Sesi-SP perde a invencibilidade no Paulistão

Flávia Dias, Agência Indusnet Fiesp

 O Sesi-SP fez história na disputa do Campeonato Paulista de Vôlei Masculino 2012.

Líder isolado da competição, o time da indústria paulista, no entanto perdeu, neste sábado (29/09), a invencibilidade no torneio – depois de 13 rodadas – após a derrota por 3 sets a 0 para o Medley/Campinas.

A partida, realizada no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, teve como parciais: 25 a 22, 25 a 21 e 27 a 25.

Com o resultado, o time do técnico Giovane Gávio – que já tinha garantido a vaga nas semifinais do Paulistão – encerrou a etapa classificatória na primeira colocação, com 37 pontos. Três a mais que o vice-líder do estadual, o Medley/Campinas.

O próximo embate do Sesi-SP na disputa das semifinais do Paulistão será contra a equipe do BMG/São Bernardo.

A partida será realizada na próxima sexta-feira (5/10), às 18 horas, no ginásio do Sesi Vila Leopoldina.

O jogo terá transmissão ao vivo, pelo canal SPORTV.

Sesi-SP cai na Superliga Masculina de Vôlei

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544860241

Sidão ataca forte, mas o Pinheiros/Sky levou a melhor. Foto: Arquivo Fiesp

O sonho do Sesi-SP de conquistar a Superliga 2009/10 acabou. O time de Giovane, Murilo e Anderson foi derrotado neste sábado (10) pelo Pinheiros/Sky no playoff por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 25/22, 17/25 e 27/25, em 1h57 de jogo, no ginásio Henrique Villaboin, na capital paulista.

Se melhor performance em fundamentos contasse pontos, o Sesi-SP teria vencido a partida. Isso porque foi bem mais eficiente no ataque (60 pontos contra 58), no bloqueio (13 contra 10) e no saque (três contra dois). O problema foi que o time da indústria errou bem mais que o adversário (24 contra 15).

Apesar de melhor em alguns aspectos e contar com uma das melhores partidas do experiente Anderson, o Sesi-SP começou o primeiro set bastante nervoso. Não era para menos. O time quando não parava no bloqueio do adversário era atormentado pela barulhenta torcida do Pinheiros, que vibrava freneticamente a cada ponto de Giba, Rodrigão e cia. Resultado: 25 a 19 em quase 28 minutos.

No segundo set o Sesi-SP esteve um pouco melhor, equilibrando o jogo até os 20 minutos, quando o placar assinalava 19 a 19. Porém, novamente em um momento de desconcentração, a equipe de Giovane Gávio permitiu que o adversário fechasse essa etapa em 25 a 22.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544860241

Murilo foi advertido pela arbitragem, assim como Rodrigão. Foto: Arquivo/Fiesp


O terceiro set era tudo ou nada para o Sesi-SP. E baseado nas incríveis reações que a equipe teve em vários jogos na competição, esperava-se mais uma boa surpresa, e realmente houve.

Determinados, os jogadores sesianos entraram em quadra com o “sangue na boca”, como gosta de definir Giovane Gávio, e massacraram o Pinheiros/Sky em 25 a 17. Destaques para Anderson, perfeito no ataque e nos saques, Jotinha, que desviou várias bolas de bloqueios mortais, Filipe e Murilo, que jogaram com garra, e Gustavo, sempre eficiente nos blocks. A torcida, atônita, calou-se por instantes.

No quarto set era preciso uma nova vitória do Sesi-SP para forçar um tiebreak. E o jogo seguiu equilibrado até o juiz errar em bolas a favor do Pinheiros/Sky. Para variar, Giba provocava Murilo e a “catimba” rolava solta. Ainda assim, após um bloqueio perfeito de Murilo, o Sesi-SP chegou a fazer 23 a 22 e dependia dele para fechar o set.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544860241

Eliminada da Superliga, equipe do Sesi-SP agora pensa nos torneios regionais. Foto: Arquivo/Fiesp

Só que houve novas discussões com Giba e acabou sobrando para Murilo e Rodrigão, que tomaram cartões amarelos. Aí, mais uma vez fora de foco, o Sesi-SP permitiu que o adversário empatasse e fechasse o set em 27 a 25, liquidando a partida e os sonhos de todos os jogadores, comissão técnica e torcedores da indústria paulista.

Ao final da partida, Murilo não comentou os possíveis erros de arbitragem e disse que a partir de agora está na torcida do irmão Gustavo. “Do outro lado tinha uma grande equipe. São caras muito bons. Vou torcer para o Gustavo, que é meu irmão e merece chegar à final”.


Ficha Técnica
Sesi-SP x Pinheiros/Sky
Local: Ginásio Henrique Villaboin
Resultado: 3 sets a 1 (Pinheiros/Sky) parciais de 25/19, 25/22, 17/25 e 27/25, em 1h57

Sesi-SP – Jotinha, Léo, Sidão, Murilo, Filipe, Tiago Bart, Jeffe (líbero). Vini, Daniel, Anderson e Gustavo. Técnico: Giovane Gávio.

Pinheiros/Sky – Marcelinho, Léo, Pablo, Dirceu, Gustavo e Rodrigão, Felipe (líbero), Giba. Técnico: Carlos Alberto Villar Castanheira (Cebola).