Ministra de Gana apresenta oportunidades de investimento no país africano durante visita à Fiesp

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

A ministra das relações exteriores de Gana, Hannah Tetteh, esteve na manhã desta quarta-feira (31/07), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), para apresentar oportunidades de investimento em seu país.

Ela veio acompanhada do diretor do Departamento de Américas do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional, Karlk Asmah, do vice-diretor do Departamento de Américas do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional, Robert Afriyie, e do secretário Executivo da Ghana Free Zones Board, Kwadjo Twum Boafo.

Hannah: investimentos em infraestrutura para atrair estrangeiros. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Hannah: investimentos em infraestrutura para atrair estrangeiros para Gana. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


Hannah também falou sobre a atual situação econômica do país africano e sobre os investimentos recentes feitos em infraestrutura e energia. Ela também apresentou as “free zones” de Gana e reforçou o crescimento e a estabilidade do país.

“Crescemos muito rápido, mas não por acaso, foi resultado de uma série de ações realizadas nos últimos 20 anos”, disse a ministra. “Temos estabilidade, uma democracia que funciona e eleições, mas sem os conflitos que acontecem em outros países africanos”, afirmou.

No encontro, o diretor titular adjunto do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp, Newton de Mello, apresentou um panorama da economia brasileira, além de destacar a atuação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Já o diretor de relações externas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Roberto Monteiro Spada, participou do encontro falando sobre  o trabalho da instituição na África.

Hannah afirmou que há um grande interesse em desenvolver parcerias com o Brasil. “De todos os países do Brics, com exceção da África do Sul, o mais próximo de Gana é o Brasil. Por isso, acredito que teremos muito progresso nessa parceria”, disse a ministra, que fez um convite para que representantes da Fiesp visitem o seu país.

“Estamos no momento ideal para começar a construir parcerias. Gana é um país pequeno, mas gostaria de convidá-los para conhecer a nossa terra e fazer negócios conosco”, explicou a ministra. “E não só trocas comerciais, mas também investimentos na indústria.”

Também participaram do encontro Antonio Bessa, diretor titular adjunto do Derex, e Irene Gala, embaixadora do Brasil em Gana.


Apresentação do Derex Fiesp/Ciesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542789587

Clique para visualizar a apresentação das ações e serviços do Derex Fiesp/Ciesp




Exibida em evento no dia 10 de julho de 2012, na sede da Fiesp.


Para visualizar ou baixar, acesse o menu ao lado.

Gana busca cooperação com empresários brasileiros

Agência Indusnet Fiesp 

“Temos muitas áreas em que precisamos de cooperação”, afirmou o general Smith após conhecer a estrutura da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Desde segunda-feira em viagem pelo Brasil, ele visitou a instituição nesta sexta-feira (31), acompanhado por seis militares de Gana.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542789587

Ministro da Defesa de Gana, General Smith

O diretor-titular adjunto do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp, Newton Mello, mostrou o funcionamento da entidade que é a representação máxima da indústria paulista.

Já o diretor Jairo Cândido, titular do Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa), explicou a função do departamento junto às Forças Armadas e a importância de fortalecer a base industrial de Defesa. “Precisamos incrementar a indústria de defesa nacional”, reforçou.

O coordenador do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde (Comsaude), Ruy Baumer, disse que o Brasil tem condições de promover intercâmbio entre profissionais de saúde e fornecer equipamentos. Ele salientou que o maior orçamento do governo brasileiro é destinado à saúde, com cerca de R$ 50 bilhões previstos para este ano.

O diretor do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic), Paul Alain Wroclawski, mostrou à delegação de Gana como estão as atividades da cadeia produtiva e o bom momento vivido pelo setor. “Estamos nos preparando para atender a demanda interna e externa, inclusive nos aspectos de inovação tecnológica, qualidade de produtos e capacitação de mão de obra”, afirmou.

O Ministro de Defesa de Gana, general J. H. Smith, e o embaixador de Gana no Brasil, Samuel Dadey, agradeceram a recepção da Fiesp. Eles vão preparar um documento com as principais necessidades e interesses do país e entregar à Fiesp.