Paulo Skaf lança frente contra o aumento de impostos

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, anunciou nesta quinta-feira (3/9) a criação de uma frente nacional dos setores produtivos contra o aumento de impostos. A iniciativa foi divulgada depois de reunião na sede das entidades com mais de 100 representantes de associações, federações e sindicatos da agricultura, do comércio, dos serviços e da indústria, que apoiaram a ideia de Skaf. “Decidimos cerrar fileiras contra o aumento de impostos”, afirmou Skaf. “Teremos uma frente nacional com a participação de todas as áreas. Todos estarão juntos nesta direção”, disse Skaf. “Vai haver campanhas, vai haver pressão, vai haver mobilização. Estaremos de forma permanente de prontidão contra o aumento de impostos.”

A carga tributária no Brasil é altíssima e afeta toda a sociedade, explicou Skaf. “Cabe a nós dizer que a sociedade não aguenta pagar nem um centavo a mais de impostos”, afirmou. E “cabe ao Governo fazer suas escolhas com relação a suas despesas.” Skaf lembrou que só o Governo Federal gasta quase R$ 1,2 trilhão por ano. “Precisa reduzir suas despesas, seu desperdício, e modernizar sua gestão.”
>>Ouça entrevista com Paulo Skaf sobre a frente contra o aumento de impostos

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544976520

Reunião na Fiesp durante a qual foi aprovada a criação de movimento contra aumento de impostos. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp