcleos de Artes Cênicas (NACs) do Sesi-SP realizam atividades gratuitas de difusão cultural e ações pedagógicas de iniciação teatral por meio dos cursos livres promovidos anualmente. Os NACs estão localizados em 22 unidades do Sesi-SP na capital e no interior do Estado. O programa, criado em 1987, tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos participantes e colaborar com o exercício da cidadania – especialmente pela expansão de ideias que a produção artística proporciona.
Confira as peças que integram o projeto Cena Livre 2014:

• Casarão 82: um Voo Urbano (NAC Cidade A. E. Carvalho) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 10 anos

• Os Ditos Sujos (NAC Araraquara) – Duração: 50 minutos / Não recomendado para menores de 14 anos

• A Senda e a Quimera (NAC Birigui) – Duração: 60 minutos / Livre para todos os públicos

• Agô, Licença para Contar (NAC Campinas Amoreiras) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos

• Não Passasse aqui e Era Nada (NAC Franca) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 10 anos

• Contos de Amores Esquecidos (NAC Itapetininga) – Duração: 70 minutos / Não recomendado para menores de 14 anos

• Vilamar (NAC Marília) – Duração:40 minutos / Livre para todos os públicos

• Estação Cidade (NAC Mauá) – Duração: 60 minutos / Livre para todos os públicos

• Belle Époque (NAC Mogi das Cruzes) – Duração: 65 minutos / Não recomendado para menores de 16 anos

• Ariedaval (NAC Osasco) – Duração: 45 minutos / Livre para todos os públicos

• Que História É Esta? (NAC Piracicaba) – Duração: 50 minutos / Livre para todos os públicos

• Pedro ou A Triste História sobre como um Escravo Livre Ascendeu à Santidade (NAC Ribeirão Preto) – Duração: 90 minutos / Não recomendado para menores de 14 anos

• Claustrum (NAC Rio Claro) – Duração:60 minutos / Não recomendado para menores de 14 anos

• A Outra Margem (NAC São José do Rio Preto) – Duração: 45 minutos / Não recomendado para menores de 16 anos

• Fragmentos de um Perímetro Poético, Urbano e Censurado (NAC Santo André) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos

• Rio dos Santos Inocentes (NAC Santos) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos

• Greve. Ação… Fusca Azul! (NAC São Bernardo do Campo) – Duração: 55 minutos / Livre para todos os públicos

• Memória dos Micuins (NAC São José dos Campos) – Duração: 80 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos

• Terra dos Aflitos (NAC Vila das Mercês) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos

• 299 – Uma História que Passa pelo Real mas É Totalmente Ficcional (NAC Vila Leopoldina) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 16 anos


Serviço:

Encontro Cena Livre 2014 – edição Memória e Cidade

Período do evento: de 20 a 30 de novembro

Locais: Araraquara: (16) 3337-3100 | Campinas Amoreiras: (19) 3772-4184 | Itapetininga: (15) 3275-7949 | Rio Claro: (19) 3527-3120

Entrada gratuita

 

Mais informações do Encontro Cena Livre 2014 nos links com a programação de cada cidade: 

Araraquara: dias 22 e 23/11 – http://migre.me/mFMqr

Campinas Amoreiras: dias 20, 21, 22 e 23/11 – http://migre.me/mFMA6

Itapetininga: dias 29 e 30/11 – http://migre.me/mFMER

Rio Claro: dias 20, 21, 22 e 23/11 – http://migre.me/mFMKz

Terceira edição do SP_Urban Digital Festival começa nesta sexta-feira (07/11)

Agência Indusnet Fiesp

A cada nova tecnologia que surge a arte digital se reinventa. Para captar esse ritmo, a 3ª edição do SP_Urban Digital Festival, que começa nesta sexta-feira (07/11), na Galeria Digital do Sesi-SP e na Alameda das Flores, abordará o tema Digital Afterimage, ou, em português, o pós imagem. Sabe aquele efeito da imagem recém-vista que fica na retina quando fechamos os olhos? Pois é justamente esse instante de ilusão de ótica que a expressão afterimage, ou pós imagem, representa.

A curadoria do SP_Urban, assinada por Marília Pasculli (Verve Cultural – São Paulo) e Tanya Toft ( Verve Cultural – Copenhagen/ Nova York), com consultoria de Mike Sttubs (FACT – Foundation for Art and Creative Technology – Liverpool) partiu dessa metáfora para tentar saber o que vai ecoar no futuro da produção de arte digital atual.

“O que vai ficar? Qual vai ser o afterimage da produção artística digital de hoje”? Estas questões foram o briefing passado aos oito artistas da nova mostra, nomes fundamentais da arte digital mundial, que irão preencher a fachada do edifício da Fiesp e do Sesi-SP e a Alameda das Flores – travessa de pedestres que fica em frente ao prédio, ligando a av. Paulista à rua São Carlos do Pinhal – com suas obras tecnológicas e interativas.

O SP_Urban 3ª edição vai especular o futuro, um exercício lúdico sobre a efemeridade das tecnologias de ponta, como a câmera com sensor de movimento Kinect, que há cinco anos nem existia e hoje já é considerada ultrapassada.

Daqui a alguns anos, a prática da arte digital de hoje irá ressoar para uma nova geração de artistas, como afterimages do agora. E vem mais uma pergunta: o que influenciará mais, a criatividade ou a tecnologia? Os artistas tentarão responder.

Sobre o SP_Urban

O SP_Urban Digital Festival visa expandir o conceito de arte ao estabelecer um canal de comunicação como parte integrante da cidade fundindo arquitetura, arte e tecnologia. O festival de arte digital, que em 2014 entra em sua terceira edição, se forma como um organismo vivo em meio ao cenário urbano paulistano, no qual artistas nacionais e internacionais propõem reflexões intrínsecas da metrópole com seus habitantes e as novas tecnologias interativas.

Em sua primeira edição, em 2012, o SP_Urban inaugurou a galeria de Arte Digital SESI-SP e colocou a cidade de São Paulo na mira dos grandes centros urbanos que se utilizam da media facade para exibir os trabalhos dos novos artistas digitais de todo o mundo.

Em 2013, a segunda edição do festival cresceu ainda mais e passou a ocupar também a Alameda das Flores – travessa de pedestres que fica em frente ao prédio, ligando a Av. Paulista à Rua São Carlos do Pinhal. O tema abordado foi “Cidadão Digital”.
Serviço

SP_Urban Digital Festival – 3a edição

De 7 de novembro a 7 de dezembro

Locais:

Galeria de Arte Digital Sesi-SP (fachada do prédio da Fiesp/Sesi-SP – Av. Paulista, 1313)

Alameda das Flores – travessa de pedestres entre Av. Paulista e Rua São Carlos do Pinhal

Programação gratuita

Horário de exibição das obras: das 20h às 6h

Obras interativas: das 20h às 23h

Todas as obras em vídeo: das 23h às 06h

Mais informações sobre a mostra: www.spurban.com.br

 

Saiba mais sobre a mostra ‘Leonardo da Vinci, a natureza da invenção’

Agência Indusnet Fiesp

Parte do acervo do Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia Leonardo da Vinci (MUST), em Milão, na Itália, desembarca no Brasil no começo de novembro para uma mostra inédita na Galeria de Arte do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso. A exposição interativa “Leonardo Da Vinci: a natureza da invenção”, uma parceria do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e da Universcience (organização francesa criada em 2010 a partir da fusão Cidade da Ciência e da Indústria e do Palácio da Descoberta de Paris), reúne mais de 40 peças e dez instalações interativas que marcaram e representam a trajetória de um dos maiores gênios que a humanidade conheceu.

Os projetos foram produzidos por pesquisadores e engenheiros, em 1952, para a celebração do quinto centenário de nascimento de Leonardo da Vinci (1452-1519). As peças foram apresentadas ao público em 1953 e ainda podem ser vistas no MUST, espaço que reúne a maior e mais antiga coleção de modelos e estudos históricos sobre Leonardo, com base em seus desenhos e códigos. Antes do Brasil, a mostra já passou por Paris e Munique, respectivamente. Os modelos construídos a partir de desenhos e estudos deixados por Leonardo revelam um pouco mais de sua figura precursora e de seus inventos presentes no dia a dia do século XXI.

Entre 11 de novembro e 10 de maio de 2015 será possível conhecer de forma interativa esses objetos e imagens que contam a história do grande artista-engenheiro do século XV. O material exposto pertence à Universcience e ao Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia Leonardo da Vinci e, para esta mostra, está traduzido em três diferentes línguas: português, inglês e italiano, além de inscrições em braile.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Sesi-SP, Paulo Skaf, a arte de Leonardo da Vinci encanta e surpreende. “Quando vi esta exposição, tive certeza de que haveria de chegar o momento em que todos os brasileiros pudessem apreciá-la em nosso país. Este momento chegou”, ressalta.

Segundo o curador do MUST, Claudio Giorgione a exposição está centrada no método de trabalho de Da Vinci e se propõe a renovar a percepção sobre sua atuação como engenheiro e pensador, explicando a importância de seu legado no contexto histórico e social da época. “As obras são apresentadas em diferentes linguagens e revelam o quanto a natureza inspirou Leonardo em suas criações”, acrescenta.

Para aproximar o público do visionário dos tempos modernos, a exposição foi dividida em sete módulos temáticos que representam os vários campos de estudo e trabalho de Da Vinci: Introdução; Transformar o movimento; Preparar a guerra; Desenhar a partir de organismos vivos; Imaginar o voo; Aprimorar a manufatura; e Unificar o saber, que conectam história, emoção, conhecimento, educação e cultura.

Além da oportunidade para conhecer de perto máquinas, desenhos, projetos e esboços do mesmo homem que pintou a obra de arte mais vista do mundo – Mona Lisa (1517) –, os visitantes poderão apreciar peças raras – como a grua com 4,5 metros de altura e 500 kg, projetada por Filippo Brunelleschi (1377-1446). Somente com esta grua é que o domo de cobre da famosa igreja Santa Maria del Fiore (Florença, na Itália), a mais de cem metros de altura, pode ser erguido.

Este estudo confirma a imersão de Leonardo na tecnologia existente à época do Renascimento, entre 1469 e 1471, quando o ateliê de Verrocchio se dedica à construção da cúpula da catedral de Florença. O empreendimento representa um desafio para o jovem Leonardo, que estuda as gruas concebidas por Brunelleschi décadas antes.

Entre os destaques, obras que representam todas as vertentes do legado davinciano: estudos sobre o automóvel, avião, submarino, bicicleta, tanque de guerra, mecanismos do relógio etc.

Após passagem por São Paulo, a exposição segue para o Science Museum, em Londres.

Serviço

Exposição: “Leonardo da Vinci, a Natureza da Invenção”
Local: Galeria de Arte do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1.313, em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Período expositivo: de 11 de novembro de 2014 a 10 de maio de 2015, para o público em geral – diariamente, das 10h às 20h.
Classificação indicativa: livre
Informações: (11) 3146-7405 e 7406
Agendamentos de grupos e escolas: (11) 3146-7396, de segunda a sexta, das 10h às 14h e das 15h às 18h
Entrada gratuita. Os espaços têm acessibilidade.

Festival Sesi de Música apresenta grandes shows em São José do Rio Preto

Agência Indusnet Fiesp

Em sua quinta edição, o Festival Sesi Música 2014 – Edição São Paulo, concurso estadual direcionado aos trabalhadores da indústria paulista, será realizado de 26 de outubro a 1º de novembro, no Sesi São José do Rio Preto. A cidade será palco para apresentações dos artistas-trabalhadores e de grandes nomes da música nacional, com programação gratuita aberta ao público.

Entre os destaques, estão a orquestra Bachiana Sesi-SP – sob regência do maestro João Carlos Martins –, Jair Oliveira, Pedro Mariano e Marcelo Bratke. Neste ano, o festival contará também com uma atração internacional, o grupo argentino Escalandrum, liderado pelo baterista Daniel “Pipi” Piazzolla, neto de Astor Piazzolla.

O festival contempla todos os gêneros da música brasileira. O objetivo é valorizar e difundir talentos, além de reforçar o papel da indústria na formação cultural dos trabalhadores. Os 22 candidatos, entre os quais duas duplas, disputam prêmios em duas categorias – composição inédita (letra e música) e interpretação (música não inédita). Serão premiados três participantes em cada categoria, que receberão R$ 6 mil, R$ 4 mil e R$ 3 mil, respectivamente.

Shows abertos ao público

Abrindo o festival, dia 26, o pianista Marcelo Bratke apresenta um espetáculo em comemoração ao centenário de nascimento de Dorival Caymmi (1914-2008), que reúne os grandes sucessos do artista com arranjos escritos para piano solo por seu filho, Dori Caymmi. Durante a apresentação serão projetadas imagens de pinturas da artista plástica Mariannita Luzzati retratando o mar, principal fonte de inspiração de Caymmi.

No dia 27 é a vez do Escalandrum – um dos grandes expoentes do jazz contemporâneo na cena musical argentina –, que se apresenta pela terceira vez no Brasil e traz ao país a turnê que acaba de passar pelo Festival de Jazz de Montreal. O líder do grupo, o baterista “Pipi” Piazzolla, e os demais integrantes da banda, oferecem um encontro às 19h para falar com músicos e interessados em geral sobre seu processo criativo.

Já no dia 28 o público também terá a oportunidade de conferir a performance do Escalandrum no palco. No show, o grupo interpreta composições próprias e apresenta uma fusão do jazz com a sonoridade característica da música argentina. O repertório inclui ainda clássicos do mestre Piazzolla.

Prestigiando a programação da semana, no dia 29, haverá apresentação da Bachiana Sesi-SP em um espaço ao ar livre para cerca de 2.000 pessoas. Sob a regência do maestro João Carlos Martins, a orquestra destacará obras de compositores como Beethoven e Felix Mendelssohn – e promete um momento especial no encerramento do concerto, quando o maestro assumirá o piano e relembrará sua trajetória como concertista.

A semifinal do festival, no dia 30, conta com a cantora Anna Markun, que apresenta o espetáculo O Mundo Encantado Buarque de Hollanda – em homenagem aos 70 anos de idade e 50 de carreira de Chico Buarque. Entre as canções, Anna revisita várias fases do compositor em um show voltado para crianças e adultos.

No dia 31, Jair Oliveira, filho de Jair Rodrigues (1939-2014), é a atração da etapa semifinal. Em comemoração aos 30 anos de carreira do cantor e compositor, o show vai do samba ao jazz, com composições que marcaram a trajetória do artista, entre as quais Tiro OndaVocê por PertoDisparadaSimples Desejo e Super Fantástico.

Para o show de encerramento no dia 1º de novembro, quando serão conhecidos os vencedores do concurso, o convidado é o cantor e compositor Pedro Mariano, filho da cantora Elis Regina (1945-1982) e do pianista e arranjador Cesar Camargo Mariano.

No repertório, Pedro interpreta músicas que marcaram sua carreira, como as baladas Perdoa e Sei de Mim. Outros destaques são canções de grandes nomes da MPB, entre eles Ivan Lins, Lulu Santos, Gonzaguinha e Ana Carolina, além de Jair Oliveira – parceiro musical e amigo, com quem compartilha a autoria de Lado a LadoSimples e Pra Cada Coisa.

Programação

26/10 – domingo Marcelo Bratke 19h
27/10 – segunda-feira Escalandrum (masterclass) 19h
28/10 – terça-feira Escalandrum (show) 20h
29/10 – quarta-feira Orquestra Bachiana Sesi-SP 20h
30/10 – quinta-feira 1º dia da semifinal Apresentações dos candidatos e show de Anna Markun A partir das 19h30
31/10 – sexta-feira 2º dia da semifinal Apresentações dos candidatos e show de Jair Oliveira A partir das 19h30
1º/11 – sábado Etapa finalApresentações dos candidatos e show de Pedro Mariano A partir das 19h30

 

Serviço

Festival Sesi Música 2014 – Edição São Paulo

Período: de 26 de outubro a 1º de novembro

Local: Sesi São José do Rio Preto (avenida Duque de Caxias, 4.656)

Mais informações: (17) 3224-2499

Classificação indicativa: livre

Viviane Mosé e Célio Turino debatem educação e cultura no InteligênciaPontoCom

Agência Indusnet Fiesp

No dia 27 de outubro, mês em que se comemora o Dia dos Professores, às 20h, o InteligênciaPontoCom irá abordar os temas Educação e Cultura, destacando a transversalidade proporcionada por estas duas vertentes da atividade humana. Estará em pauta a contribuição da educação na área cultural, o que a arte e a cultura têm a oferecer no ambiente educacional e o grau de convergência exercida mutuamente. Uma existiria sem a outra? Seria possível separá-las? De que forma as políticas públicas podem acelerar ou atrasar seu desenvolvimento?

Para mediar o debate e ajudar a encontrar respostas a essas e a outras indagações, duas figuras de destaque no cenário intelectual contemporâneo sobem ao palco: Viviane Mosé, filósofa, psicóloga, psicanalista, escritora e professora, especialista na elaboração e implementação de políticas públicas, e Célio Turino, historiador, escritor, gestor público e idealizador do projeto Pontos de Cultura.

O bate-papo acontece no Teatro do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, na avenida Paulista. O evento tem entrada gratuita e também pode ser acompanhado por transmissão online no site http://www.sesisp.org.br/transmissao-online.

O projeto de debates InteligênciaPontoCom aborda temas de diferentes áreas do saber com o objetivo de promover e aprimorar as trocas de conhecimento de forma clara e eficaz. Tem o formato de um bate-papo descontraído entre grandes nomes da cultura nacional e o público. Mensalmente, expoentes da música, do cinema, do teatro, da literatura, das artes plásticas e de outras manifestações artísticas conversam com o público presencialmente e de forma on-line, em uma discussão informal no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso, na Avenida Paulista.

Sobre os participantes

Capixaba, Viviane Mosé é filósofa, psicóloga, psicanalista, escritora e professora, especialista na elaboração e implementação de políticas públicas. Entre 2005 e 2006, desenvolveu e escreveu, com Daniel Duarte, o quadro Ser ou Não Ser, do programa Fantástico, da TV Globo, que tratava de filosofia usando linguagem cotidiana. Hoje, entre outras coisas, Viviane é comentarista no programa Liberdade de Expressão, da Rádio CBN.

Célio Turino é historiador, administrador cultural e escritor de livros, ensaios e artigos sobre políticas públicas, educação, lazer, ludicidade e cultura, e também idealizador e gestor dos Pontos de Cultura, política pública que se tornou referência para diversos países da América Latina e Europa. Entre 2004 e 2010, Célio foi secretário na Secretaria da Cidadania Cultural do Ministério da Cultura.

Serviço

InteligênciaPontoCom – com Viviane Mosé e Célio Turino

Data e horário: 27 de outubro (segunda-feira), às 20h, com entrada gratuita

Local: Teatro Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso – Av. Paulista, 1.313 – São Paulo – SP

Capacidade: 456 lugares

Duração: 90 minutos

Recomendação etária: Livre

Entrada franca – Reservas antecipadas pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi, a partir do dia 1º de outubro, a partir das 8h

Informações: (11) 3146-7405 / 7406

 

Sesi-SP abre mostra gratuita de cinema brasileiro

Agência Indusnet Fiesp

O Sesi-SP realiza, de 8 de outubro a 21 de novembro, mostra gratuita que reúne oito filmes vencedores do 10º Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema, entre os quais sete longas-metragens e um curta. A programação, com sessões semanais, vai passar por 24 unidades do Sesi-SP. Ao todo, serão 168 exibições digitais.

Grandes produções cinematográficas brasileiras e também filmes independentes, lançados em 2013, foram avaliados e reconhecidos em 13 categorias: Ficção, Documentário, Curta-Metragem, Diretor, Atriz, Ator, Atriz Coadjuvante, Ator Coadjuvante, Roteiro, Montagem, Fotografia, Direção de Arte e Trilha Sonora.

Nomes importantes do cenário artístico brasileiro foram contemplados na premiação, como Glória Pires, que conquistou o título de Melhor Atriz Principal pela atuação em Flores Raras, e Jair Rodrigues (1939-2014) pelo trabalho como ator coadjuvante de Super Nada, filme também premiado pela direção de Rubens Rewald e Rossana Foglia.

Entre os destaques da mostra estão os sucessos de público Faroeste Caboclo, inspirado na canção homônima da banda Legião Urbana, vencedor do Prêmio Fiesp/Sesi-SP na categoria Melhor Filme de Ficção; e O Tempo e o Vento, adaptação do clássico de Érico Veríssimo, que conquistou o reconhecimento por Melhor Direção de Arte, para Tiza Oliveira.

Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – Fiesp, do Serviço Social da Indústria – Sesi-SP e do Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo – Siaesp. O objetivo é incentivar a produção cinematográfica nacional, facilitar o acesso às produções brasileiras e formar novos públicos.

“A mostra é uma ótima oportunidade para ver ou rever uma variada produção que tem na diversidade de propostas uma de suas marcas. Além disso, é uma ocasião para apreciar a pluralidade cultural do país e valorizar os talentos brasileiros”, destaca Álvaro Alves Filho, gerente de projetos culturais do Sesi-SP.

Confira as sinopses dos filmes que integram a mostra e a programação completa no site do Sesi Cultura.

Serviço

Mostra Vencedores do 10º Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema

Filmes longas-metragens: Faroeste Caboclo, As Hiper Mulheres, Flores Raras, O que se Move, Super Nada, Tatuagem e o Tempo e o Vento. Curta-metragem: Preto ou Branco!

Período: de 8 de outubro a 21 de novembro

Locais:

Grande São Paulo e litoral: Cotia (11) 4612-3323, Cubatão (13) 33632658, Mauá (11) 4542-8977 e São Caetano do Sul (11) 4233-8038

Interior do Estado: Araraquara (16) 3337-3100, Bauru (14) 3104-3911, Birigui (18) 3641-7370, Campinas (Amoreiras) (19) 3772-4184, Campinas (Santos Dumont) (19) 3225-7580, Cruzeiro (12) 3141-1550, Franca (16) 3712-1621/1620, Indaiatuba (19) 3875-9000, Itapetininga (15) 3275-7949, Jundiaí (11) 4523 5173, Marília (14) 3417-4500, Matão (16) 3382-6915, Piracicaba (19) 3403-5900, Presidente Prudente (18) 3222-7344, Rio Claro (19) 3527-3120, Santana de Parnaíba (11) 3146-9830, São José do Rio Preto (17) 3224-2499, Sumaré (19) 3854-5855 / 3832-7614, Tatuí (15) 3205-7946 e Taubaté (12) 3633-4699

Entrada gratuita

Jair Oliveira se apresenta nas unidades do Sesi-SP de Itapetininga e Rio Claro

Agência Indusnet Fiesp

Jair Oliveira leva a turnê em comemoração aos seus 30 anos de carreira para as unidades do Sesi-SP em duas cidades do interior paulista: Itapetininga, na sexta-feira (26/09), e Rio Claro, no sábado (27/09), ambos às 20h, com entrada gratuita.

O cantor, compositor, instrumentista e produtor musical apresenta sua trajetória artística que o consolidou entre os grandes nomes da nova Música Popular Brasileira.

O show mescla diferentes vertentes e experiências musicais ao longo da carreira de Jair Oliveira – do samba ao jazz, do soul ao funk setentista, do clássico à música popular brasileira. No repertório as canções Tiro OndaVocê por PertoMulata RainhaFalso Amor e algumas surpresas.

Lançado em fevereiro de 2014 em DVD e Blu-Ray pela Som Livre, o show remonta a gravação ao vivo realizada em São Paulo/SP e documentário sobre a trajetória artística do filho de Jair Rodrigues (1939-2014).

Serviço

Jair Oliveira 30 Anos

Locais:

Sesi Itapetininga – Av. Padre Antonio Brunetti, 1.360
Data e horário: 26/9, às 20h

Sesi Rio Claro – Av. M-29, 441
Data e horário: 27/09, às 20h

Duração: 60 min
Classificação indicativa: livre
Entrada gratuita

Música em cena: Sesi-SP oferece shows de música erudita, de graça, aos domingos

Agência Indusnet Fiesp

A proposta do projeto Música em Cena, promovido pelo Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), é oferecer música erudita de qualidade, gratuitamente, sempre aos domingos, ao meio-dia, no Centro Cultural Fiesp. Em setembro, a programação traz o Duo Impressões, que apresenta Sonata: sua história em quatro séculos, no dia 21/09, e a Orquestra de Câmara de São Paulo, no dia 28/09.

Com violino e piano, o Duo Impressões apresenta uma pequena viagem pelos quatro principais períodos da música erudita: barroco, clássico, romântico e moderno. No repertório, Johann Sebastian Bach, Sonata I para violino solo em sol menor, BMW 1001; Ludwig van Beethoven, Sonata nº 8 em sol maior para violino e piano, Op30; e Sergei Sergeievich Prokofiev, Sonata nº 2 em ré maior para violino e piano, Op 92.

A Orquestra de Câmara de São Paulo homenageia os 100 anos de César Guerra-Peixe (1914-1993), um dos mais representativos compositores da corrente nacionalista. Além de obras de Guerra-Peixe, a apresentação vai trazer também compositores contemporâneos que compartilharam das diferentes estéticas aplicadas pelo compositor fluminense.

As reservas para o Música em Cena podem ser feitas pelo site Meu Sesi.

Serviço

Música em cena
Dia 21/09, Duo Impressões
Dia 28/09, Orquestra de Câmara de São Paulo

Horário: 12h
Local: Centro Cultural Fiesp – Teatro do Sesi
Entrada gratuita 

 

Sesi-SP oferece curso gratuito de educação continuada em Itapeva e Itapetininga

Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) está com inscrições abertas para o curso Aprenda a Clicar nos municípios de Itapeva e Itapetininga. O curso integra o programa Educação Num Clique, que tem o objetivo de facilitar a inserção de jovens e adultos trabalhadores no mundo digital e ampliar seus conhecimentos para atuar no mercado de trabalho.

Para se inscrever, o interessado deve ter idade mínima de 14 anos e cursar ou ter concluído o ensino fundamental. É necessário apresentar original e cópia do RG, CPF e comprovante de residência. O candidato menor de idade deve estar acompanhado pelo pai, mãe ou responsável. As vagas são gratuitas e limitadas.

Em Itapeva, as aulas começam no dia 10 de setembro e em Itapetininga, em 17 de setembro.

Com duração de 30 horas, o curso Aprenda a Clicar inclui noções básicas de informática e uso de aplicativos como o Word, Excel e Power Point. O aluno também aprenderá conceitos de navegação segura, uso de e-mail e interação social na internet.

As aulas são realizadas em plataforma digital e os instrutores auxiliam os participantes no desenvolvimento do seu potencial. Ao se familiarizar com novas tecnologias e interagir com os outros participantes, o aluno tem a oportunidade de ampliar seu conhecimento, sua cultura e estar mais bem preparado para o mercado de trabalho. Ao término do curso, o aluno recebe certificado de participação.
Serviço 

Curso Aprenda a Clicar

Inscrições:

Itapeva: Secretaria do Sesi-SP de Itapeva – Avenida Kazumi Yoshimura, 430 – Pq. Industrial. Informações: (15) 3552-1562

Itapetininga: Secretaria do Sesi-SP de Itapetininga – Avenida Padre Antonio Brunetti, 1306 – Vila Rio Branco. Informações: (15) 3275-7920

Sefaz/SP conta agora com consultoria eletrônica para os contribuintes

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz) disponibiliza ferramenta que irá facilitar a vida dos contribuintes. Desde 20/09/2012 é possível tirar dúvidas sobre a legislação tributária pela internet.

O contribuinte, órgãos da administração pública e entidades de classe não necessitam mais apresentar vias em papel e contrato social a fim de realizar consultas junto à Secretaria.

Com a nova ferramenta, é possível esclarecer dúvidas sobre a legislação tributária de forma prática. O serviço é gratuito e o prazo para resposta é de 30 dias.

Apesar de poderem ser acessadas pela internet, as consultas não serão divulgadas publicamente. Basta entrar no site www.fazenda.sp.gov.br, ir para o link Serviços mais acessados, buscar Consultoria Tributária e e-CT.