Brasil precisa de gestor com responsabilidade social, afirma Roriz na Folha de S.Paulo

Agência Indusnet Fiesp

O presidente em exercício da Fiesp e do Ciesp, José Ricardo Roriz Coelho, defende em artigo publicado nesta terça-feira (19 de junho) pelo jornal Folha de S.Paulo a eleição para cargos executivos de pessoas com “um conjunto de características imprescindíveis para modernizar a administração pública”, que, calcula-se, “esteja 30 anos atrasada em relação às boas práticas de gestão necessárias para melhorar a eficiência e a qualidade dos serviços públicos”.

Segundo Roriz, os futuros governantes precisam ter “liderança, visão de futuro, capacidade e experiência administrativa, credibilidade, perfil agregador, disposição e coragem para mudar e enfrentar desafios”. Só que isso não basta. Destacando que o Brasil não é uma empresa, o presidente em exercício da Fiesp e do Ciesp afirma que “os candidatos a cargos públicos precisam ter sensibilidade social para implementar políticas públicas que tenham como objetivo melhorar o padrão de vida da população e dos indicadores sociais”.

Houve avanços no país, segundo Roriz, mas o governo ainda precisa agir para, por exemplo, “induzir a redução do spread bancário e destravar o crédito para investimento e consumo”.

Clique aqui para ler o artigo completo no site da Folha de S.Paulo.